Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Ser turista na minha cidade - Parte 50: Basílica da Estrela

Basilica_da_Estrela-1053.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Desde pequena que ouço falar sobre a Basílica da Estrela e porquê? Porque lá foram realizados os casamentos, batizados e funerais de muitas personalidades públicas, mas acima de tudo pela imponência deste edifício. E vocês perguntam: então porque é que nunca lá foste? Bem, até estive lá à porta algumas vezes, uma delas até tentei entrar, mas estava a decorrer a missa. 

 

Recentemente, aproveitando a visita da minha mãe decidi ir mostrar-lhe a Basílica da Estrela e como fomos durante o horário laboral pudemos ver tudo à vontade. Nomeadamente, o presépio barroco de Machado de Castro, que é talvez o presépio mais interessante que já vi, pois além da "cena" da natividade incorpora "cenas" quotidianas portuguesas: como a matança do porco, a taberna, etc. Para além disso, lá podem também ver o túmulo da rainha Dona Maria I, fantásticos lustres, a cúpula em mármore rosa e uma vista fantástica desde do terraço (mas, eu não fui porque não tinha dinheiro trocado eheheh). A entrada é livre, mas podem fazer uma contribuição para o restauro do presépio.

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui.  

Basilica_da_Estrela-1050.jpg

Basilica_da_Estrela-1051.jpg

Basilica_da_Estrela-1035.jpg

Basilica_da_Estrela-1040.jpg

Basilica_da_Estrela-1041.jpg

Basilica_da_Estrela-1042.jpg

Basilica_da_Estrela-1044.jpg

Basilica_da_Estrela-1048.jpg

Basilica_da_Estrela-1049.jpg

Basilica_da_Estrela-1026.jpg

Basilica_da_Estrela-1029.jpg

Basilica_da_Estrela-1030.jpg

O presépio de Machado de Castro

Basilica_da_Estrela-1021.jpg

Basilica_da_Estrela-1023.jpg

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 49: Festa Barroca

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Fotos: Graziela Costa

 

Ir ao Palácio Nacional da Ajuda (podem ver o "Ser Turista Na Minha Cidade" aqui) é sempre um prazer, mas vê-lo à noite é ainda mais majestoso. Os candelabros faustosos que iluminam as salas e os tecidos tornam-se ainda mais incríveis! Melhor só se juntarmos uma boa exposição e até dia 28 de fevereiro podem ver "Festa Barroca". Uma exposição que "ilustra e representa uma maneira diferente de contar a história, a arte e a cultura italianas, através da reconstituição dos sumptuosos trajes e do ambiente das cortes italianas na época barroca." Trajes que nos ajudam a viajar na história e que nos transportam aos tempos dos reis e rainhas. 

 

Eu tive a sorte de ir lá na sua inauguração e fiz algumas fotografias para vos mostrar e despertar em vós a vontade de visitar a "Festa Barroca".

 

A exposição em si grátis, mas têm de pagar para visitar o Palácio (a entrada custa 5€). No entanto, se levarem a declaração do centro de emprego ou forem no primeiro domingo do mês a entrada fica grátis.

 

 Vejam aqui outras visitas da série "Ser turista na minha cidade".

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Exposicao_Festa_Barroca_Palacio_Nacional_da_Ajuda-

Graziela

Mamma mia: Il Matriciano Al Mare!

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0967.jpg

 Fotos: Graziela Costa

 

Se há coisa que eu gosto é de comida italiana e se já era fã do Il Matriciano, quando soube que iam abrir o Il Matriciano Al Mare fiquei logo entusiasmada, até porque geralmente, quando como comida italiana são sempre pratos de carne.

 

Aproveitando a visita da minha mãe e com o objetivo de a animar um bocadino levei-a a conhecer o Il Matriciano Al Mare (gémeo do Il Matriciano cujas reviews podem ver aqui e aqui), um restaurante mesmo ao pé da Assembleia da República, em Lisboa.

