Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Receitas rápidas: Massa das cores com atum e cogumelos

_MG_3850aa.png

Fotos: Graziela Costa

 

Quando era miúda adorava ir a casa da minha tia São almoçar ou jantar porque ela fazia muitas vezes massa das cores. Não sei se era pelo sabor ou se era por achar piada às diversas cores daquelas espirais, mas divertia-me imenso a comer massinha por massinha e ainda hoje volta na volta faço, ora com carne ora com atum.

 

Hoje, partilho uma daquelas receitas básicas que qualquer estudante / pessoa que acabou de começar a viver sozinho consegue confecionar com sucesso e que é capaz de impressionar qualquer namorado / namorada. 

 

Ingredientes

(para 2 pessoas)

2 copos de massa das cores

1 colher de sopa de azeite Casa Anadia

Margão Segredos Alho e Salsa 

Sal com orégãos (Salinas Várzea da Marinha)

1 cebola pequena

1 lata de atum

200ml de creme de Soja (Shoyce)

1 lata pequena de cogumelos laminados

 

Preparação

1. Parta a cebola em pedaços.

2. Num tacho leve a alourar num fio de azeite. 

3. Deite a água quente (aqueçam com o fervedor eléctrico, pois fica mais barato), o sal e a massa.

4. Deixe cozinhar em lume brando.

5. Num tacho à parte coloque o creme de soja, o atum escorrido e os cogumelos.

6. Tempere com sal, Margão Segredos Alho e Salsa  e deixe cozinhar em lume bando.

7. Quando a água da massa já tiver escorrido quase toda, acrescente a mistura do atum e dos cogumelos.

8. Envolva tudo e acompanhe com um bebida à escolha, eu por exemplo acompanhei com Frize Limão.

_MG_3862aa.png

_MG_4125aa.png

_MG_3847aa.png

Graziela

Receitas rápidas: Massada à minha maneira

_MG_2871-4.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Eu sou uma "marmita lover" e todos os dias levo religiosamente a minha lancheira para o trabalho. Este foi um hábito que ganhei no meu primeiro estágio, em 2010, e até hoje levo sempre um lanchinho para onde quer que vá. É económico, pois não gasto dinheiro em refeições fora, mas também é uma forma de controlar a minha dieta, ainda que a receita que vos trago hoje seja um pouco calórica.

 

Esta receita surgiu de um desafio que SmartLunch fez a 50 bloggers, no sentido de criarem uma receita para levarem na SmartBento. Eu fiz uma massa super simples, mas bastante saborosa e que levei muitas vezes para os meus almoços quando estava nesse primeiro estágio (agora, é mais legumes com peixe cozido eheheh).

 

Sem mais demoras, aqui fica uma massa à minha maneira.

 

Ingredientes

(para mais do que uma refeição)

1 punhado de massa esparguete

1 colher de sopa de Azeite São Mamede

Margão Segredos Alho e Salsa 

Sal com orégãos (Salinas Várzea da Marinha)

1 cebola pequena

1 lata de atum

Pedacinhos de bacon cortados grosseiramente

1 punhado de mistura de sementes Rise Live (Origens Bio)

1 punhado de sementes de girassol (Sementina)

200ml de Creme de Soja (Shoyce)

1 lata pequena de cogumelos laminados

 

 

Preparação

1. Parta a cebola em pedaços.

2. Num tacho leve a alourar num fio de azeite, com o bacon já partido em pedaços. 

3. Quando o bacon já estiver tostadinho retire do lume e reserve.

4. Deite a água quente (aqueçam com o fervedor eléctrico, pois fica mais barato), o sal e a massa.

5. Deixe cozinhar em lume brando.

5. Num tacho à parte coloque as natas, o atum escorrido, os cogumelos e bacon.

6. Tempere com sal, Margão Segredos Alho e Salsa  e deixe cozinhar em lume bando.

7. Quando a água da massa já tiver escorrido quase toda, acrescente a mistura do atum, bacon e cogumelos.

8. Envolva bem e acrescente as sementes.

9. Sirva quente e reserve um pouco para a marmita do dia a seguir. 

 

_MG_2823-1.JPG

Marmita SmartBento (SmartLunch)

Lancheira (Donna Xica)

_MG_2856-2.JPG

_MG_2865-3.JPG

_MG_2886-5.JPG

_MG_2894-7.JPG

Graziela

Receitas rápidas: Empadão de atum

_MG_6744aa.png

Fotos: Graziela Costa

 

Quando andamos na faculdade aprendemos a fazer milhentas receitas com atum e uma das que eu mais gostava, e melhor me saída era mesmo o empadão de atum. Como há uns tempos partilhei convosco a minha receita de empadão de carne, hoje partilho um de peixe e quem sabe um dia destes também não faço um empadão de legumes. 

