Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Cherry Lips

Um blogue de lifestyle bem docinho!

Ter | 06.05.14

Receitas: Bolo para a minha mãe

 

 Fotos: Graziela Costa

 

Como já aqui mencionei antes, os bolos da minha mãe são muito bons e com o dia da mãe a chegar queria muito mostrar-lhe os meus dotes culinários. Assim, passei a manhã inteira a fazer este bolo. Apesar de ela não o ter provado, pois está a mais de 300km de distância, mandei-lhe fotos e partilhei o bolo com os meus amigos. Acho que pelo menos issso a fez feliz. Para além disso, foi mais uma forma de me preparar para o World Baking Day.

 

Ingredientes

 

Bolo

5 ovos
2 chávenas de Açúcar Moreno Sores

2 chávenas de farinha com fermento para bolos Nacional

Meia chávena de Vaqueiro líquida

1 cálice de licor de Limão da Chocolicor

 

Recheio

Doce de cherovia com goji da Cherosabor

 

Cobertura

150ml de queijo creme Pur Natur

100ml de natas frescas Pur Natur

50g de açúcar

1 punhado de Mix de Vitaminas e Minerais da Föld

1 punhado Cereais e frutos secos da Yonest

 

Preparação

1. Bata as gemas de ovos com o açúcar moreno.

2. Junte um cálice de licor de limão e misture bem. 

4. Numa taça à parte bata as claras em castelo.

3. Adicione manteiga, as claras e a farinha mexendo sempre. 
4. Deite numa forma previamente untada com manteiga e farinha e leve ao forno médio durante cerca de 40 minutos.

5. Desenforme o bolo e deixe arrefecer um pouco. 

6. Com a ajuda de uma linha circule o bolo e parta a toda a volta.

7. Recheie com o doce de cherovia.

8. Numa taça misture o queijo, as natas e o açúcar. Bata com a varinha mágica.

9. Barre o bolo com o preparado e decore com os cereais e mix de vitaminas.

10. Conserve no frigorifico até à hora de servir.

 

PS: Se fizerem este bolo aconselho-vos a promover uma corridinha para queimar as calorias.

 

 

 

Já agora, falo-vos na  Cherovia, chirívia, cherovia, cheruvia ou pastinaga (Pastinaca sativa), uma raiz que se usa como hortaliça, relacionada com a cenoura, embora mais pálida e com sabor mais intenso do que esta. O cultivo remonta a tempos antigos na Eurásia: antes do uso da batata, a cherovia ocupava o seu lugar. Em Portugal, é cultivada na região da Serra da Estrela.

 

A Cherovia combina facilmente com outros frutos e podem encontra-la em doce na Cherosabor, uma pequena empresa que costuma estar presente em diversos mercados, mas que também vende online.

 

 

Nesta receita em vez de usar o tradicional sumo de limão, preferi usar um licor de limão da Chocolicor, uma pequena empresa de cariz familiar localizada nas Caldas da Rainha, e que produz uma vasta gama de licores, como a famosa Ginja d'Óbidos.

 

 

Graziela