Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blogue de lifestyle bem docinho!

Qui | 13.08.15

Receitas rápidas: Bolo de limão e arandos

Bolo_piquenique_pequenas-8.JPG

Fotos: Graziela Costa 

 

Eu adoro piqueniques, aliás quando era criança os meus tios estavam sempre a fazer piqueniques e foi com eles que apanhei o bichinho. No sábado passado, eu e mais uns amigos juntámo-nos na Quinta das Conchas (um parque, em Lisboa, espectacular para passear os cães e conviver com os amigos) para fazer um piquenique à pressão. Como cada um de nós ficou encarregue de levar alguma coisa eu decidi fazer um bolo de limão e arandos e estava uma delícia. Aqui fica a receita. 

 

Ingredientes

Bolo

3 ovos

1 caneca e meia de açúcar

Raspa da casca de um limão

1 caneca de farinha com fermento

1 colher de sopa de leite de soja (Shoyce)

100g de margarina (Vaqueiro)

50g de arandos secos (Myprotein)

 

Decoração

1 embalagem de chantilly (Royal)

Bolinhas decorativas (Vahiné)

150ml de leite de soja (Shoyce)

 

Execução

1- Batem-se as gemas com o açúcar até formar um creme. 

2 - Depois junta-se a margarina líquida (podem aquecer no fogão ou no microondas), as raspas de limão, o leite, a farinha e no fim de tudo bem mexido, as claras em castelo.

3 - Deite numa forma previamente untada com manteiga e farinha (ou utilize o desmoldante para pastelaria e panificação da Sodifer).

4 - Deite os arandos por cima da massa do bolo.

5 - Leve ao forno médio durante cerca de 40 minutos.

6 - Desenforme o bolo e deixe arrefecer. 

7 - Decore com chantilly.

8 - Polvilhe as bolinhas coloridas sobre o chantilly.

9 - Acompanhe com um sumo como por exemplo, o Sunquick que é barato e uma embalagem dá para uma festa inteira. 

Bolo_piquenique_pequenas-3.JPG

Bolo_piquenique_pequenas-4.JPG

Bolo_piquenique_pequenas-5.JPG

 

Bolo_piquenique_pequenas-7.JPG

Bolo_piquenique_pequenas-6.JPG

Bolo_piquenique_pequenas-9.JPG

Graziela
Qua | 12.08.15

10 artistas a não perder no festival Paredes de Coura

Mark Lanegan

 

Falta uma semana para começar o meu festival de verão favorito independentemente do cartaz e das condições meteorológicas, por isso hoje partilho convosco os dez artistas que eu não quero perder no Paredes de Coura 2015, mas antes conto-vos a minha história com este festival. 

 

A minha relação com o festival de Paredes de Coura começou em 2002 quando a minha prima Carla, que tem mais dez anos que eu, me contou como tinha sido a sua experiência por lá. Na altura tinha 15 anos, era doida por música (ainda sou) e só queria sair da minha terrinha para ir ver os artistas sobre os quais lia na Blitz e na Rock Sound. Depois em 2003, os meus pais colocaram Cabovisão em casa e nesse ano assisti às transmissões de todos os festivais de verão pela Sic Radical, mas o que mais me despertou curiosidade foi mesmo o de Paredes de Coura.

 

Já em 2006, enquanto estudava em Coimbra os meus colegas do liceu falaram-me em ir a Paredes de Coura e pareceu-me ouro sobre azul, pois finalmente tinha companhia para lá ir, o problema é que não tinha dinheiro nem para o bilhete nem para a viagem, mas como eu sou uma rapariga desenrascada tratei de ir à internet procurar concursos e depois de muito concorrer lá consegui ganhar um bilhete geral graças a uma foto que o meu pai me tirou (mal ele sabia no que se estava a meter eheheh).

 

Ora, bilhete já tinha, mas faltava-me dinheiro para a viagem e assim decidi juntar uma série de "tralhas" que já não me faziam falta e fui vender para uma feira de coisas em segunda mão e a verdade é que consegui juntar todo o dinheiro que precisava. 