 

Se querem um prato rápido e que 90% das pessoas gosta, esta é a receita certa. 

 

Ingredientes

1 Lata de Atum (A Tua Despensa)

Puré de batata (A Tua Despensa)

Leite meio gordo (A Tua Despensa)

Aneto qb. (Margão)

 2 colheres de sopa de Cebola Picada (Flor das Hortas)

Polpa de Tomate (Flor das Hortas)

Pimenta Preta moída qb.

1 colher de sopa de Margarina (Vaqueiro Líquida)

Sal q.b. (Rui Simeão - Tavira Sal)

Tabasco Red

Azeitonas (do quintal dos meus pais)

 

Preparação 

1. Escorra o óleo do atum. Numa frigideira prepare um refogado (o atum fica sempre com um pouco de óleo, por isso não vai queimar) com  a cebola picada. Deixe alourar.

2 - Tempere com aneto e umas gotinhas de Tabasco.

3 - Leve ao lume e deixe cozer em lume brando.

4 - Vá mexendo de vez em quando e acrescente 2 ou 3 colheres de polpa de tomate. Quando o atum já tiver formado um molho cremoso retire do lume.

5 - Num tacho faz-se o puré seguindo as instruções da embalagem, acrescenta-se uma colher sopa de margarina e tempera-se com sal e pimenta a gosto.

6 - No fundo de um pirex coloca-se uma camada de puré, depois uma camada de atum e mais uma camada de puré.

7 - Decore com azeitonas. Também pode colocar uma gema de ovo batida, mas eu gosto mais do sabor do puré tostadinho. 

 

Acompanhe com bom um vinho branco fresco. Eu acompanhei com Pé Posto Branco Reserva 2011 (Quinta de Mosteirô).

 

_MG_6734aa.png

_MG_6745aa.png

_MG_6752aa.png

_MG_6757aa.png

_MG_6877aa.png

_MG_6687aa.png

Graziela

Receitas rápidas: Pâté de atum com tostinhas de tomate

  Fotos: Graziela Costa 

 

Nos próximos dias vou estar fora, pois vou ao Fusing - Culture Experience, na Figueira da Foz, mas antes disso quero partilhar convosco uma receita que há muito pensava fazer, mas que só me decidi depois de no mês passado ter ido ao Super Bock Super Rock com uns amigos e um deles ter levado um belíssimo pâté de atum (palminhas para o Bruno!).

 

Também o facto da Hellmann's me ter enviado um press kit com a sua maionese, que está de volta ao mercado português (e que provavelmente vocês até já viram por aí, pois os anúncios aparecem muito no Youtube) fez com que eu me decidisse a fazer finalmente um pâté de atum. Se nunca fizeram, experimentem porque a receita é bem fácil, mas atenção, usem uma maionese bem consistente senão o pâté desfaz-se. Não me querendo gabar, mas para primeira experiência ficou muito bom! Agora é a vossa vez de experimentar.

 

Ingredientes

Pâté

1 Lata de atum

Maionese Hellmann's (a quantidade depende do vosso gosto)

Margão Segredos Alho e Salsa qb.

Rústica Tostada - Biscottina Tomate

 

Salada

Alface fresca

Sésamo dourado (Margão)

Sementes de girassol

Sal fino

Sementes de linhaça moída

1 fio de Azeite São Mamede

 

Preparação

 

Pâté

1. Escorra o azeite da lata de atum e coloque o atum numa taça.

2. Adicione a maionese e vá mexendo.

3. Junte Margão Segredos Alho e Salsa qb. Volte a mexer.

4. Sirva em tostas ou acompanhe com salada.

 

Salada

1. Lave a alface e parta em pedaços grosseiros.

2. Junte as semente de girassol, o sésamo dourado e a linhaça.

3. Tempere com sal e azeite.

4. Mexa a salada e sirva na hora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Graziela

Receitas com Saloio

Recentemente, tive o prazer de ser desafiada para confecionar três receitas (entrada, prato principal e sobremesa) com os produtos Saloio e Palhais. Como eu gosto de receitas rápidas e baratinhas, decidi fazer três pratos que qualquer pessoa consegue fazer facilmente. Espero que gostem e experimentem!

