Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Fui de Férias - Parte 3: Amesterdão

Amesterdao_nos-5.JPG

Fotos: Graziela Costa e João Pontes

 

Depois de Paris e da Disneyland chega Amesterdão, a terceira e última parte das minhas férias. Uma cidade que há muito queria conhecer, pois já a tinha visto em filmes, mas na realidade é super diferente. A começar pelo tempo, pois vínhamos do calor francês e de repente chegámos ao "inverno" nórdico. 

 

Como apanhámos o avião de madrugada chegámos a Amesterdão super cansados, por isso mal aterrámos fomos logo fazer check in no hotel e ver o que nos reservam os próximos dias. Depois tratámos de ver que tipo de transportes tínhamos ali à volta e tivemos sorte porque tínhamos autocarro e elétrico mesmo perto do hotel. Assim, demos uma volta pelo bairro, vimos uma feirinha com preços super em conta, na qual eu aproveitei para comprar um lenço para ver se combatia aquele frio e partimos à aventura. 

 

Do "nosso" bairro até ao centro de Amesterdão demorávamos cerca de 40 minutos, pelo que chegámos lá já perto das 17h, ou seja naquele dia já não deu para ver o museu local, por isso acabámos por andar às voltas e vimos imensos canais, o Red Light Distrit, tomámos um café numa cafetaria bem agradável e perto das 22h voltámos para hotel.

 

Nos dias seguintes acordámos sempre ali na onda do meio dia, até porque férias são férias e a nossa ideia era mesmo passear, ver mercados, parques e monumentos. Ou seja, vimos tudo o que era grátis, até porque lá tudo é caríssimo, mas mesmo assim valeu a pena. Tanto, que até fizemos um mini cruzeiro pelos canais de Amesterdão, provámos as famosas waffles com Nutella, queijo holandês, vimos jardins lindíssimos e entrámos numa loja de discos que me fez parecer uma criança numa loja de doces.

 

Em suma: adorei, mas um dia quero voltar para ver o museu Van Gogh, a casa Vermeer, um campo de tulipas e ver como são feitos os queijos holandeses. Agora, deixo-vos algumas fotos da minha viagem, mas se quiserem podem ver o álbum completo aqui

 

PS: Se algum dia quiserem visitar Amesterdão tentem comprar as viagens com muita antecedência e levem roupa de inverno mesmo que seja verão porque nunca se sabe como vai estar o tempo.  

 

Amesterdao-2.JPG

Amesterdao-4.JPG

Amesterdao-5.JPG

Amesterdao-8.JPGAmesterdao-10.JPG

Amesterdao-13.JPG

Amesterdao-14.JPG

Amesterdao-16.JPG

Amesterdao-17.JPG

Amesterdao_nos-4.JPG

Vestido: Lucluc

Amesterdao-21.JPG

Amesterdao-22.JPG

Amesterdao-23.JPG

Amesterdao-24.JPG

Amesterdao-26.JPG

Amesterdao-27.JPG

Amesterdao-28.JPG

Amesterdao-31.JPG

Amesterdao-33.JPG

Amesterdao-35.JPG

Amesterdao-36.JPG

Galeria da Guarda Civil

Amesterdao-40.JPG

Amesterdao-43.JPG

Begijnhof

Amesterdao-44.JPG

Amesterdao-46.JPG

Amesterdao-47.JPG

Amesterdao-48.JPG

Amesterdao-49.JPG

Amesterdao-53.JPG

Amesterdao-54.JPG

Amesterdao-55.JPG

Amesterdao-56.JPG

Mercado das Flores

Amesterdao-57.JPG

Amesterdao-60.JPG

Amesterdao-62.JPG

Amesterdao-67.JPG

Amesterdao-68.JPG

Max Euwe Plein

Amesterdao-70.JPG

Amesterdao-71.JPG

Amesterdao-72.JPG

Amesterdao-74.JPG

Amesterdao-75.JPG

Museumplein

Amesterdao-80.JPG

Amesterdao-81.JPG

Amesterdao-82.JPG

Amesterdao-83.JPG

Amesterdao_nos-6.JPG

Amesterdao-84.JPG

Amesterdao-85.JPG

Amesterdao-88.JPG

Amesterdao-89.JPG

Amesterdao-90.JPG

Amesterdao-92.JPG

Amesterdao-93.JPG

Amesterdao-95.JPG

Amesterdao-103.JPG

Vodelpark

Amesterdao-106.JPG

Amesterdao-107.JPG

Amesterdao-110.JPG

Amesterdao-112.JPG

Amesterdao-113.JPG

 

Amesterdao_nos-11.JPG

 Óculos: Firmoo | Camisola: Romwe | Colar: SheInside

Graziela

Se as minhas férias fossem em Capri...

