Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Receitas rápidas: Quiche de enchidos (desafio de bloggers)

_MG_9620-15.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Adoro um bom desafio e desta vez, em conjunto com mais algumas bloggers fui desafiada a fazer uma receita com o queijo ralado da Limiano.

 

Como há cerca de um ano e meio tentei fazer uma quiche e correu bem decidi voltar a tentar, mas desta vez com massa quebrada e alguns enchidos. Espero que gostem do resultado e se experimentarem, digam-me.

 

Ingredientes

  • 1 rolo de massa quebrada
  • 1 liguiça em pedaços
  • 4 salsinhas partidas às rodelas
  • 3 fatias de fiambre partidas em pedaços
  • Cebola picada
  • Segredos Alho e Salsa q.b. (Margão)
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 5 ovos
  • 2 pacotes de natas para cozinhar com sabor a cogumelos
  • 80 g de queijo ralado (Limiano)
  • Sal q.b.
  • Pimenta branca q.b. (Chaparral)

 

Preparação

1 - Leve ao lume uma frigideira anti-aderente, deixe aquecer, junte cebola picada, a linguiça, as salsichas. Depois deixe cozinhar até dourar. 

 

2 - Tempere com Segredos Alho e Salsa. Retire e reserve.

 

3 - Ligue o forno a 180º C. Forre a tarteira com a massa quebrada e pique o fundo com garfo. Espalhe o fiambre no fundo e junte preparado anterior.

 

4 - Numa tigela, misture os ovos com as natas, tempere com um pouco de sal e pimenta e coloque na tarteira. Polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno durante 40 minutos. Retire, deixe arrefecer antes de desenformar e sirva morno.

 

Acompanhe com uma bebida fresca com um bom vinho branco ou um chá gelado.

_MG_9584-10.jpg

_MG_9628-17.jpg

 

Alguns dos ingredientes utilizados_MG_9579-7.jpg

_MG_9583-9.jpg

_MG_9586-11.jpg

_MG_9589-12.jpg

_MG_9598-13.jpg

_MG_9605-14.jpg

_MG_9623-16.jpg

Graziela

Parabéns Aromas da Beira Baixa!

 

_SAM3382aa.png

 Fotos: Graziela Costa

 

Recentemente, o restaurante Aromas da Beira Baixa (Lisboa) comemorou o seu primeiro aniversário e eu e alguns foodies fomos convidados pelo Zomato para ir à festa e experimentar o que de melhor se faz naquela região.

 

Confesso que, não conhecia nem nunca tinha ouvido falar neste restaurante, mas gosto sempre de ir à aventura e mesmo sozinha lá fui eu, o que até foi engraçado, porque a minha amiga Ana Paula (Eléctrico 28), também tinha sido convidada, mas como naqueles dias não falámos foi uma óptima surpresa encontrar lá alguém conhecido.

 

Quando cheguei ao restaurante já a festa tinha começado e o ambiente estava bem animado, mas deu para ver o espaço todo e provar algumas iguarias. Gostei bastante dos folhados de farinheira, o chouriço de veado foi uma surpresa, os queijos de cabra era cada um melhor que o outro, conheci um maranho diferente dos que já havia provado, as papas de milho nesta variante com ovo são bastante agradáveis e voltei a comer uns belos Salgueirinhos de tomilho e limão, que se bem se lembram, no ano passado, já tinha feito uma receita com eles. Os licores de limão e tangerina também eram upa upa, agora só falta mesmo ir lá um dia, jantar com toda a calma, para poder provar uma refeição completa.

 

Agora, deixo-vos umas fotos para vos abrir o apetite. 

 

PS: Podem ver o meu perfil do Zomato aqui.