 

O problema foi que à última da hora, as raparigas do meu grupo "cortaram-se", mas eu pensei "que se lixe, agora vou na mesma" e assim fiz, apanhei o bus para Coimbra, depois um comboio regional para o Porto, mais outro regional para Valência e um autocarro para Paredes de Coura. Basicamente demorei um dia inteiro para chegar lá, mas valeu a pena, pois quando vislumbrei aquele anfiteatro natural senti-me em casa. Era aquilo que eu tinha sonhado e muito mais. Confesso, que até hoje foi o melhor Paredes de Coura a que fui, não pelo cartaz (apesar de ter sido um dos melhores, é impossível esquecer aquele concerto do Morrissey), mas pelas peripécias que vivi, como ficar sem tenda, a minha roupa ficar toda molhada e eu ter de me secar ao pé de uma conduta de ar condicionado, ter um ataque de formigas no cacifo ou perder todas as fotos que tinha tirado porque o meu cartão de memória encharcou devido à chuva intensa que se fez sentir. Sim, não foi pêra doce, mas voltei e vou continuar a ir até não conseguir mais e mesmo nas edições em que não fui, 2012 e 2014, porque estava a estagiar, o meu coração esteve lá, por isso este ano, mesmo desempregada volto para pelo menos por uns dias ser feliz.  

 

Assim, espero que os TV On The Radio, o Mark Lanegan e a Lykke Li me dêem grandes concertos aos quais já me habituaram e que o Charles Bradley, a Natalie Prass, o Father John Misty e os Tame Impala (que eu agora já gosto) me surpreendam pela positiva.

 

Tal como nos festivais anteriores vou postar fotos no Facebook e no Instagram do blogue, mas no final vão poder ver a reportagem fotográfica completa no site do Festivais de Verão.

 

Vemo-nos em Paredes de Coura?

 

TV On The Radio

 

 Tame Impala

 

 Lykke Li

 

Blood Red Shoes

 

 Natalie Prass

 

 Temples

 

 The War On Drugs

 

 Charles Bradley

 

 Father John Misty

Graziela
Ter | 11.08.15

O meu amigo partiu

_SAM3697aa.png

Não conheço o inicio da história do Rex, nem sei se esse era o seu nome verdadeiro, mas sei que este cão mudou a vida da minha família. O meu amigo partiu no dia 23 de julho, mas só agora me sinto capaz de escrever este post. Escrevo-o para lhe prestar homenagem e para alertar os meus leitores e a quem este post possa chegar que quando se adopta um animal é para toda a vida. 

 

É difícil recordar-me ao certo em que dia é que o Rex apareceu à porta da nossa casa, mas lembro-me que ele apareceu lá por causa da Fofinha, a nossa cadela "emprestada" (tecnicamente ela é do meu vizinho, mas como passa os dias em nossa casa é considerada membro da família) e durante os últimos 7/8 anos assistimos à sua história de amor. Ele era enorme e ela pequenita, mas mesmo assim eram inseparáveis e às vezes até pareciam conversar. 

 

Inicialmente, o meu pai não achou muita piada ao facto de ter um pastor alemão a rondar a casa, já que quem olhasse para ele podia pensar que era um animal perigoso, mas pelo contrário era super meigo e às vezes até acompanhava os miúdos da escola nas visitas pelo bairro. Como não sabíamos o seu nome começámos a chamar-lhe Rex e a verdade é que ele respondia e assim ficou.

 

Os anos foram passando e o Rex ganhou uma "casota improvisada" à porta da nossa casa, na qual ele fazia questão de dormir mesmo quando o tentávamos pôr na garagem por causa do frio. Ganhou também uma coleira e desse dia eu nunca me vou esquecer porque ele não estranhou quando lha coloquei, pelo contrário até parecia sentir-se importante, como se fosse finalmente "nosso". 

 

Uma das coisas que o Rex mais gostava além de comer, sim ele comia bastante, era que lhe fizessem festas e quando alguém nos ia visitar ele fazia questão de se mostrar. Lembro-me também das corridas que ele dava atrás dos gatos e das vezes que ele saltava os muros para ir atrás dos cães dos pastores, mas a melhor memória que guardo era a de quando chegávamos a casa e ele estava à nossa espera a abanar a cauda feliz por nos ver.  

 

À medida que os anos foram passando todos nós ficámos mais velhos e o Rex não foi excepção. Começou a ver mal, a ter problemas de locomoção, mas todos os dias cuidávamos dele e lhe dávamos os medicamentos necessários. Infelizmente, nos últimos meses o seu estado de saúde degradou-se muito e os meus pais já me andavam a preparar para o pior, mas eu não conseguia aceitar. Até que, no dia 22 de julho a minha mãe me ligou a dizer que o meu pai tinha encontrado o Rex com convulsões e o tinha levado para o centro veterinário. Durante as horas que se seguiram não consegui concentrar-me no trabalho, pois não conseguia pensar em mais nada a não ser no meu amigo e no medo de o perder.