_MG_9609aa.png

Biquini: Calzedonia | Óculos: Firmoo | Fujifilm Instax Mini 8 | Protetores solares e capa: Piz Buin

 

Com o Sol que faz lá fora até a mim me apetece ir à praia e podia ir a Capri ou ao Sul de França (em sonhos, claro), mas na verdade vou à Fonte da Telha, na Margem Sul, menos glamouroso? Sim, talvez? No entanto, o que interessa é sentirmos-nos bem onde estamos e acima de tudo estarmos protegidos contra os raios UV e UVB. 

 

Ainda assim, devo dizer que, este ano ainda não fui à praia, porque como sabem estou a fazer dieta e apesar de já ter chegado aos 65,5kgs (vitória!), ainda não me sinto confortável (este fim de semana acho que me vou estrear), mas já fui à piscina e para me proteger do sol levei protetor solar.

 

Gostava, no entanto de vos alertar que um dos erros mais comuns no toca aos cuidados solares é o facto de as pessoas pensarem que este tipo de produtos duram de um ano para o outro, mas é mentira e todos os anos devem ser renovados, eu por exemplo este ano decidi experimentar dois produtos da Piz Buin: o spray Instant Glow e o spray Tan & Protect. E em relação aos produtos que ando a testar devo dizer que o meu favorito, é o Instant Glow, pois tem uma textura que não é gordurosa, pegajosa e é de fácil absorção. Para além disso, é um spray o que facilita imenso a aplicação. No entanto, tenho usado também o spray Tan & Protect, que tem basicamente as mesmas caraterísticas, mas intensifica o bronzeado, o que também é um dos meus objetivos, pois normalmente tenho as pernas muito mais brancas que o resto do corpo.

 

Claro que, para além de um bom protetor solar, de preferência com um índice superior a 30, devem beber muita água, levar um chapéu, usar óculos de sol, evitar a exposição solar entre as 12h e as 16h e ir renovando a aplicação desse mesmo protetor.

 

Brevemente, vou também escrever-vos sobre os meus cuidados em relação ao cabelo e corpo no verão , mas até lá contem-me: quais os vossos truques para arrasar na praia?

Graziela

Fui de férias - Parte 2: Disneyland Paris

_SAM5358-1.JPG

Fotos: Graziela Costa e João Pontes

 

Desde criança que sonhava em ir à Disneyland Paris, pois via as imagens na televisão, nas revistas e delirava com aquilo tudo, no entanto grande parte desse sonho foi alimentado pelos meus tios, que viviam em França, e quando eu era pequena, no meu aniversário e no Natal enviavam-me sempre postais com o Mickey, a Minnie, etc. Assim, no meu último dia de férias em Paris e depois de uma grande luta lá convenci o meu namorado a irmos a este parque de diversões.

 

Ainda assim, como foi tudo decidido à última da hora não comprámos o bilhete pela internet, logo em vez de pagarmos 42 euros por um dia (escolhendo um dos parques) pagámos 75 euros. No entanto, não me arrependo nem de um cêntimo porque andei em todas as diversões que podia, aliás só não consegui andar em três porque: duas já não tinha tempo e a terceira parecia aborrecida.

 

A verdade é que mal entramos na Disneyland Paris o mundo pára e tudo é "fofinho" e dá vontade de levar para casa. Até mesmo o meu namorado, que inicialmente não queria ir ficou conquistado mal viu os bonecos do "Toy Story". Aliás, por mim voltava já este fim de semana. 

 

Já agora, devo dizer que estou a escrever este post não para me gabar que fui à Disney, mas porque cumpri um dos meus sonhos de criança e paguei-o com o meu dinheiro, ou seja com calma e esforço tudo se consegue! 

 

PS: Se quiserem ir à Disney não se esqueçam: de comprar os bilhetes pela internet, levem calçado e roupa confortável, merenda (porque é tudo caríssimo), vão de comboio e acima de tudo esqueçam a vossa idade e sonhem como quando eram crianças.

