Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cherry Lips

Um blogue de lifestyle bem docinho!

Sex | 03.06.16

Uma visita ao Italian Burger & Lobster House

_SAM8451-38.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Descobrir novos espaços e provar novos sabores é uma das coisas que mais gosto de fazer e mesmo quando estava desempregada, pelo menos uma vez por mês gostava de ir experimentar um novo restaurante/café. Pois quer fosse uma refeição de preço médio ou barato era algo que me fazia sentir "normal", era uma recompensa pelo esforço que tinha feito naquele mês. Claro que, agora que estou a estagiar e tenho um cartão de refeição tem sido mais fácil conhecer novos espaços, por isso hoje escrevo-vos sobre um dos últimos espaços que tive a oportunidade de experimentar e entretanto repetir: o Italian Burger & Lobster House. Um restaurante situado mesmo junto ao Largo de Camões (Lisboa) com uma decoração moderna e bastante apelativa. Muito frequentado por turistas este espaço serve essencialmente hambúrgueres (carne, peixe e vegetariano) e lavagantes (cozidos ou grelhados). 

_SAM8450-37.JPG

_SAM8449-36.JPG

_SAM8453-39.JPG

O aquário dos lavagantes_MG_1629-40.JPG

A simpática equipa_MG_1631-41.JPG

_MG_1646-42.JPG

_SAM8446-34.JPG

_SAM8447-35.JPG

_SAM8408-22.JPG

Passando à refeição, começámos com uma entrada composta pelos tradicionais grissinis servidos com pasta de tomate assado, pasta de queijo ricotta e manteiga de corais. Três entradas bastante cremosas, mas com texturas e sabores bastante diferentes. A minha favorita foi a manteiga de corais, pois misturava uma série de "aromas marinhos" sem que nenhum ingrediente se sobrepusesse sobre outro._SAM8414-23.JPG

Porque o dia estava quente e sabia bem beber algo refrescante escolhemos a caipirinha e o mojito com mirtilos, dois cocktails que geralmente não acompanham refeições, mas que são bons para relaxar em almoços de domingo. A apresentação estava fantástica e o nível de doçura adequado, tanto que nos permitiu saborear os nossos pratos sem comprometer o paladar._SAM8417-24.JPG

Passando aos pratos principais começámos pelo lavagante grelhado, que estava fresquinho como manda a tradição, tinha acabado de sair do aquário. Com uma textura leve, este marisco não leva muitos temperos, pelo que pede um acompanhamento mais guloso, neste caso molho de manteiga, que habitualmente "rega" o lavagante e batatas fritas, mas nós preferimos experimentar os risottos de cogumelos (o castanho) e pesto (o esverdeado). Escolha que nos pareceu mais acertada e que não nos desiludiu. Ainda que, o risotto de cogumelos precisasse ali de mais qualquer coisa. 

_SAM8423-25.JPG

Como o domingo é o "dia da asneira" esquecemos a dieta e experimentámos também os hambúrgueres. Ele escolheu o "Modena", hambúrguer de vaca assente em bolo do caco, ovo estrelado, tomate assado, molho pomodor, queijo cheddar, azeitonas e manjericão. Para acompanhar, salada e batatas fritas "caseiras", fininhas e estaladiças tal como as que as nossas mães nos faziam quando éramos pequenos. A carne estava bastante suculenta e a mistura de ingredientes tornava-se bastante agradável.

_SAM8426-26.JPG

_SAM8429-27.JPG

_SAM8431-28.JPG

_SAM8432-29.JPG

Eu escolhi o "Sicília", um hambúrguer de atum assente em bolo do caco, base de espinafres salteados, molho pesto, mozarela panada e tomate cherry. Para acompanhar arroz thai e salada com tomate cherry, alface, rúcula e nozes e molho de iogurte. Um prato um pouco mais leve do que o de carne para poder guardar um espacinho para a sobremesa. Sem dúvida uma escolha acertada, primeiro porque o hambúrguer estava mesmo no ponto e segundo porque a mozarela panada foi uma agradável surpresa em termos de sabor e textura. Tão bom que da segunda vez que lá fui voltei a escolher este prato._SAM8434-30.JPG

_SAM8439-31.JPG

Por último, as sobremesas: crumble de pêra com uma bola de gelado de nata e pavlova de frutos silvestres e hortelã. Duas sobremesas com empratamentos bastante agradáveis, que se destacam pelas suas texturas, no caso do crumble, o crocante que se mistura com o quente da pêra e o frio do gelado e a pavlova que é estaladiça por fora e macia por dentro. 

 

No final, o balanço foi positivo, pois tanto a comida como o atendimento foram ótimos. Ah e até a música ambiente era espectacular, por isso tenho a certeza que vou voltar a este restaurante mais vezes (até porque eles aceitam cartão de refeição).

_SAM8442-32.JPG

Graziela
Qui | 02.06.16

Tratar dos olhos - Parte 1

_MG_1681-1.JPG

Fotos: Cátia Santos

 

É frequente preocuparmos-nos com o nosso corpo em geral, mas por vezes esquecemos-nos dos nossos olhos e a visão, tal como todos os nossos sentidos, é bastante importante. Tanto que devemos consultar o nosso optometrista no máximo de dois em dois anos, aliás quem tem condições mais severas deve fazê-lo de ano a ano. No entanto, eu andava um pouco desleixada e já não fazia uma consulta há quase três anos. Claro que, notava que algo se passava, até porque nos últimos meses enquanto estava ao computador preferia estar sem óculos. Nesse sentido, decidi que estava na hora de fazer alguma coisa.

 

Marcar uma consulta de optometria era o primeiro passo e depois logo via se precisava ou não de mudar a graduação. Chegado o dia da consulta desloquei-me à Optivisão e prontamente fui atendida pelo optometrista Rui Silva, que me fez todos os exames necessários para avaliar o estado da minha visão e concluiu que a minha miopia estava estabilizada, isto é, a minha graduação mantinha-se. Então qual era o meu problema? A conclusão a que chegámos é que as lentes oftálmicas que eu estava a usar não eram as mais adequadas, já que não tinham anti-reflexo e a sua qualidade não era por aí além. Algo que eu já suspeitava porque foram compradas através da internet e se numa óptica custam x e na internet custam menos de metade, algo não está bem. 

 

Como os meus trabalhos implicam ficar muitas horas à frente de um computador ou fotografar eventos onde estou sujeita a ver luzes intensas é bastante importante encontrar as lentes oftálmicas e a armação mais adequadas, mas disso falar-vos-ei num próximo post. 

 

Até lá deixo-vos com umas fotos deste primeiro "processo".

_MG_1686-2.JPG

_MG_1691-3.JPG

_MG_1695-4.JPG

_MG_1696-5.JPG

_MG_1707-6.JPG

_MG_1716-7.JPG

_MG_1723-8.JPG

 A minha foto "nerdy"

Graziela
Qua | 01.06.16

Novo passatempo no Facebook do blog

13240751_1156800467718614_3078013082557594082_n.jp

Sabem porque é que os produtos Terra Nostra são únicos e cheios de sabor? Porque são feitos com Leite de Vacas Felizes e para isso contribuem 5 pilares fundamentais. Descubram-nos em: http://www.terra-nostra.pt/programa-de-leite-de-vacas-felizes e habilitem-se a ganhar um cabaz de produtos Terra Nostra na página de Facebook do Vida de Desempregada.

 

Participem aqui!

 

PS: Não se esqueçam de participar no passatempo "Férias de Sonho".

Graziela

Pág. 2/2