 

Com uma decoração veraneante que nos transporta para aqueles restaurantes de beira praia, o Il Matriciano Al Mare tem um ambiente super acolhedor, mas o melhor é mesmo a comida.

 

Para começar serviram-nos um folhado de peixe super crocante com um molho de tomate delicioso. Depois degustámos alguns pãezinhos acabados de fazer, neste caso de alecrim, de tinta de choco (parece estranho, mas era bom), entre outros e claro, provámos um prosecco (também fazem isso no Il Matriciano).

 

Como entrada escolhemos uma Bruschetta con gamberi e pomodorini e fonduta di bufala, que estava deliciosa. Principalmente os camarões que estavam mesmo no ponto! Depois provámos dois novos pratos da carta do Il Matriciano Al MareStrozzapreti con vongole e tartufo e Chicche di patate con telline, gamberi, pomodorini e rucola. Duas pastas super deliciosas e com combinações de sabores bastante diferentes. Tão boas que a minha mãe até se emocionou por lhe lembrarem a comida que comeu quando fomos a Itália.

 

Para o final deixámos as sobremesas e que sobremesas! O  tradicional Tiramisú e Mille Foglie Alle Fragole, um folhado com creme de pasteleiro e fruta fresca. Uma combinação doce, mas sem ser enjoativa.

 

Em suma:  fomos tratadas como umas "princesas" e eu estou ansiosa por lá voltar.

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0973.jpg

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0976.jpg

Pormenores que fazem a diferença

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0984.jpg

 A sala interior

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0977.jpg

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0987.jpg

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0991.jpg

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0997.jpg

Bruschetta con gamberi e pomodorini e fonduta di bufalaRestaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0999.jpg

As trufas são cortadas no momento

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-1012.jpg

Strozzapreti con vongole e tartufo

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-1003.jpg

Chicche di patate con telline, gamberi, pomodorini e rucola

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-1009.jpg

Nhami!

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-1014.jpg

Tiramisú

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-1018.jpg

 Mille Foglie Alle Fragole

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-1016.jpg

As nossas sobremesas

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0980.jpg

Detalhes bonitos

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0982.jpg

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0983.jpg

Restaurante_Il_Matriciano_Al_Mare-0989.jpg

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 48: Casa dos Gessos

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8688.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 6D

 

A Casa dos Gessos é provavelmente um dos segredos mais bem guardados da cidade de Lisboa. Eu própria, apesar de viver cá há 8 anos só a descobri agora, através de um artigo da revista Time Out. Integrada no Museu Militar (que em breve também vos irei mostrar), a Casa dos Gessos guarda alguns dos moldes, das mais conhecidas estátuas nacionais: a estátua de D. José I (que podem ver no Terreiro do Paço), as estátuas de Sousa Martins (no Campo Mártires da Pátria), a de Afonso de Albuquerque (da Praça do Império), entre outras.

 

A Casa dos Gessos (localizada em frente ao Panteão Nacional, junto à Piscina de Alfama) pode ser visita às quartas-feiras das 10h30 às 12h30 e às quintas-feiras das 14h30 às 16h30. A entrada é livre.

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8656.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8658.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8660.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8664.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8670.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8673.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8674.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8675.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8681.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8683.jpg

Casa_dos_Gessos_Lisboa-8662.jpg

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 47: Mude fora de portas - Cidade Gráfica

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8012.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 6D

 

Desde pequena que adoro néons e quando vou de viagem farto-me de tirar fotografias a este tipo de "obra de arte". Assim, quando vi uma reportagem televisiva sobre a exposição "Cidade Gráfica" reservei logo um tempinho para ir visitá-la. 

 

Integrada no "Mude Fora de Portas", esta exposição dá-nos a conhecer alguns dos mais emblemáticos letreiros e reclames da Lisboa do século XX. Pelo meio podemos ainda ficar a conhecer um pouco mais sobre a evolução gráfica na publicidade nacional, o funcionamento de um néon e claro, tirar fotografias espetaculares.