 

_SAM3356aa.png

_SAM3357aa.png

_SAM3359aa.png

_SAM3361aa.png

_SAM3362aa.png

_SAM3365aa.png

_SAM3369aa.png

_SAM3374aa.png

_SAM3375aa.png

_SAM3378aa.png

_SAM3381aa.png

_SAM3385aa.png

_SAM3395aa.png

Graziela

Receitas rápidas: Omeleta de cebola e chouriço com arroz de legumes

 

 Fotos: Graziela Costa

 

Desde pequena que adoro ovos: escalfados, cozidos, estrelados, seja como for eu gosto, mas há uma forma que eu amo, que são as omeletas. Principalmente, a omeleta de cebola e chouriça que a minha mãe faz e que nós comíamos quando não lhe apetecia fazer um jantar muito elaborado. Como já não vejo os meus pais há meses e as saudades já apertam, decidi fazer esta omeleta para estar mais perto deles. 

 

Como esta é uma receita que a minha mãe me fazia muitas vezes quando vinha da escola, aproveito para participar com ela no passatempo do blog "Uma Pedra de Sal".

 

Ingredientes

2 Ovos

Cebola

Chouriça (Minho Fumeiro)

1 copo de arroz com ervilhas e cenouras (Natura - Novarroz)

Sal grosso (Tavira Sal - Rui Simeão)

Azeite (São Mamede)

Sal fino

Salsa (Aromáticas Vivas)

2 copos de água

 

Preparação

 

Arroz

1 - Pique um raminho de salsa fresca.

2 - Num tacho deite 2 copos de água a ferver e 1 colher de café de sal grosso.

3- Acrescente a salsa picada, o arroz e um fio de azeite.

3 - Deixe cozinhar em lume brando.

 

Omeleta

1 - Parta a chouriça em rodelas finas.

2 - Pique meia cebola em cubinhos.

3 - Numa tigela, parta os ovos e envolva com a cebola e a chouriça.

4 - Deite uma pitada de sal fino.

5 - Num frigideira anti aderente deite uma colher de azeite e deixe aquecer um pouco, quando vir algum vapor verta o preparado.

6 - Deixe cozinhar uns segundos e enrole a omeleta.

7 - Sirva com o arroz.

 

 Taça: Depositário

 

 

Tábua: Depositário

 

 

 

Graziela

Receitas rápidas: Esparregado fingido com farinheira

 Fotos: Graziela Costa

 

Eu adoro espinafres, é um dos legumes que nunca me canso de comer! No entanto, não acho muita piada quando transformados no tradicional esparregado.

 

Há uns anos atrás, depois de vir da faculdade, abri o frigorifico e vi lá uma marmita com espinafres cozidos, como não sabia muito bem o que lhes fazer, decidi fazer um esparregado à minha maneira. Na altura acompanhei com alheira assada, desta vez sugiro farinheira.

 

Uma coisa, este é um prato que podem fazer de raiz ou para aproveitar restos que têm lá em casa, porque a imaginação não tem limites!

 

Ingredientes

(para 2 pessoas)

1 farinheira (Salsicharia Alpalhoense)

1 molho de espinafres frescos

Sal qb. (Rui Simeão - Tavira Sal)

1 colher de sopa de pão ralado com alho e salsa (Rialto)

Pimenta preta qb.

Água

1 colher de sopa de Azeite São Mamede

Manjericão (Aromáticas Vivas)

 

Preparação

1. Coza os espinafres em água e sal.

2. Pique a pele da farinheira com um garfo e leve ao forno a 180º (mais ou menos até a pele ficar tostadinha).

3. Escorra a água dos espinafres (se quiser reserve essa água para um cozinhado posterior, pois é na água que se encontram a maioria das vitaminas).

4. Numa frigideira deite o azeite e os espinafres.

5. Deixe cozinhar até os espinafres perderem quase toda a sua água e depois deite o pão ralado.

6. Envolva o preparado e tempere com pimenta.

7. Num prato fundo, coloque o esparregado e corte a farinheira em pequenos pedaços.

8. Decore com manjericão.

 

 

 

 

 

 

 

Graziela

Receitas rápidas: Tostinhas com queijo fresco, bacon e manjericão

  Fotos: Graziela Costa

 

Finalmente temos dias de Primavera e nada melhor que um almoço ou um brunch para comemorar. Hoje, trago-vos uma entrada que certamente deixará os vossos amigos surpreendidos e é super fácil de fazer.

