Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

A televisão e os extremos

 

Anteontem fui a casa do irmão do meu namorado e ele e a namorada estavam a ver um episódio do programa "Super Avarentos" (que passa no Discovery Channel). Nesse episódio mostravam como vivia Kate, uma jovem na ordem dos 30 anos, que vive sozinha em Nova Iorque e para gastar o menos possível faz de tudo. E quando eu digo "tudo" é mesmo tudo. Ao longo do episódio Kate é mostrada a recolher móveis no lixo (algo que eu eu não sou contra, aliás em Barcelona há um dia da semana em que as pessoas colocam os móveis à porta para que outros recolham), a ir a feiras de trocas (algo que eu também sou apologista), entre outras coisas, as quais algumas nem quero mencionar porque simplesmente me deram nojo, mas o que me chocou mais foi quando ela se vestiu como uma sem abrigo para ir recolher comida que estava no lixo de um supermercado. Esta pessoa, segundo o que foi mostrado no programa andou na universidade e tem um trabalho, ou seja não tem necessidade de fazer isso. É simplesmente ganância!

 

O problema de se mostrar este tipo de exemplos na televisão é que depois as pessoas pensam que por se ser poupado se fazem coisas como estas. Os sem abrigo não vão recolher comida porque querem, mas sim por necessidade e não deve haver vergonha em se ter necessidades. Tomáramos nós que esse flagelo não acontecesse na sociedade.

 

Outra coisa, da qual se fala muito é o "Extreme Couponing", no entanto, confesso que nunca vi esse programa (não tenho TV por cabo por opção), mas já me disseram "ah tu és como aquelas pessoas do programa de TV". Ás vezes isso chateia-me um pouco porque a maioria das pessoas querem dizer isso numa de atacar. Na verdade e como já falei disso antes  aqui no blog, não tenho um stock na dispensa, muito menos espaço para o guardar, depois não parece que comprar coisas como por exemplo dez espátulas, ainda que no total nos custe um euro, seja uma boa política. O que eu quero dizer não é que sou contra os stocks nem os cupões, aliás sempre que vejo uma boa promoção de algo que me dá jeito, pois claro que aproveito. Sou é contra a ganância e certas coisas a que se dão destaque na televisão porque depois as pessoas generalizam.

 

E vocês o que acham sobre este assunto? Gostava muito de ouvir as vossas opiniões.

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

10 comentários

Comentar post