Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Receitas rápidas: Cheesecake fingido

_MG_0660aa.png

Fotos: Graziela Costa

 

Na altura do Natal recebi um press kit onde vinha um pacote de Cuajada, mas como não sabia muito bem o que era aquilo fui ao google pesquisar receitas e encontrei várias em diversos blogues. Pelas imagens parecia ter bastante consistência e desde essa altura que tive a ideia de fazer um cheesecake fingido com esse produto. Ou seja, substituindo o queijo e as natas que habitualmente esta sobremesa leva pela Cuajada e não é que resultou. Aproveitei também para testar a nova margarina Vaqueiro sabor a manteiga e está aprovada (venham de lá mais receitas)!

 

Ingredientes

1 saqueta de cuajada (Royal)

2 pacotes de brownies (Dan Cake)

(Doce) Fruistar Framboesa (Sodifer)

500ml leite meio gordo

150g de margarina Vaqueiro sabor a manteiga

 

 

Preparação

1 - Numa tigela esmague bolachas até ficarem em bocadinhos muito pequenos (também pode fazer com a varinha mágica).

2 - Junte a manteiga às bolachas e mexa até fazer uma pasta.

3 - Deite o preparado na forma de cheesecake e alise sobre o fundo. Deixe repousar.

4 - Dissolva o conteúdo da saqueta de cuajada numa taça com 250 ml de leite. Aqueça os restantes 250ml de leite num tacho e quando estiver a ferver adicione a mistura anterior mexendo até que volte a ferver.

5 - Retire o tacho uns segundos do lume sem deixar de mexer. Coloque outra vez no lume até que ferva.

6 - Verta a mistura na forma onde havia colocado as bolachas trituradas.

7 - Deixe arrefecer uns minutos e leve ao frigorífico durante pelo menos 4 horas.

8 - Adicione o doce de framboesa por cima da mistura e sirva.

Desafio_Limiano_-0663.jpg

_MG_0656aa.png

Desafio_Limiano_-0543.jpg

Desafio_Limiano_-0545.jpg

_MG_0631aa.png

Desafio_Limiano_-0555.jpg

_MG_0690a.png

 

Graziela

Passatempo Blowmy / Vida de Desempregada

blowmy.jpg

Recentemente, escrevi aqui no blogue acerca dos produtos da Blowmy, uma marca portuguesa ligada à área da beleza, com preços bastante acessíveis, que eu sei que vocês devem ter ficado com vontade de experimentar. Assim, falei com eles e tenho para oferecer a um(a) leitor(a) um cabaz de produtos composto por um champô suave de chá branco, um condicionador de abacate e um gel de duche de óleo de oliva, todos com ph neutro, por isso dão para toda a família. 

 

Para se habilitarem a este prémio, basta preencherem as entradas do formulário abaixo até ao dia 23 de Abril de 2015 à meia noite. Atenção, todas as entradas são obrigatórias. Este passatempo só é válido para residentes em Portugal (só será entregue um prémio por morada). O vencedor será apurado via random e contactado por email. Cada pessoa só pode participar uma vez por dia.

 

PS: Não se esqueçam de participar no passatempo As Receitas do Chefe Tiger.

 

Graziela

Ser turista na minha cidade parte 13: Galerias Romanas da Rua da Prata

Galerias_pequenas-8856.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Já imaginaram conhecer o subsolo de Lisboa? Eu tive a sorte de conseguir fazê-lo numa das poucas visitas que são feitas todos os anos às Galerias Romanas da Rua da Prata. Normalmente, este acontecimento é anunciado em todos os meios de comunicação e por isso geram-se filas enormes para conhecer estes criptopórticos. Como muita gente não tem paciência para esperar ou como não sabe se vai valer a pena o tempo que vai estar na fila decidi partilhar as fotos que fiz na minha visita.