 

Ingredientes

Saloio Qool Queijo Fresco - Tomate Azeite e Orégãos

Rústica Tostada - Biscottina

Manjericão (usei Aromáticas Vivas)

Bacon às tirinhas (usei Barriga Fumada - Minho Fumeiro)

 

Preparação

1. Corte o bacon em tirinhas.

2. Frite o bacon numa frigideira anti aderente (o bacon vai libertar uma gordura, por isso não precisam de oléo nem manteiga) até ficar crocante.

3. Barre o queijo fresco sobre as tostas.

4. Adicione o bacon.

5. Decore com folhas de manjericão.

 

 

 

 

 

 As tábuas presentes nesta receita são Gradirripas.

Graziela

Receitas rápidas: Maranho da Sertã com arroz de legumes

Fotos: Graziela Costa

 

Hoje, mostro-vos mais um produto tradicional, desta vez o Maranho da Sertã, um enchido recheado com carne de cabra, arroz, carne de suíno do Monte da Lameira, toucinho, bandougas, vinho branco, presunto, hortelã, água, óleo, chouriço da Casel, sal, alho e pimenta. 

 

Já agora,  Maranho que eu usei nesta receita é da Dom Iguarias e pode ser adquirido em diversas lojas em Lisboa e na zona Centro. Podem ver a lista de lojas aqui

 

Normalmente, não se come maranho com arroz a acompanhar, mas eu decidi experimentar e não fiquei nada arrependida.

 

Nesta receita usei também, o Oriente Easy Rice - Arroz Para Saltear - Tomate, um arroz que fica pronto em 4 minutos e não há forma de correr mal, só que neste caso eu adicionei-lhe também legumes.

 

Ingredientes

1 Maranho da Sertã (Dom Iguarias)

1 cenoura média

Algumas folhas de couve

1 copo de Oriente Easy Rice - Arroz Para Saltear - Tomate

Folhas de Menta (Aromáticas Vivas)

Sal grosso (usei Rui Simeão)

Água (1 copo para o arroz e 2 copos para os legumes)

 

Preparação

 

Maranho

1. Aquecer o Maranho durante 15 minutos em água a ferver, juntamente com a hortelã que vem na embalagem.

2. Cortar em fatias.

 

Arroz

1. Ferva a água.

2. Adicione o arroz e adicione os legumes previamente cozidos.

3. Deixe cozinhar em lume brando durante 4 minutos.

4. Decore com folhas de menta.

 

Graziela

Receitas rápidas: Pizza de bacon e queijo cabra

 

 Fotos: Graziela Costa

 

Rápida e eficaz são duas palavras que descrevem esta receita na perfeição, até porque às vezes apetece-nos comer pizza, mas nem sempre encontramos a mistura que mais gostamos. Assim, tentámos recriar em casa uma das nossas pizzas favoritas e dar-lhe um toque especial com o bacon. Para além disso fica muito mais barato comprar as bases de pizza e decorar à nossa maneira. Ah, e experimentem fazer isto com crianças, elas vão adorar decorar a sua própria pizza.

 

Ingredientes

(as quantidades ficam ao critério de cada um)

1 base de pizza congelada

Mistura de queijo ralado Emmental e Mozzarella

1 queijo de cabra pequeno (usei Palhais - Original)

Bacon aos cubinhos (usei Barriga Fumada - Minho Fumeiro)

Polpa de Tomate

Orégãos frescos (usei Aromáticas Vivas)

 

Preparação

1. Corte o bacon, o queijo cabra e os orégãos em pedaços.

2. Deite sobre a base de pizza a polpa de tomate.

3. Polvilhe com queijo ralado.

4. Acrescente o bacon e o queijo de cabra.

5. Deite os orégãos.

6. Leve ao formo a 180º durante 15 a 20 minutos.

 

 

 

 

 

 

 

 

As tábuas presentes nesta receita são Gradirripas.

