Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Cherry Lips

O My Cherry Lips nasceu da minha vontade de partilhar com os outros tudo o que eu gosto e que faz parte do meu dia a dia. Moda, Beleza, Lifestyle são os seus temas principais. Visitem!

Qua | 02.12.15

Bem vinda a casa Marieta!

Pequenas-2.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Desde que a Júlia (cadela) veio viver cá para casa que eu e o meu namorado falávamos em ter um robot de limpeza. No meu caso pela questão de ser mais prático, no caso dele porque tinha curiosidade em saber como funciona este tipo de aparelho. Bem, esse momento chegou finalmente há umas semanas atrás e mal abrimos a caixa e vimos o Vileda Relax cleaning robot percebemos logo que nome lhe íamos dar: Marieta!

 

Despachámos-nos a abrir a embalagem, a tirar os plásticos e a dar uma vista de olhos pelo manual de instruções. Lá dizia que o robot precisava de carregar 12 horas, isto quando se vai ligar pela primeira vez, depois só precisa de 4 horas. No entanto, estávamos com tanta ansiedade para o pôr a funcionar que o João chegou mesmo a ligá-lo uma vez, mas eu disse "não espera vamos fazer como diz no livro" e assim fizemos.

 

Depois, mal ligámos o robot, a Júlia veio a correr para tentar perceber o que era aquela coisa redonda que andava a passear sozinha pela sala, mas desta vez não ladrou, o que é bom porque habitualmente quando ligamos o aspirador ela vai esconder-se e às vezes até ladra com o medo, ou seja o robot tinha conseguido a sua primeira vitória.

 

Agora, só tinha de nos convencer a nós, por isso pusemo-lo à prova na minha sala, que é a maior divisão da minha casa e aquela onde passo mais tempo com a Júlia, por isso é provavelmente a que precisa de mais manutenção. Como este aparelho tem três programas de limpeza (S – o robot limpa durante 5 minutos (áreas muito pequenas); M – o robot limpa durante 30 minutos (área até 25m²) e L – o robot limpa durante 60 minutos (área superior a 25m²)) e nós queríamos ver como ele se comportava numa situação complicada escolhemos o programa L. Assim, enquanto ele se passeava pela sala fomos para a cozinha, mas de vez em quando íamos deitar um olhinho para ver como é que ele fazia quando se aproximava de um obstáculo e é engraçado porque ele batia suavemente nos objetos (tem um pára-choques), mas depois desviava-se e continua a fazer o seu trabalho.

 

Passado algum tempo veio ter connosco à cozinha, isto porque tem um sistema de navegação que o torna completamente autónomo e vai limpando a casa até ficar sem bateria (dura 80 minutos, o que para a minha casa chega perfeitamente). Para além disso, como é pequeno chega a áreas às quais eu não consigo chegar ou que tenho de afastar móveis para conseguir limpar, por isso acho que este foi o melhor electrodoméstico que veio cá parar a casa nos últimos anos.

 

Depois da limpeza completa convém fazer a manutenção do robot e para isso basta:

  1. Esvaziar o depósito de sujidade
  2. Limpar o filtro
  3. Limpe as escovas rotativas principais
  4. Limpe a câmara de vácuo do aspirador
  5. Limpe os sensores de desnível

 

Simples, não?

 

Em suma: estou super satisfeita com o meu Vileda Relax cleaning robot , pois agora basta chegar a casa ligá-lo e continuar a fazer as minhas tarefas diárias enquanto ele aspira. Para além disso, acabaram-se os pelinhos de cão difíceis de apanhar. 

 

Pequenas-3.JPG

Pequenas-4.JPG

Pormenor das escovas

Pequenas-5.JPG

Pequenas-7.JPG

O filtro

Pequenasb-1.JPG

O carregador

Pequenas-8.JPG

Em acção. Podem também vê-lo a trabalhar no meu Instagram.

Pequenas-9.JPG

Pára-choques

Pequenas-10.JPG

Pequenas-11.JPG

Os acessórios

Pequenas-15.JPG

Depois da limpeza completa

Graziela

3 comentários

Comentar post