 

Estas "tours" têm uma duração de 20 minutos, entrada livre e são feitas por técnicos do Museu da Cidade e do Centro de Arqueologia de Lisboa (eu gostei muito, pois fiquei a saber coisas que nem imaginava). As próximas visitas guiadas às galerias romanas realizam-se nos dias 17, 18 e 19 de Abril, entre as 10h00 e as 18h00 (última entrada às 17h30).

 

Para conseguirem ver este património arquitectónico basta dirigirem-se junto ao número 77, da Rua da Conceição, em Lisboa.

 

Já agora, aconselho-vos a levar botas porque o chão está sempre molhado (normalmente, as galerias estão submersas para se conservarem melhor).

 

Divirtam-se e consultem aqui os outros "Ser turista na minha cidade".

 

Transportes:

Metro (Linha Azul): Baixa Chiado ou Terreiro do Paço

Autocarro / Elétrico: 732, 15E, 736, etc.

Galerias_pequenas-8858.jpg

Galerias_pequenas-8861.jpg

Galerias_pequenas-8863.jpg

Galerias_pequenas-8867.jpg

Galerias_pequenas-8868.jpg

Galerias_pequenas-8869.jpg

Galerias_pequenas-8870.jpg

Galerias_pequenas-8872.jpg

Galerias_pequenas-8874.jpg

Graziela

Unhas de sereia

_MG_6680aa.png

Fotos: Graziela Costa e Maria Almeida

 

Apesar da minha paleta de cores de vernizes se caracterizar essencialmente por tons vermelhos, rosa e roxos, de vez em quando também gosto de variar. Há uns tempos comecei a ler em diversos blogues sobre a colecção "Sereias Urbanas" d'O Boticário e fiquei logo com vontade de a conhecer. Infelizmente, quando cheguei à minha loja habitual, esta gama limitada, do maquilhador Sadi Consati já estava bastante escolhida, mas ainda assim apaixonei-me por este verniz azul mar.

 

Não sei bem se foi o brilho ou se foi a cor, mas fiquei logo cativada, mesmo sem o experimentar, e claro o preço em saldo, 1.99 euros, também ajudava. Ainda assim, estava com receio que fosse muito espampanante ou que não desse com todo o tipo de roupa, mas como eu visto essencialmente negro até dá um ar mais colorido à coisa.  

 

Este verniz funciona muito bem aplicado em duas camadas e traz também um kit caviar, se bem que eu não o tenho usado porque eu sou daquelas pessoas que odeia esperar que o verniz seque e se o pusesse ainda tinha de esperar mais. 

 

Já agora, para quem gostar deste produto acho que em algumas lojas O Boticário ainda o podem comprar. Eu fiquei fã, só tenho pena de não ter também conseguido comprar o necessaire desta colecção, mas penso que só foi comercializado no Brasil. 

 

_SAM3840-1.jpg

_SAM3894-3.jpg

 Óculos: Time For Wood

_SAM3895-4.jpg

_SAM3904-5.jpg

_SAM3912-7.jpg

Relógio: Daniel Wellington | Anel: Choies

Graziela

A última ceia do Chef Kiko

_MG_0700-1.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Pelo terceiro ano consecutivo, o Canal História convidou três dos mais reputados chefs portugueses a recriarem uma "última ceia", do seu ponto de vista. Na outra semana tive a oportunidade de ir ao restaurante "O Talho" do chef Kiko Martins conhecer a sua proposta para este desafio. Confesso que estava com um pouco de medo porque não como cabrito nem borrego, e como o protagonista deste menu era o cordeiro não sabia se iria gostar.

 

O convite que me fizeram era duplo, por isso decidi convidar uma amiga a vir comigo e partilhar esta experiência. Neste caso foi a Marisa do Sweet My Kitchen e felizmente, nenhuma de nós tinha ido ao "Talho" antes, logo foi uma experiência totalmente inovadora. Marcámos o almoço directamente no restaurante uns dias antes e às 13h e pouco, de quinta feira lá estávamos nós à porta d'O Talho.