Graziela

Receitas rápidas: Quiche de queijo cabra e bacon

 Fotos: Graziela Costa

 

Gosto muito de quiche de fiambre e de espinafres, mas nunca tinha provado com bacon. Habitualmente só como esta espécie de "tarte" em festas ou então quando me esqueço de trazer almoço para o estágio e vou ao bar comer uma sopa e uma fatia de quiche.

 

Aqui há uns tempos uma grande superfície fez uma promoção nas massas folhadas e comprei uma embalagem para experimentar. Aqui fica a receita da quiche que me acompanhou no último fim de semana. 

 

Ingredientes
1 rolo de massa folhada (usei refrigerada)
200ml de natas frescas
3 ovos
Sal grosso (usei Rui Simeão)

Pimenta preta
Bacon aos cubinhos (usei Barriga Fumada - Minho Fumeiro)
1 queijo de cabra pequeno (usei Palhais - Original)

Preparação
1. Frite o bacon numa frigideira anti aderente (o bacon vai libertar uma gordura, por isso não precisam de oléo nem manteiga) até ficar crocante.

2. Parta o queijo em cubos e reserve.

3. Forre uma tarteira ou pirex com manteiga e farinha e estique a massa folhada

4. Coloque o bacon.

5. Numa taça bata os 3 ovos com as natas e tempere de sal e pimenta (em pouca quantidade, pois o queijo e o bacon já têm sal). 

6. Verta o preparado sobre a massa folhada e por cima deite os cubos de queijo.

7. Leve a forno a cerca de 200º C durante 40 minutos.

8. Deixe arrefecer e retire da forma.

 

 

 

 As tábuas presentes nesta receita são Gradirripas.

 

Graziela

Receitas rápidas: Risotto de cogumelos com linguiça

 Fotos: Graziela Costa

 

A minha amiga Diana costuma ter umas batatas fritas como comida de emergência, quando não tem paciência para cozinhar e tem de levar almoço para o estágio, eu tenho os Oriente Easy Rice Para Saltear. Muitos de vocês, já os devem conhecer, porque há uns meses atrás eles estiveram com experimente grátis e eu até divulguei aqui. Hoje, trago-vos uma receita super fácil e aposto que se a servirem num jantar de amigos, vão fazer um brilharete!

 

Risotto de cogumelos com linguiça 

(para 1 / 2 pessoas)

 

Ingredientes

1 copo de Risotto Funghi Oriente Easy Rice

1 linguiça (usei da Salsicharia Alpaolhense)

Salsa qb. (usei Aromáticas Vivas

1 copo de água

 

Preparação

1. Ferva a água.

2. Adicione o arroz e adicione a linguiça partida às rodelas.

3. Deixe cozinhar em lume brando durante 4 minutos.

4. Sirva e decore com salsa.

 

*Também pode adicionar salsa directamente, enquanto o arroz está a cozer.

 

 

Usado em casa, de emergência ou não, este arroz nunca nos deixa ficar mal. Para além do Risotto Funghi, a gama Easy Rice Para Saltear oferece: o Arroz Basmati com Caril, o Arroz de Tomate, o Arroz de Frango e o Arroz com Legumes. O melhor é que é barato e está à venda na maioria das grandes superfícies.

 

  

Nesta receita, usei também uma linguiça da salsicharia Alpaolhense, mais uma das minhas descobertas pelo mundo dos enchidos. Esta salsicharia situa-se no nordeste alentejano, mais propriamente na freguesia de Alpalhão e é uma empresa familiar que conta com mais de um século de existência. Quem já provou enchidos do Alentejo, sabe que o sabor é diferente, principalmente os que levam carne de porco preto. Estes podem ser encontrados em lojas da especialidade e claro, grandes superfícies.