 

"Cidade Gráfica" pode ser vista de terça a domingo, das 10h às 18h, no Convento da Trindade (Rua Nova da Trindade, nº 20, Chiado - Lisboa). A entrada é livre e agora deixo-vos algumas fotografias que decerto vos vão cativar a fazer uma visita a esta exposição.

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7953.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7946.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7950.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8017.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7955.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7959.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7964.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7969.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7971.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7977.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7982.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7985.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7990.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7992.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7995.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7997.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-7999.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8000.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8003.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8006.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8008.jpg

Mude_Fora_de_Portas_Cidade_Grafica-8016.jpg

Graziela

Fomos ouvir fado ao restaurante Coração da Sé

Coracao_da_Se-7206.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 6D

 

Para muitos Lisboetas ir a uma Casa de Fados é uma coisa sem interesse, mas para quem é de fora desperta bastante curiosidade. No meu caso, há muitos anos que queria ir a uma, mas nunca tinha companhia e aproveitando o facto de uma amiga do Porto se ter mudado para cá desafiei-a para irmos jantar com um voucher Odisseias.

 

Dei uma vista de olhos pelo site da Odisseias e pelo Zomato, e o restaurante Coração da Sé foi o que me despertou mais interesse. Voucher marcado e lá fomos nós e a surpresa não podia ter sido maior, pois quando lá chegámos, o nosso "cicerone" (que também era fadista) disse-nos que a primeira fadista ia ser a Maria Armanda. Não podíamos ter ficado mais felizes porque para além de muito conhecida, ela deu um belo espetáculo. Depois veio a comidinha e eu escolhi Lombinhos recheados com azeitonas e a Daniela, Bife de novilho à portuguesa com molho de mostarda acompanhado com batata frita (super estaladiças, nhami!). Ambos super apetitosos! Para acompanhar pedimos uma sangria branca que íamos bebericando enquanto ouvíamos o senhor Fernando e a Graça Maria, os outros fadistas "residentes".

 

Para o fim, mousse de chocolate e leite creme, duas sobremesas que caiem sempre bem, principalmente depois de uma noite bem divertida.

 

*Nota: as fotografas estão escuras porque o fado lá é ouvido à luz das velas, por isso ainda que tenha colocado um ISO muito alto era impossível conseguir melhores resultados.

Coracao_da_Se-7203.jpg

 Pão e azeitonas

Coracao_da_Se-7226.jpg

Lombinhos recheados com azeitonas

Coracao_da_Se-7227.jpg

Sangria BrancaCoracao_da_Se-7229.jpg

Bife de novilho à portuguesa com molho de mostarda acompanhado com batata fritaCoracao_da_Se-7236.jpg

Leite creme e mousse

Coracao_da_Se-7210.jpg

A fadista Maria ArmandaCoracao_da_Se-7215.jpg

Coracao_da_Se-7231.jpg

Coracao_da_Se-7238.jpg

A fadista Graça MariaCoracao_da_Se-7244.jpg

Eu e o fadista Fernando Rodrigues (não liguem à minha cara de tótó)Coracao_da_Se-7247.jpg

Nós e a fadista Graça Maria

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 46: ANIM

ANIM-6476.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 6D

 

Existem acasos que são mesmo felizes e o que me levou até ao Arquivo Nacional das Imagens em Movimento (ANIM) foi um deles, pois durante o MUVI vi um folheto da Cinemateca e vi que iam ter uma visita grátis a este espaço. Peguei no telemóvel enviei um email e no dia 16 de dezembro lá fui eu visitar o ANIM.

 

O Arquivo Nacional das Imagens em Movimento apesar de fazer parte da Cinema Portuguesa (em Lisboa) situa-se em Bucelas e para o visitarmos precisamos de uma autorização ou então podemos ir numa das visitas organizadas pela entidade. Eu tive sorte de ir numa dessas visitas e tive como guia o diretor do espaço o que foi bom porque fiquei a conhecer mais a fundo questões que apenas tinha abordado nas aulas de História do Cinema. Quanto ao que podemos ver no ANIM, basicamente tudo o que está relacionado com a imagem: câmaras, aparelhos de reprodução, cópia, exibição e claro, películas.