 

Depois falei com a minha mãe e com o meu pai e a verdade é que há muito tempo que não o via assim tão desanimado, ou seja era possível que o Rex não sobrevivesse. Ainda assim, os veterinários tentaram tudo para o ajudar e nessa noite ele ficou lá internado. No dia seguinte, pela manhã ele faleceu, mas pelo menos teve toda assistência possível e um funeral digno.

 

Em suma: o Rex pode não ter tido um inicio de vida fácil, pois foi abandonado, não sei se porque a pessoa que o abandonou queria ir de férias sem encargos ou se não gostou que ele ficasse "tão grande", mas pelo menos nos últimos 7/8 anos ele teve uma família que o amou e que não o trocava por nada deste mundo. Acima de tudo teve o lar que ele tanto merecia e nós um amigo para a vida. Com isto, apenas vos digo: um animal é um amigo para a vida, por isso tratem-no bem!

 

PS: Esta foi a última fotografia que tirei ao Rex, na verdade não tenho muitas porque ele tinha medo de máquinas fotográficas, mas como podem ver ele era lindo. 

Graziela
Seg | 10.08.15

Desafio Avon Nutraeffects

_MG_9714a.png

Foto: Graziela Costa 

 

Quando era mais nova não tinha grandes cuidados com a minha pele e apesar de a minha mãe me "dar nas orelhas" regularmente nunca quis saber, no entanto quando fiz 25 anos comecei a dar mais importância a esse assunto e hoje em dia tento ter uma rotina mais ou menos cuidada. E confesso que até gosto de pôr o meu creme hidratante, mas ainda assim sou preguiçosa nos "rituais" de preparação da pele, isto é limpá-la e tonificá-la todas as manhãs e noites. Assim, e porque a minha pele está mesmo a precisar de um novo estímulo, a Avon desafiou-me a experimentar a sua nova "Nutraeffects", uma linha completa de produtos mesmo à medida das minhas necessidades da minha pele, que tal como a da maioria dos portugueses é mista. Por isso, para começar vou testar os seguintes produtos: creme de dia (FPS 20) e de noite Radiance, espuma de limpeza, tónico matificante e bb cream. Depois voltarei a escrever-vos para vos dar conta do resultado e do efeito de cada produto, mas desde já gosto deles pelo facto de serem baratinhos, assim quando terminarem não me vai custar tanto comprá-los. Eheheh

Graziela
Seg | 10.08.15

Passatempo Drink6 / Vida de Desempregada

passatempo_drink6.png

Em setembro faz seis meses que comecei a minha "luta contra os quilinhos a mais" e desde então já perdi 7 kgs (estou com 65,5kg), ainda assim ainda quero perder mais 6 kgs e também quero transformar a massa gorda do meu corpo em músculo, por isso acho que só em 2016 vou conseguir alcançar os resultados que pretendo. No entanto, para além dos treinos no Fitness Hut, logo no início da minha "luta" fiz também um plano de desintoxicação da Drink6 by Nutrimedic, que consiste em seis deliciosos sumos feitos à base de frutas e vegetais naturais e não contêm aditivos. Em alternativa existe também um plano de quatro sumos e duas sopas, eu já experimentei os dois e adorei, mas agora é a vossa vez de experimentarem esta fórmula que promete restabelecer o vosso equilíbrio e energia C.

 

Para se habilitarem a um dia detox Drink6 by Nutrimedic basta preencherem as entradas do formulário abaixo até ao dia 23 de agosto de 2015 à meia noite. Atenção, todas as entradas são obrigatórias. Este passatempo só é válido para residentes em Portugal. O(a) vencedor(a) será apurado(a) via random e contactado(a) por email. Cada pessoa só pode participar uma vez por dia.

 

Boa sorte!