 

 

 

 

Graziela

Receitas rápidas: Crackers com cogumelos e chutney verde

 Fotos: Graziela Costa

 

Hoje, trago-vos uma receita para uma entrada ou mesmo para um lanche. É simples e rápida, por isso acho que vocês vão gostar.

 

Ingredientes 

Cogumelos Shiitake (usei ii - shiitake em troncos / shiitake on logs)

1 embalagem de crackers com arroz tufado (usei Du Bois de la Roche)

Chutney verde da Compotas Chutneys

Queijo flamengo

Azeitonas (orgulhosamente colhidas pelos meus pais)

Azeite (também feito pelos meus pais)

Sal (usei Rui Simeão)

Pimenta preta

Tomate

 

Preparação

1. Coloque as crackers sobre a tábua e espalhe com queijo flamengo ralado ou esfarelado.

2. Deite uma colher de café de chutney verde (também podem substituir por outro chutney ou molho).

3. Salteie os cogumelos previamente lavados e cortados num bocadinho de azeite e tomate. Tempere com uma pitada de sal e pimenta preta.

4. Coloque uns cogumelos e uma azeitona a enfeitar.

5. Leve ao microondas uns segundos para o queijo derreter e sirva de imediato.

 

 

 

 

 

Nesta receita, experimentei o chutney verde da Compotas Chutneys, ainda bem que ele existe porque aqui há uns tempos tentei fazer um chutney e aquilo ficou uma porcaria (ora ficava muito doce, ora salgado). Estes são mesmo nhami e são artesanais! O chutney verde que usei leva coentros, açúcar, salsa e vinagre. Pode ser usado em saladas, a acompanhar marisco, etc.

 

Por exemplo, hoje trago para o almoço uma sandes de queijo fresco, rúcula e chutney verde. Para conhecerem estes e outros produtos podem ver a página de Facebook da Compotas Chutneys, para quem ainda tem dúvidas e gostava de experimentar, sugiro uma ida ao Mercado Gourmet, que acontece este fim de semana no Campo Pequeno (Lisboa).

 

 

 

Confesso que não sou grande apreciadora de bolachas de arroz tufado (aquelas redondas) porque normalmente não sabem a nada, mas os pedaços de arroz tufado em crackers normais ganha bem mais sabor. Para além disso, para este tipo de entrada é melhor usar crackers porque não se desfazem quando vão ao microondas. 

 

*As tábuas de cozinha que aparecem nesta receita são da Gradirripas. 

Graziela

Receitas rápidas: Atum à bolonhesa

 Fotos: Graziela Costa

 

Este fim de semana decidi fazer um prato que gosto bastante: massa à bolonhesa, mas como não tinha carne picada decidi experimentar com atum e cogumelos.

 

Espero que gostem do resultado. A mim soube-me bastante bem.

 

Ingredientes

1 Cebola

Massa esparguete

Polpa de tomate

Azeite

Cogumelos Shiitake (usei ii - shiitake em troncos / shiitake on logs)

2 Latas de atum

Sal (usei Rui Simeão)

Tabasco Red

Pimenta preta

Orégãos

Água

 

Preparação

 

1. Coza o esparguete em água, sal e um fio de azeite até ficar "al dente".
2. Num tacho, leve ao lume a cebola (cortada em pedaços) e o atum.  Deixe refogar durante 3 minutos.

3. Tempere com pimenta preta , orégãos e umas gotinhas de Tabasco Red.

5. Quanto já estiver tudo "douradinho" junte os cogumelos partidos em pedaços, a polpa de tomate e mexa.

6. Deixe cozinhar entre 10 a 15 minutos até o molho ficar bem apurado.
7. Depois do esparguete cozido, escorra-o no escorredor.