 

Agora, deixo-vos algumas fotos e se quiserem ver o álbum completo entrem aqui

 

_SAM5359-2.JPG

_SAM5362-3.JPG

_SAM5364-4.JPG

_SAM5369-5.JPG

_SAM5371-6.JPG

_SAM5373-7.JPG

_SAM5377-10.JPG

 

_SAM5376-1.JPG

_SAM5378-11.JPG

_SAM5379-12.JPG

_SAM5382-13.JPG

_SAM5386-14.JPG

_SAM5393-17.JPG

_SAM5402-19.JPG

_SAM5404-20.JPG

_SAM5406-21.JPG

_SAM5407-22.JPG

_SAM5411-23.JPG

_SAM5415-25.JPG

_SAM5417-26.JPG

 

_SAM5419-27.JPG

_SAM5421-28.JPG

_SAM5422-29.JPG

_SAM5423-30.JPG

_SAM5424-31.JPG

_SAM5428-32.JPG

_SAM5430-33.JPG

_SAM5435-35.JPG

_SAM5446-38.JPG

_SAM5448-39.JPG

_SAM5449-40.JPG

_SAM5450-41.JPG

_SAM5451-42.JPG

_SAM5455-3.JPG

Sorriso.JPG

_SAM5473-45.JPG

_SAM5476-47.JPG

_SAM5485-49.JPG

_SAM5490-50.JPG

Disney-1.JPG

_SAM5498-52.JPG

_SAM5499-53.JPG

_SAM5496-51.JPG

 Até breve Disneyland Paris!

Graziela

Paris aí vou eu!

_SAM4669aa.png

Fotos: Graziela Costa

 

Nos últimos tempos tem sido quase impossível atualizar o blogue, primeiro porque tenho o meu horário de trabalho para cumprir, depois porque logo a seguir vou para o ginásio e por fim tenho tido alguns problemas técnicos: o meu disco externo avariou (o que até me deu ideia para um futuro post) e perdi todas fotos que tinha feito para futuros posts (entretanto, já estão a tentar salvá-lo na loja de informática), depois durante o NOS Primavera Sound a minha máquina fotográfica reflex avariou (agora, tenho de tirar fotos com a pequena). Como devem imaginar tem sido uma correria até porque ainda tinha de editar as fotos do festival. 

 

Fotos editadas e equipamentos entregues para arranjos, agora é tempo de esperar e curiosamente bateu com as minhas férias. Sim, finalmente vou ter umas férias à séria e pagas por mim! Vou para Paris e Amesterdão, duas cidades que sempre quis visitar até, porque a minha mãe recentemente esteve na capital francesa e me trouxe os miminhos da foto acima. Sabe tão bem comer macarons, não é?

 

No entanto, prometo partilhar muitas fotos no Facebook, Twitter, Instagram e quem sabe actualizar o blogue através do tablet. Até lá partilho os essenciais que levo nesta viagem.

 

Au revoir!

_SAM4804aa.png

1 - Fujifilm Instax Mini 8

2 - Óculos de sol (Time For Wood)

3 - Relógio (Daniel Wellington)

4 - Baton Vermelho (Kioma)

5 - Tablet (Dyno / iba 8.27)

 

Graziela

O nosso primeiro piquenique

 Fotos: Graziela Costa e João Pontes

 

Quando era pequena lembro-me de fazer montes de piqueniques com os meus tios, na maioria das vezes no Vale do Rossim (Serra da Estrela) ou então na Serra da Boa Viagem (Figueira da Foz), mas  com o tempo todos os meus primos cresceram e deixámos de ter esse hábito. 

 

Há umas semanas atrás a Planta enviou-me um press kit composto pela toalha verde e a certa de verga castanha desafiando-me para um piquenique com a sua manteiga. O repto foi aceite, até porque há meses que queria faze-lo, mas havia sempre uma desculpa ou era o mau tempo ou a falta de organização, mas no sábado não houve desculpa e rumei à margem sul cheia de tralhas (sim, foi interessante viajar de metro e barco com a Júlia (cadela) e todas as coisas que vêem nas fotos, mas valeu a pena). Até porque este foi mesmo o nosso primeiro piquenique.