 

Graziela
Sex | 07.08.15

Essenciais de praia: corpo e cabelo

_MG_9613aa.png

Fotos: Graziela Costa 

 

No domingo passado fui pela primeira vez à praia este ano e foi também a primeira vez que fui à praia do Meco. Como não conhecia bem o local, não sabia que as suas águas estavam cheias de limos / algas, por isso aventurei-me no mar sem pensar e a verdade é que a água até estava muito boa. O problema foi depois, quando o meu cabelo começou a secar reparei que estava rijo devido ao facto de a água ter muito sal, para além disso estava todo sujo com coisas verdes, um autêntico horror e quanto mais mexia mais enervada ficava. Assim, mal cheguei a casa fui a correr para o banho e aproveite para experimentar o champô solar, d' O Boticário. Um produto que supostamente ajuda a proteger dos danos provocados pelo sol, sal e protege contra os raios UV. Felizmente funcionou na perfeição porque o meu cabelo ficou limpo, sedoso e consegui penteá-lo facilmente. Gostei também deste produto ter uma textura suave e um cheiro floral, pois há produtos capilares solares que têm aquele cheiro a protetor solar e eu odeio. 

 

Depois apliquei ainda o creme termoactivado da mesma gama, pois funciona como um creme de pentear normal, um produto que eu tenho de usar sempre para ajudar a definir os caracóis. No entanto, este é indicado para dar mais brilho ao cabelo, hidratar e prevenir futuros danos causados pelo sol. 

 

Em suma, ambos os produtos me salvaram de um ataque de nervos e da próxima vez acho que vou a outra praia. Já agora, que praias me recomendam na margem sul que aceitem animais?

 

PS: Estes dois produtos também combinam muito bem com a loção hidratante iluminadora e sabonete líquido "Qual a sua praia" dos quais já vos tinha falado neste post

 

_MG_9620a.png

 

Graziela
Qui | 06.08.15

Grátis esta semana

_MG_9876a.png

Não sei se já vos tinha falado sobre o MyNestlé, mas para quem não conhece é uma plataforma de passatempos, oferta de vales de desconto e amostras da Nestlé. Para além disso, sempre que participam numa iniciativa deste clube acumulam pontos e podem trocar por ofertas. Esta semana, recebi este conjunto de cozinha e acho que vai ficar super giro nas próximas receitas que vou postar. 

 

11731739_990962344281400_6341839586855455833_o.png

A Mixa chegou recentemente a Portugal e está a oferecer amostras do seu leite corporal nutritivo. Peça a vossa amostra aqui

 

intro-visual.jpg

Também a L'Oréal Paris nos quer mimar oferecendo amostras do seu novo gel-creme de limpeza suave. Peçam a vossa amostra aqui

 

11738138_943630765699177_2882748214282131470_n.png

E porque verão significa churrascos em família e com os amigos, a Calvé oferece vales de desconto de 1 euro para o seu ketchup. Imprimam o vosso aqui

 

2015_logo_cor_festa_avante.png

Para quem quer ir à Festa do Avante, mas está sem dinheiro pode sempre participar grátis na caminhada ou na corrida e se chegar ao fim recebe um diploma de participação que dá acesso gratuito ao recinto do evento. Inscrevam-se na caminhada aqui ou na corrida aqui

 

Já agora, podem ver a minha reportagem do ano passado aqui

 

11800395_892660097479796_540921647335965457_n.jpg

#BolaNIVEA continua a girar pelas praias de todo o país e este fim de semana, dias 8 e 9 de agosto vai estar na Praia do Meco, mais propriamente no Parque Amarelo. Se passarem por lá podem usufruir do Wi-Fi gratuito, massagens relaxantes, sensibilização para os efeitos dos raios UVA/UV e se se esquecerem do vosso chapéu de Sol podem contar com o deles. A ação decorre entre as 9h30 e as 19h em ambos os dias. 

 

11836665_10153517141470747_3785469897731975574_n.j

A loja Sephora do AlgarveShopping promove até dia 8 de agosto, das 11h às 21h, um workshop de maquilhagem gratuito* com a marca Make Up For Ever. O mini curso a duração de 45 minutos. Façam já a vossa marcação através do o número 289562030 ou 919587100. 
*Limitado à disponibilidade da equipa. Válido dias 6, 7 e 8/08/2015.

 

10984106_10155788661110705_1115483222161913777_n.p

A Douglas está a oferecer um conjunto de sete mini-dose individuais do One Essential, o primeiro serum desintoxicante e energizante da Dior. Para conseguirem as vossas amostras basta dirigirem-se a uma das perfumaria do grupo. 

*Limitado ao stock existente em loja.

 

header.png

Gostam de pizza? Então esta oferta é para vocês, pois a Pizza Hut está a oferecer pizzas individuais até dois ingredientes na compra de uma bebida. Peçam o vosso voucher aqui

11013331_1189302577751064_2952062348897322414_n.pn

A Whiskas lançou três novas variedades de saquetas e está a oferecer vales de desconto. Imprimam os vosso aqui ou aqui

 

mail_11_1_1_5.jpg

 

O site Alimenta Sorrisos, da Danone tem à disposição novos vales de desconto. Imprimam os vossos aqui.