 

Demos uma volta pelo espaço para descobrir as maravilhas que estavam à venda (sim, existe mesmo um talho além da parte de restauração) e fomos prontamente atendidas e encaminhadas para a nossa mesa. Tenho a dizer que todos os funcionários foram extremamente simpáticos e mesmo as pessoas que não "lidaram" directamente connosco pareciam muito bem dispostas e felizes por estar ali, o que faz com que nos sintamos logo bem naquele espaço.

 

Escolhemos as bebidas, eu bebi vinho branco e a Marisa vinho tinto, e num instante (o serviço funciona muito à base de reservas, por isso não ficam à espera mais que uns minutos) começaram a chegar as entradas: uma caixinha com vários tipos de pães, pasta de ricotta com tomate seco e chouriço, paté de fígado, manteiga artesanal e manteiga de tomate e oregãos, eu gostei especialmente da manteiga da pasta de ricotta e da manteiga artesanal. 

 

De repetente chega à mesa um belo prato onde o cordeiro e a cama de rúcula saltam à vista, e mal coloquei a minha faca sobre a carne, esta começou-se logo desfazer, de tão tenrinha que era. À primeira garfada todos os meus medos tinham desaparecido. Estava rendida àquele cordeiro recheado com tâmaras, pistachos, vinagre e pão e até me esqueci da minha dieta!

 

Adorei a mistura de sabores entre a carne, a rúcula e as "migas", onde podíamos sentir alguns pedacinhos de amendoim. Finalmente, a dar o ar da sua graça estava também uma batata revestida de azeitona desidratada (algo que eu quero muito experimentar fazer em casa), super saborosa.

 

O almoço soube bem não só pela comida, mas também pela conversa e no final terminámos a nossa refeição com uma bela sobremesa. A Marisa optou por uma sugestão de um dos empregados do restaurante e escolheu o Foie gras e Creme catalão, mas eu como sou desconfiada optei pelo Chocolate e Maracujá, uma escolha segura e da qual não me arrependi. Maravilhei-me com o doce do chocolate, em oposição à ligeira acidez do creme de maracujá e a textura do crocante que funcionava como elemento diferenciador nesta sobremesa.

 

O balanço foi extremamente positivo e sem dúvida quero voltar a este restaurante. Valeu a pena uma visita e os preços pelo que estive a ler até estão na média, tendo em conta o tipo de serviço e experiência que é proporcionada ao cliente. 

 

PS: Obrigada pelo convite Canal História e parabéns ao chef Kiko Martins por mais um prato delicioso ! 

_MG_0702-2.jpg

_MG_0705-3.jpg

_MG_0707-1.jpg

_MG_0710-4.jpg

 

_MG_0717-6.jpg

_MG_0721-7.jpg

_MG_0723-8.jpg

_MG_0725-9.jpg

_MG_0726-10.jpg

_MG_0728-11.jpg

_MG_0734-12.jpg

_MG_0736-13.jpg

_MG_0742-15.jpg

_MG_0744-16.jpg

_MG_0753-19.jpg

_MG_0758-20.jpg

_MG_0756-1.jpg

Graziela

Maravilha brasileira

_MG_8416aa.png

Foto: Graziela Costa

 

Depois do Inverno, o nosso cabelo precisa sempre de um boost de hidratação para se preparar para os dias quentes que aí vêm, por isso decidi testar uma nova gama da Embelleze, a Queratina Brasileira, da Novex.

 

Esta linha é composta por três produtos: 

 

Champô Queratina Brasileira - um produto sem sal, com um cheiro agradável e que deixa o cabelo mais forte, macio e preparado para as adversidades atmosféricas.

 

Máscara Queratina Brasileira - uma máscara de hidratação profunda com uma textura suave, que reforça a estrutura do nosso cabelo e o deixa mais macio. O tempo de atuação é o normal (10 minutos).