8. Decore o prato e sirva o queijo à parte (pode usar queijo flamengo já meio seco, que ralaram previamente).

 

 

Como já mencionei em cima, nesta receita usei cogumelos Shiitake e, para quem conhece, estes cogumelos são originários do Japão / Coreia, sendo produzidos em troncos de madeira. 

 

Eu conheci estes cogumelos através do Célio do Sweet Gula e fiquei fã do conceito e desta comunidade. A ii - shiitake em troncos / shiitake on logs, nasceu da paixão por este tipo de cogumelos, mas a ideia é passar este amor a mais pessoas. Assim, criaram as iiRMANDADES, isto é grupos de pessoas, que se juntam para comprar cogumelos. É divertido e poupamos dinheiro.


Já agora, deixo-vos o regulamento da iiRMANDADE:

i - Arranja, no mínimo, três iiRMÃOS para criar uma iiRMANDADE (o criador da iiRMANDADE será o nosso iiNTERLOCUTOR e terá algumas benesses…);

ii -Dá um nome à tua iiRMANDADE (exemplo: a iiRMANDADE DO ANEL, se trabalhas numa ourivesaria ou se és o Frodo Baggins);

iii - Encomenda e nós entregamos aí (as encomendas, preços e datas de entrega estarão sujeitas a um regulamento que forneceremos consoante consulta por correio electrónico);

iv - se gostas da ideia, partilha (não queremos iiRMANDADES de pessoas egoístas)

 

 

 

 

  

Toda a gente já ouviu falar do Jamie Oliver, um chef britânico, que ao longo dos últimos anos tem tido grande destaque no panorama gastronómico mundial, mas o que a maioria das pessoas não sabe é que ele usa produtos portugueses, nomeadamente: tábuas de cozinha.

 

Ora essas tábuas, são produzidas pela Gradirripas, Lda., uma empresa familiar, propriedade da família Violante, oriunda de Pernes, concelho de Santarém.  Esta empresa dedica-se, sobretudo, ao fabrico de caixas em madeira para vinhos e produtos gourmet, bem como à produção de outros artigos em madeira, nomeadamente tábuas de cozinha.

 

Hoje, mostro-vos aqui algumas dessas tábuas. Tábuas essas, que me vão acompanhar ao longo de muitas receitas. Já agora, elas estão em promoção no site da Goodlife. Aproveitem porque elas são lindas!

 

 

Graziela

Sugestão de fim de semana - Empadas de atum

Apesar de ainda não estarmos a meio do mês, as finanças não andam muito bem por aqui, mas é nestas alturas que tenho mais criatividade na cozinha.

 

Aqui há uns tempos comprei uma embalagem de massa fina BUITONI (experimente grátis aqui) e foi assim que me lembrei de fazer umas empadas com alguma coisa que tivesse cá por casa.

 

Tinha uma lata de atum, um bocado de cebola e cogumelos que sobraram do jantar de ontem e mais uns palitos de delicias do mar.

 

Deitei mãos à obra e aqui vos deixo a receita.

 

Empadas de atum

 

Ingredientes:

 

1 embalagem de massa fina BUITONI - 160g

1 embalagem de atum

5 palitos de delícias do mar

Meia cebola

Meia embalagem de cogumelos laminados

1 dente de alho

Pimenta a gostos

Coentos para decorar

Polpa de tomate (ou ketchup senão tiver tomate)

 

Comece por colocar num tacho os cogumelos, o atum, a cebola, o alho e as delicias do mar aos bocadinhos, mexa até fazer um refogado.

 

 

Unte as formas com manteiga e polvilhe com farinha, seguidamente coloque a massa e recheie com o preparado que havia feito.

 

 

Com outra rodela de massa tape a forminha e polvilhe com alguns coentros.

 

Leve ao forno a 180º durante 40 minutos, deixe arrefecer e desenforme.

 

 

Tcharannnn!

 

Para quem nunca tinha feito empadas nem nada parecido acho que até me safei bem, pois estão bastante saborosas e já fiquei com lanche para os próximos dias.

 

Deixo também uma sugestão de uma prendinha para os mais novos.

 

 

Peçam a vossa tshirt aqui.

 

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.