 

11742980_1016515838370333_8753566278559833494_n.jp

 Por último, se fizerem a vossa confissão à Kérastase eles oferecem-vos uma amostra da gama Resistance e até podem ganhar a gama completa. Vejam aqui

Graziela
Qua | 05.08.15

Ser turista na minha cidade parte 17: Jardim do Torel

torel-11-2a.png

 Fotos: Graziela Costa

 

Lisboa tem imensos jardins por descobrir e apesar do Jardim do Torel ser bastante conhecido vale sempre a pena divulgar. Primeiro porque é super aconchegante, calmo e tem uma vista bonita; segundo porque é perfeito para namorar ou fazer piqueniques com amigos e terceiro porque podem levar os vossos animais de estimação. 

 

Eu fui num final de tarde e adorei sentir aquela brisasinha que faz ao anoitecer, para além disso sabe mesmo bem ficar ali a ler um livro ou a ouvir música. Já agora, para quem gosta de se divertir, até ao final do mês de agosto podem também desfrutar da praia urbana que se encontra instalada neste jardim (aberta todos os dias das 10h às 20h) ou usufruir de actividades como: escalada (das 19h às 20h) e cinema ao livre (todos os sábados às 21h30). De notar que todas as atividades têm entrada livre, por isso toca a aproveitar. 

 

Ah e para que nem se cansem a andar, a Freguesia de Santo António disponibiliza o "Sobe e Desce", um "autocarro" grátis que funciona de 2.ª a 6.ª (exceto feriados), entre as 8h e as 13h.

 

Informações úteis para o caso de quererem visitar este jardim:

 

Horário

Abril a setembro: das 07h00 às 22h00

Outubro a março: das 07h00 às 20h00

 

Transportes

Autocarros: 723; 730; 760; 767
 

 

PS: Podem ver outras visitas da série "Ser turista na minha cidade" aqui.

torel-1.JPG

torel-7.JPG

torel-8.JPG

torel-9.JPG

torel-10.JPG

torel-11.JPG

 

torel-3.JPG

torel-4.JPG

torel-5.JPG

Graziela
Ter | 04.08.15

Isto de emagrecer só tem um problema... as estrias

_MG_9723aa.png

Foto: Graziela Costa 

 

Ao longo da minha vida, a minha "linha" foi sempre um ioiô e dos 17 para os 18 anos perdi 25kgs, em cerca de 6 meses, o que fez com que o meu corpo ficasse com algumas estrias. É certo que na altura não tinha cuidado nenhum, isto é não aplicava nenhum creme gordo, nem ante celulítico e o que é certo é que as marcas ficam. Não é que tenha vergonha delas, mas agora que estou a emagrecer de novo, não quero ganhar ainda mais estrias, por isso tenho tido cuidados redobrados como: beber 1,5l de água por dia, beber muito chá de gengibre e limão, usar anti celulíticos e claro, aplicar um creme gordo anti estrias. Como já vos falei sobre os ante celulíticos que uso, hoje escrevo-vos sobre o meu grande aliado na luta contra as estrias: o creme gordo da Oleoban. Um produto que foi lançado há uns meses no mercado e que eu tenho vindo a usar.

 

Como já era consumidora do creme diário da Oleoban (aliás, é um dos meus produtos favoritos para trazer no saco do ginásio), este novo creme gordo pareceu-me uma excelente opção e mesmo tendo um cheiro que eu não gosto muito, a textura é super espessa e supostamente um bom creme anti estrias deve ser assim. Para além disso, é um produto que pode ser aplicado no corpo todo porque dá um boost de hidratação a zonas com tendência a ficarem muito secas como: calcanhares, cotovelos, joelhos e mãos. 

 

Em termos de hidratação os resultados aparecem logo, em relação às estrias demora mais, mas segundo o que li em blogues especializados na temática das estrias, os tratamentos com base em cremes demoram cerca de um ano a mostrar resultados, ou seja é preciso ter calma. 

_MG_3155aa.png

Graziela
Seg | 03.08.15

Fui de Férias - Parte 3: Amesterdão

Amesterdao_nos-5.JPG

Fotos: Graziela Costa e João Pontes

 

Depois de Paris e da Disneyland chega Amesterdão, a terceira e última parte das minhas férias. Uma cidade que há muito queria conhecer, pois já a tinha visto em filmes, mas na realidade é super diferente. A começar pelo tempo, pois vínhamos do calor francês e de repente chegámos ao "inverno" nórdico. 