 

 

 

 

As tábuas presentes nesta receita são Gradirripas e por acaso estão em promoção na Goodlife, caso queiram espreitar.

 

 

E como vocês merecem tudo, entrem na nossa página de Facebook, e habilitem-se a ganhar 1 dos 3 cabazes que o Vida de Desempregada e o Arroz Oriente têm para vos oferecer.

Graziela

Receitas rápidas: Courgettes recheadas com Alheira de vitela

 Fotos: Graziela Costa

 

Com o fim de semana quase a chegar, partilho convosco mais uma aventura na cozinha. Desta vez, decidi recriar uma receita do chef Hélio Loureiro, mas claro que alterei um pouco a receita e por isso, deixo-vos também o link para a receita original.

 

Ingredientes

1 Courgette grande

Azeite (usei São Mamede)

1/2 Cebola

1 Alheira de Vitela (usei Minho Fumeiro)

1 Oregãos (usei Aromáticas Vivas)

Flôr de sal (usei Rui Simeão - Tavira Sal)

Pimenta preta

Queijo flamengo seco

 

Preparação

1. Corte as courgettes, no sentido da largura, em cilindros de 3 centímetros e retire o interior com ajuda de uma colher. 

2. Entretanto, leve ao lume o azeite e a cebola picada, deixe alourar. Tempere com sal e pimenta a gosto.

3. De seguida acrescente o recheio da Alheira de vitela e envolva tudo muito bem.
4. Adicione os orégãos e deixe cozinhar por mais 3 minutos.
5. Recheie os cilindros de courgettes com o preparado à base de Alheira de vitela, salpique com queijo ralado e leve ao forno, à temperatura de 150ºc, durante 15 minutos.

 

Pode ser servido como entrada ou como prato principal, por exemplo acompanhado com arroz branco.

 

Arroz branco

1. Parta uma cebola em cubos e leve a refogar num fio de azeite.

2. Acrescente 1 copo de arroz, mexa e deite os dois copos de água.

3. Tempere com sal e deixe cozinhar em lume brando.

 

Já agora, o recheio da courgette podem aproveitar para sopa ou mesmo puré. 

  

 

A região do Minho é conhecida pela sua gastronomia e claro, pelos seus enchidos. Nesta receita utilizei uma alheira de vitela dessa região e foi interessante, pois até hoje só tinha provado alheira de galinha e de bacalhau, mas fiquei fã. 

 

Esta alheira é da Minho Fumeiro, uma empresa de Ponte de Lima (já agora, esta é uma cidade que merece uma visita. Há uns anos fui lá com os meus pais e adorei, é um local mesmo bonito!), que se rege segundo moldes muito tradicionais, por exemplo no Mercado Gourmet fiquei a saber que eles não usam máquinas industriais para cortar enchidos como a barriga fumada (bacon, o termo mais comum), usam mesmo facas, daí os cortes não serem extremamente certinhos.

 

Estes produtos estão à venda na maioria das grandes superfícies, mas também podem ser encontrados em mercados, etc.

 

 

Nesta receita usei também o Azeite São Mamede, um azeite proveniente dos olivais em redor da Serra de São Mamede, situada no Alto Alentejo (zona de Portalegre).

 

O São Mamede tem um sabor muito parecido com o azeite caseiro, devido ao facto de ser feito com azeitonas da variedade galega e ser obtido pelo sistema contínuo, a baixa temperatura (entre os 27º e 31º.)

 

É um excelente azeite para utilizar em temperos, saladas e frituras.

 

Já agora, este é um azeite da Coopor – Cooperativa Agrícola do Concelho de Portalegre, uma cooperativa sem fins lucrativos que visa essencialmente preservar, dinamizar e potenciar o olival tradicional existente em toda a zona envolvente do Parque Natural da Serra de São Mamede.

 

 

 

 

 

 

 

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.