 

Quanto espaço em si posso dizer-vos que é fascinante e não me importava nada de trabalhar lá, mas o melhor é verem as fotografias abaixo.

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

ANIM-6389.jpg

ANIM-6395.jpg

ANIM-6398.jpg

ANIM-6404.jpg

ANIM-6407.jpg

ANIM-6412.jpg

ANIM-6414.jpg

ANIM-6420.jpg

ANIM-6426.jpg

ANIM-6430.jpg

ANIM-6433.jpg

 

ANIM-6439.jpg

ANIM-6444.jpg

ANIM-6450.jpg

ANIM-6454.jpg

ANIM-6459.jpg

ANIM-6461.jpg

ANIM-6463.jpg

ANIM-6465.jpg

ANIM-6469.jpg

ANIM-6477.jpg

ANIM-6480.jpg

ANIM-6482.jpg

ANIM-6487.jpg

ANIM-6488.jpg

Graziela

Fomos conhecer o Golf Spot

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5665.jpg

Fotos: Graziela Costa captadas com a Canon 6D

 

Adoro quebrar regras e fazer um almoço mais composto durante a semana é um daqueles programas que eu adoro e aproveitando o facto do J. ter tirado um dia de férias, fomos experimentar o menu executivo do Golf Spot. Um restaurante situado no topo da Cidade Universitário, em Lisboa.

 

Com uma sala bem decorada e uma iluminação fantástica, o Golf Spot é um restaurante mais conhecido pelo sushi, mas como nem eu nem o J. somos fãs deste tipo de comida escolhemos pratos mais "comuns".

 

Começámos com um couvert composto por pão, azeitonas em azeite e alho e uma manteiga super macia. Seguiu-se um creme de legumes bem quentinho, que ajudou a saciar a fome que trazíamos. Para pratos principais escolhemos: Risotto de Farinheira Crocante, Uvas e Cebola Confitada, que além de um empratamento interessante era super saboroso, mas que a grande surpresa era a mistura agri doce entre a farinheira e as uvas e depois provámos uma lasanha vegetariana, que apesar de boa precisava de um pouco mais de bechamel ou molho de tomate para não se tornar tão seca.

 

Por fim as sobremesas: Brownie de Chocolate com Gelado de Baunilha e Framboesas, que tinha uma textura mousse fantástica e um nível de doçura ideal, e Tarte Merengada de Lima, talvez a melhor que comi até hoje, pois era saborosa e como não era muito doce, não se tornava enjoativa.

 

Para terminar café e um carioca de limão porque eu já não consigo acabar uma refeição sem um cházinho. 

 

Em termos de preços, posso dizer-vos que não é um menu barato, pois custa 14,50€ por pessoa, mas é um daqueles menus para ocasiões especiais.

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5671.jpg

Couvert

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5673.jpg

Creme de legumesRestaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5680.jpg

Risotto de Farinheira Crocante, Uvas e Cebola Confitada

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5679.jpg

Lasanha de legumes

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5689.jpg

Brownie de Chocolate com Gelado de Baunilha e Framboesas

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5694.jpg

Tarte Merengada de Lima

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5697.jpg

O espaço super elegante

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5706.jpg

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5710.jpg

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5713.jpg

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5715.jpg

O bar

Restaurante_-Golf_Spot_Lisboa-5716.jpg

A vista para o campo de golf

Graziela

Ser Turista na minha cidade - Parte 45: Hippotrip

Hippotrip_Lisboa-5722.jpg

Fotos: Graziela Costa e Vitor360 captadas com a Canon 6D

 

Há muito tempo que não fazia um post para a rubrica "Ser Turista na minha Cidade", mas quando a Odisseias me convidou para ir andar Hippotrip pensei logo: "aqui está a oportunidade perfeita para voltar à escrita". Assim, numa destas tardes eu e mais alguns bloggers e personalidades públicas fomos dar uma mini voltinha de neste veículo anfíbio.