 

Sábado de manhã, acordei tarde e por isso, foi tudo preparado um pouco à pressa, mas arranjei as cestas com umas tostas de alho e salsa (Rialto), um queijo para barrar (Saloio Alvão cremoso), Chutney de Tomate (Compotas Chutneys), kaviar transmontano de azeitona preta e de azeitona verde (Doces da Puri) e Planta sabor a manteiga. Para beber, levei o concentrado Jusanté, porque é bastante prático e tem vários sabores como laranja, ananás, maracujá, frutos tropicais e pêssego (que foi o que bebemos). Ficou a faltar o vinho branco (que ia tornar a cena mais romântica, mas aí está uma boa desculpa para fazer mais um piquenique).

 

 

 Cesta tradicional feita á mão: Toino Abel | Almofada: Donna Xica | Máquina fotográfica: Fujifilm Instax Mini 8

 

Depois de meses fechada em casa à espera da melhor oportunidade para ser trazida à rua, a cestinha da Toino Abel fez sucesso, pelo menos no metro e no barco toda a gente olhava para ela e sorria (suponho que saudade e encanto por outros tempos). Já agora, para quem não conhece Toino Abel é um projecto do Nuno Henriques, um jovem que pretende trazer de volta as cestas de junco que os nossos avós usavam antigamente. Para além disso, é também uma homenagem ao seu avô Abel. Podem ver outros modelos destas cestas aqui.

 

Ah, claro que a almofada da Donna Xica também veio neste piquenique e não sei se já viram o nosso passatempo, mas podem ganhar uma almofada como esta. Participem aqui.

 

 Alparcatas: Romwe

 

Como a Júlia não pára quieta e mal vê outros cães vai a correr atrás convém ter as alparcatas sempre à mão e para quem nunca usou vão adorar porque são leves e super práticas. Eu uso-as quase todos os dias.

 

 

 

 

 

 Óculos de sol: Firmoo

 

Fotografar para mais tarde recordar, uma tarde bem passada, e sem hora para acabar.

 

 Relógio: Sammydress

 

 Anel: Romwe

Graziela

Não abandonem os vossos amigos em tempo de férias

 

Quando se adopta um cão devemos fazer sempre uma lista de prós e contras, para além disso não devemos pensar só naquilo que nós queremos, devemos também pensar que o animal que vamos receber em nossa casa é um ser vivo e tem necessidades tal como nós.

 

Em Dezembro, quando a Júlia chegou a minha casa toda a gente me perguntou: então e quando fores para os festivais de Verão como vai ser? Em momento algum me passou pela cabeça deixar a Júlia fechada em casa o dia todo, já bem basta o tempo que ela está sozinha enquanto estou no estágio, por isso enquanto decorreu o Rock In Rio e o Primavera Sound ela foi passar férias com os meus pais. Até porque lá tem quintal, tem pessoas que lhe podem dar muito amor e tem outros cães com quem brincar, o que até é bom porque aqui só socializa com aqueles que encontra enquanto estamos a passear. Agora, entre o Nos Alive o Super Bock Super Rock, a Júlia voltou a ir passar férias para casa dos meus pais, mas estou a morrer de saudades dela e todos os dias ligo várias vezes a perguntar se ela está bem.

 

De qualquer forma quando deixam o vosso animal de estimação com outra pessoa ou mesmo num hotel / residência para cães e gatos devem mandar a comida que eles gostam (da última vez, eu não mandei a comida dela e a minha mãe comprou uma que ela não gostava e por isso, não comia), os brinquedos, a caminha (pois, no primeiro dia é o refúgio deles) e acima de tudo devem telefonar todos os dias, não é ir "curtir" as férias e o animal fica ali em depósito.

 

Se o animal não se adaptar, devem pensar em soluções (por exemplo, leva-lo para casa de outra pessoa) e em último caso até voltar para ir busca-lo. De qualquer forma, se planearem as vossas férias com antecedência e pesquisarem nos diversos motores de busca encontram diversas residenciais e até hotéis que aceitam animais, às vezes nem têm de pagar taxas extra.

 

Ah e podem sempre ir almoçar ou jantar a esplanadas porque aí normalmente não há problema de levarem no vosso animal de estimação, por exemplo a Júlia tem sido treinada ao longo dos últimos meses para não pedir comida e tem se portado muito bem. Para além disso, podem leva-los a concertos ao ar livre, etc.

 

Pode ser cliché escreve-lo, mas não vão encontrar amor e fidelidade como a do vosso animal de estimação, pois enquanto ele puder vai seguir-vos por todo o lado, por isso pensem bem antes de abandonar o vosso cão ou gato na casa de um estranho ou mesmo à beira da estrada. Se fosse o contrário vocês não iam gostar.

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.