 

Como apanhámos o avião de madrugada chegámos a Amesterdão super cansados, por isso mal aterrámos fomos logo fazer check in no hotel e ver o que nos reservam os próximos dias. Depois tratámos de ver que tipo de transportes tínhamos ali à volta e tivemos sorte porque tínhamos autocarro e elétrico mesmo perto do hotel. Assim, demos uma volta pelo bairro, vimos uma feirinha com preços super em conta, na qual eu aproveitei para comprar um lenço para ver se combatia aquele frio e partimos à aventura. 

 

Do "nosso" bairro até ao centro de Amesterdão demorávamos cerca de 40 minutos, pelo que chegámos lá já perto das 17h, ou seja naquele dia já não deu para ver o museu local, por isso acabámos por andar às voltas e vimos imensos canais, o Red Light Distrit, tomámos um café numa cafetaria bem agradável e perto das 22h voltámos para hotel.

 

Nos dias seguintes acordámos sempre ali na onda do meio dia, até porque férias são férias e a nossa ideia era mesmo passear, ver mercados, parques e monumentos. Ou seja, vimos tudo o que era grátis, até porque lá tudo é caríssimo, mas mesmo assim valeu a pena. Tanto, que até fizemos um mini cruzeiro pelos canais de Amesterdão, provámos as famosas waffles com Nutella, queijo holandês, vimos jardins lindíssimos e entrámos numa loja de discos que me fez parecer uma criança numa loja de doces.

 

Em suma: adorei, mas um dia quero voltar para ver o museu Van Gogh, a casa Vermeer, um campo de tulipas e ver como são feitos os queijos holandeses. Agora, deixo-vos algumas fotos da minha viagem, mas se quiserem podem ver o álbum completo aqui

 

PS: Se algum dia quiserem visitar Amesterdão tentem comprar as viagens com muita antecedência e levem roupa de inverno mesmo que seja verão porque nunca se sabe como vai estar o tempo.  

 

Amesterdao-2.JPG

Amesterdao-4.JPG

Amesterdao-5.JPG

Amesterdao-8.JPGAmesterdao-10.JPG

Amesterdao-13.JPG

Amesterdao-14.JPG

Amesterdao-16.JPG

Amesterdao-17.JPG

Amesterdao_nos-4.JPG

Vestido: Lucluc

Amesterdao-21.JPG

Amesterdao-22.JPG

Amesterdao-23.JPG

Amesterdao-24.JPG

Amesterdao-26.JPG

Amesterdao-27.JPG

Amesterdao-28.JPG

Amesterdao-31.JPG

Amesterdao-33.JPG

Amesterdao-35.JPG

Amesterdao-36.JPG

Galeria da Guarda Civil

Amesterdao-40.JPG

Amesterdao-43.JPG

Begijnhof

Amesterdao-44.JPG

Amesterdao-46.JPG

Amesterdao-47.JPG

Amesterdao-48.JPG

Amesterdao-49.JPG

Amesterdao-53.JPG

Amesterdao-54.JPG

Amesterdao-55.JPG

Amesterdao-56.JPG

Mercado das Flores

Amesterdao-57.JPG

Amesterdao-60.JPG

Amesterdao-62.JPG

Amesterdao-67.JPG

Amesterdao-68.JPG

Max Euwe Plein

Amesterdao-70.JPG

Amesterdao-71.JPG

Amesterdao-72.JPG

Amesterdao-74.JPG

Amesterdao-75.JPG

Museumplein

Amesterdao-80.JPG

Amesterdao-81.JPG

Amesterdao-82.JPG

Amesterdao-83.JPG

Amesterdao_nos-6.JPG

Amesterdao-84.JPG

Amesterdao-85.JPG

Amesterdao-88.JPG

Amesterdao-89.JPG

Amesterdao-90.JPG

Amesterdao-92.JPG

Amesterdao-93.JPG

Amesterdao-95.JPG

Amesterdao-103.JPG

Vodelpark

Amesterdao-106.JPG

Amesterdao-107.JPG

Amesterdao-110.JPG

Amesterdao-112.JPG

Amesterdao-113.JPG

 

Amesterdao_nos-11.JPG

 Óculos: Firmoo | Camisola: Romwe | Colar: SheInside

Graziela

Pág. 2/2