 

A excitação era muita, pois há muito que queria andar de Hippotrip, mas confesso que naquele momento em que ele "mergulha" para o rio senti um bocadinho de medo, mas depois foi só deixar-me levar e aproveitar a paisagem, até porque o pôr do sol naquele dia estava lindo. Pelo meio fomos tendo algumas explicações turísticas do nosso divertido guia que volta não volta  nos punha a gritar como um grupo de turistas chineses, mas acreditem foi muito divertido e abriu-me o "apetite" para fazer um passeio completo, visto que este foi apenas um percurso de amostra.

 

Para quem também quiser partir à aventura no Hippotrip recomendo-vos uma vista de olhos no site da Odisseias, pois eles têm este tipo de experiência a preços mais convidativos. Ah e não se esqueçam de levar cachecol, luvas e gorro porque já faz frio. ;)

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

Hippotrip_Lisboa-5730.jpg

Hippotrip_Lisboa-5737.jpg

Hippotrip_Lisboa-5738.jpg

Hippotrip_Lisboa-5741.jpg

Hippotrip_Lisboa-5746.jpg

Hippotrip_Lisboa-5750.jpg

Hippotrip_Lisboa-5761.jpg

Hippotrip_Lisboa-5752.jpg

Hippotrip_Lisboa-5758.jpg

Hippotrip_Lisboa-5764.jpg

Hippotrip_Lisboa-5767.jpg

Hippotrip_Lisboa-5772.jpg

Hippotrip_Lisboa-5776.jpg

Hippotrip_Lisboa-5777.jpg

Hippotrip_Lisboa-5785.jpg

Hippotrip_Lisboa-5798.jpg

Hippotrip_Lisboa-5793.jpg

Hippotrip_Lisboa-5801.jpg

Graziela

Onde vamos jantar esta noite? A Bicicleta

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002430.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Lembram-se do passatempo que lancei no mês passado a convidar dois leitores do Vida de Desempregada para jantarem comigo? Pois é, as vencedoras do sorteio foram a Tânia e Daniela e no dia 24 de novembro fomos juntas à inauguração do resturante A Bicicleta.

 

Situado dentro do Novotel, em Lisboa, o restaurante A Bicicleta tem um conceito bastante interessante, pois apresenta-se como uma oficina de petiscos onde podemos descobrir os sabores mais típicos de Lisboa, mas de forma saudável.

 

Como fomos ao Bicicleta no dia da apresentação, o restaurante estava dividido em "estações" nomeadamente: Baixa, Chiado, Bairro Alto, Alfama e Belém e nelas pudemos provar petiscos como uma salada de polvo com uma apresentação gourmet, um preguinho de secretos de porco preto, bacalhau à Zé do Pipo em frasco, gambas marinadas (que estavam ótimas), tapas com conservas portuguesas, etc. Tudo isto num ambiente cool e descontraído, até porque as mesas são corridas e puxam ao convívio. Assim, se procuram um bom local para relaxar depois do trabalho ou para fazer um jantar de amigos A Bicicleta é o local certo. Nós pelo menos divertimos-nos muito!

 

Destaque também para os cocktails de fruta e as sobremesas que misturam técnicas de cozinha de fusão e que nos surpreendem pelo seu aspeto e sabor.

 

A ementa está a cargo do chef Carlos Pedro e até 31 de maio de 2017 quem for almoçar a este restaurante, ao domingo, e levar a sua bicicleta tem um desconto imediato de 20%. 

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002431.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002441.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002447.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002449.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002453.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002461.jpg

Uma boa banda de jazz a acompanhar 

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002437.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002455.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002464.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002467.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002469.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002471.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002476.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002480.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002482.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002457.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002484.jpg

Restaurante_A_Bicicleta_Lisboa-002487.jpg

 Ai estes brigadeiros eram um sonho!

2016-12-15 04.57.04 3.jpg

 Nós :)

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.