 

Por fim, testei a Blindagem Capilar Profissional, um produto do qual já vos falei antes e cuja a minha opinião continua igual, mas para quem não leu esse post, este creme condicionante forma uma barreira protetora responsável por minimizar os danos sobre o cabelo. Protege contra agressões externas como: a poluição, a escovagem continuada, o uso de produtos de transformação, coloração, entre outros (é tipo o super homem dos cremes condicionadores eheheheh). Protegendo ainda contra a humidade excessiva e permitindo que o penteado dure por mais tempo. Pode ser usado como creme de pentear ou leave-in diariamente, mas como o meu cabelo é oleoso na raiz e seco nas pontas, eu uso como tratamento selante pré-escova. Assim, o cabelo fica mais fácil de pentear, cheiroso e com um brilho bem bonito.

 

Aprovado!

 

Considerações importantes:

Os prazos de validade destes produtos são alargados, o seu tamanho é bastante generoso e não são testados em animais.

 

Já agora, podem encontrá-los em lojas especializadas em cuidados capilares.

Graziela

Passatempo Vida de Desempregada / Bolos Salgados na Caneca (Editorial Presença)

30990082_Bolos_Salgados_Caneca.jpg

 

Lembram-se do livro "Bolos na Caneca"? Era delicioso, não era? A boa notícia é que a Editorial Presença acaba de editar o livro "Bolos Salgados na Caneca", um novo livro de Lene Knudsen com mais de 30 deliciosas receitas, que podem ser feitas directamente em taças ou canecas. Basta levar ao microondas e voilá, uma refeição ligeira, um snack ou mesmo um lanche feitos em poucos minutos.

 

Como eu sei que vocês querem experimentar umas belas receitas de bolos de queijos, carne, peixe e até legumes, em parceria com a Editorial Presença tenho um exemplar do "Bolos Salgados na Caneca" para oferecer a um(a) leitor(a) do Vida de Desempregada. Para se habilitarem a este prémio, basta preencherem as entradas do formulário abaixo até ao dia 12 de Abril de 2015 à meia noite. Atenção, todas as entradas são obrigatórias. Este passatempo só é válido para residentes em Portugal (só será entregue um prémio por morada). O vencedor será apurado via random e contactado por email. Cada pessoa só pode participar uma vez por dia.

 

Já agora, o livro  "Bolos Salgados na Caneca" custa 8,90€ e já está à venda nas livrarias de todo o país.

 

PS: Não se esqueçam de participar nos passatempos Blowmy e Olivae.

 

 

Já agora, deixo-vos um preview do livro.

mug_cakes_sales_marabout_lalouandco.jpg

Foto: Lalouandco

Graziela

O creme do ginásio

_MG_8431aa.png

Foto: Graziela Costa

 

Nos últimos tempos tenho ido ao ginásio quase diariamente e depois de uma boa aula, nada melhor que um banho para relaxar, mas com tantos banhos a pele começa a ressentir-se e torna-se necessário hidratá-la. Ultimamente, tenho levado comigo a loção corporal Prebiotics da Hemera Healthcare, uma marca da qual já vos falei antes.

 

Esta loção tem como base ingredientes vegetais como o óleo de amêndoas doces e a manteiga de Karité, que ajudam a promover a hidratação e regeneração da pele, sendo perfeitos para peles sensíveis como a minha.

 

A sua textura é muito suave e não é gordurosa, isto é, podemos vestir-nos passados uns segundos depois de aplicar o creme, o que é bom porque quando saímos do banho no ginásio, queremos é despachar-nos. 

 

Em relação ao cheiro, este é suave e nota-se perfeitamente o aroma a óleo de amêndoas doces, eu adoro!

 

Só tem um senão, a embalagem não é muito bonita, mas o que interessa é o interior, não é verdade?

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 3/3