Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

10 bandas a não perder no Super Bock Super Rock 2016

imageserver.jpg

O Super Bock Super Rock começa já amanhã e eu vou lá estar a fotografar para o Festivais de Verão! Aliás, não podia deixar de ir ver os The National ou não fossem eles uma das minhas bandas de eleição, mas claro há sempre novos nomes para descobrir.

 

Da Pop dançável dos Disclosure, passando pelo Rock do Iggy Pop e terminando no Hip-Hop do Kendrick Lamar, na edição de 2016 do SBSR vamos podemos ver de tudo um pouco. E o melhor é que o festival é mesmo no centro de Lisboa, por isso vão poder chegar a casa bem rápido. Ainda assim, deixo-vos uma ajudinha extra para pouparem tempo e dinheiro: códigos para táxis/transportes grátis.

 

Mytaxi (táxis normais, mas não têm de ficar na fila à espera)

Download: Android ou IOS

Código de 15€: graziela.cos

 

UBER (carros de luxo, com tarifa dinâmica)

Download: Android ou IOS

Código de 10€: ubergrazielac1

 

Cabify (semelhante ao UBER, mas tem tarifa fixa)

Download: Android ou IOS 

Código de 8€: grazielac1

 

Até lá fiquem com as 10 bandas que não podem perder neste festival!

 

PS: Não se esqueçam de ir acompanhando a minha ida ao festival no Instagram e no Facebook do Vida de Desempregada.

The National

 

Disclosure

 

Iggy Pop

 

Massive Attack

 

Kurt Vile

 

Mac DeMarco

 

Kendrick Lamar

Orelha Negra

 

Lion Babe

 

Bloc Party

Graziela

10 bandas a não perder no Super Bock Super Rock

dEUS

Este ano assiná-lo dez anos desde que fui pela primeira vez ao Super Bock Super Rock! Lembro-me perfeitamente da minha entrada naquele recinto, dos dias que antecederam o festival, da minha ansiedade e de chatear a minha prima Carla para ir comigo. Na altura, com apenas 17 anos era super fã dos Incubus (ainda sou!), dos Audioslave, mas estava também ansiosa por ver System Of A Down (ainda tenho a t-shirt que comprei nesse concerto), o mitíco Iggy Pop & The Stooges (que anos mais tarde finalmente consegui fotografar), o Marilyn Manson e os Blind Zero

 

Agora, em 2015 posso dizer que já assisti a metade da história do Super Bock Super Rock e que estou muito feliz por regressar ao Parque Tejo. Espero também que nesta edição assistia a grandes concertos como assisti ao longo destes últimos dez anos. Claro que, o concerto que mais quero ver são os dEUS, pois são uma das minhas bandas favoritas e curiosamente a primeira vez que os vi foi no dia dos meus anos, no SBSR de 2006, para além disso estou "mortinha" por rever Blur, Palma VioletsUnknown Mortal Orchestra, conhecer o novo projeto dos Franz Ferdinand com os Sparks e dançar ao som de Kindness.

 

Mais uma vez estarei a fotografar este festival para o site Festivais de Verão, mas podem ir-me acompanhando através do Instagram e do Facebook. Isto, se o meu telemóvel não me atraiçoar como no NOS Alive.

 

Até lá deixo-vos as dez bandas a não perder no Super Bock Super Rock 2015 e espero encontrar-vos por lá!

 

Blur

 

FFS (Franz Ferdinand & Sparks)

 

Palma Violets

 

Toro Y Moi

 

Kindness

 

Sinkane

 

Unknown Mortal Orchestra

 

The Vaccines

 

Florence + The Machine

Graziela

Música no coração

10689651_10155439766900648_5424276518383312830_n.j

Apesar de não ter ninguém da família ligado à música sempre adorei essa área e lembro-me perfeitamente do dia em que a minha madrinha me ofereceu o meu primeiro rádio e de um amigo dos meus pais também me ter gravado uma cassete com canções da Madonna, Enigma e 4NonBlondes. Músicas que ouvi centenas de vezes até o rádio se estragar e eu apanhar um choque eléctrico ao tentar arranjá-lo.

 

Mais tarde recebi um novo rádio e foi também nessa altura que descobri o Top +, aquele ritual de sábado à tarde, um programa que eu vi até ir para a faculdade e que me deu a conhecer muitas das bandas que ainda hoje ouço. Entretanto troquei as cassetes pelos CDs e na adolescência comecei a ler o jornal Blitz (agora revista) e a Rocksound, uma publicação que com muita pena minha foi extinta, mas o ponto alto foi quando aos 16 anos vi o meu primeiro concerto internacional, Linkin Park, no Pavilhão Atlântico, agora Meo Arena. Nunca vou esquecer o momento em que luzes se apagaram e os primeiros riffs de guitarra começaram a sair daquelas colunas, o bichinho dos concertos apanhou-me e naquele momento soube que queria fazer algo relacionado com música para o resto da vida. Sabia que não queria ser cantora porque ao contrário do que parece sou tímida demais para enfrentar um palco e não sei tocar nenhum instrumento, no entanto foi também nessa altura que comecei a fotografar e rapidamente percebi que o que eu gostava mesmo era fotografar concertos.

 

Os anos foram passando e posso orgulhar-me de já ter fotografado em todos os grandes festivais e salas de concertos portuguesas, para além disso vi e fotografei bandas que nunca tinha sequer sonhado enquanto as via na TV. Sinto-me orgulhosa de tudo o que fiz até hoje e gostava de um dia poder fazer isso em full time (apesar de neste momento estar num trabalho que adoro, mesmo sendo numa área completamente diferente), mas infelizmente é quase impossível porque Portugal não tem muitas publicações ligadas à área da música, ainda assim posso dizer que à custa disso conheci algumas das minhas bandas favoritas, por isso, hoje partilho as cinco bandas que fazem bater mais forte o meu coração. 

 

Estas são as as minhas músicas favoritas dessas mesmas bandas e espero que gostem! 

 

dEUS

 

The National

 

Air

 

Interpol

 

Depeche Mode

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.