Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Treinar com companhia é bem melhor!

16805205_10154181451232791_122470994_o.jpg

Uma das minhas resoluções para 2017 era voltar a treinar mais no Fitness Hut e aos pouquinhos tenho conseguido. No entanto, muitas das aulas a que eu ia mudaram e eu tive de me adaptar e confesso que não foi fácil, mas o facto de ter começado um novo desafio profissional fez com que passa-se também a frequentar um novo ginásio novo: o Fitness Hut Amoreias (ainda que continue a ir ao meu Picoas e ao Arco do Cego). Curiosamente, a minha amiga Cláudia (uma das amigas que fiz graças ao Vida de Desempregada) inscreveu-se finalmente no Fitness Hut e eu ganhei uma nova companheira de treinos. Como ela pró já combinámos uns treinos juntas e ontem depois de uma aula de bodyset e sh'bam fomos fazer os exercícios que ela faz e posso dizer-vos que ainda tenho muito a aprender. Ora vejam pelas imagens abaixo. Eheheh

16735446_10154181451172791_486339227_o.jpg

 Força!!!

16776158_10154181451437791_931913321_o.jpg

16735390_10154181450772791_1965144859_o.jpg

 Ainda tenho de treinar a postura

16763613_10154181450067791_343980040_o.jpg

16735334_10154181450487791_1264709147_o.jpg

 Ufa que isto dói

Graziela

Receitas rápidas: Banana com manteiga de amendoim e frutos secos

Agosto-4.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Desde que entrei para o Fitness Hut, que tenho pesquisado mais sobre snacks saudáveis e um dos mais comuns é a banana com manteiga de amendoim. No entanto, como eu gosto sempre de personalizar todas as receitas faço, desta vez decidi acrescentar-lhe um mix de sementes que lhe conferem uma textura mais crocante. Ora sigam os passos abaixo.

 

Preparação:

Agosto-1.jpg

1 - Descasque e parta uma banana ao meio.

Agosto-2.jpg

2 - Barre a banana com manteiga de amendoim (usei a nova manteiga de amendoim cremosa da Calvé).Agosto-3.jpg

3 - Polvilhe o mix de frutas Iswari (Bagas Goji, Cacau Cru em pepitas, Sementes de Abóbora e de girassol).Agosto-5.jpg

4 - Saboreie!

 

*Fotos tiradas com a Canon 5D MarkIII

Graziela

Sugestões de alimentação para quem treina

13962693_10157211953995648_7280509285001450403_n.j

Foto: Graziela Costa

 

Aposto que tal como eu, muitos de vós têm dúvidas sobre o que comer antes e depois de treinar. Nesse sentido, partilho convosco algumas dicas dadas pela Marta Baleizão (Personal Trainer, no Fitness Hut Olivais) e pela Mariana Ramos (Nutricionista da BodyConcept).

 

Começando pelo início, para aumentar a massa muscular é essencial uma ingestão adequada de proteína, necessária no processo de manutenção e recuperação muscular. Logo, no pré-treino é importante combinar*:

- Hidratos de carbono de baixo impacto glicémico

- Proteína

- Teor moderado de lípidos

- Baixo teor de fibra

(*Nota: quantidades variáveis de acordo com os valores de composição corporal de cada indivíduo)

 

Sugestões Pré-treino:

- 150g batata-doce esmagada + 1 c. sopa manteiga amendoim + 1 c. chá canela pó
- Banana esmagada + aveia + mel (http://receitasdagi.blogs.sapo.pt/)

- Trufas Energéticas tipo paleo: 1 taça frutos secos + 1 taça passas + 1 taça alperces secos + 2 a 3 colher de sopa sumo limão + 2 a 3 c. sopa chia (http://paleomoderna.com/)

- Barritas de sésamo e cacau: 1 chávena sementes sésamo + 1 chávena de arroz puf + 1 colher sopa rasa de cacau em pó + 50g chocolate preto + 3 colheres de sopa de sultanas + 1 colher sopa coco ralado + 4 colheres sopa de geleia arroz + raspa de 1 limão

  1. Lave as sementes e toste durante alguns minutos em lume brando, mexendo sempre. Reserve.
  2. Toste ligeiramente o arroz puf. Reserve.
  3. Numa frigideira, leve a geleia ao lume. Quando começar a ferver, adicione todos os ingredientes, deixando o chocolate para último. Envolva tudo muito bem e desligue o lume quando a geleia de arroz tiver sido absorvida.
  4. Deite a mistura sobre papel vegetal, cubra com outra folha e espalhe bem com a ajuda do rolo da massa, até obter a espessura desejada.
  5. Deixe arrefecer e corte em barritas.

Nota: para diminuir o doce, pode reduzir a quantidade de chocolate - pode apenas introduzir umas raspas ou pepitas. Livro "Cozinha da Marta" de Marta Horta Varatojo

 

Já no pós-treino é importante*:

- Priorizar proteína de alto valor biológico

- Teor moderado de hidratos de carbono

  • Baixo teor de lípidos
  • Líquidos e eletrólitos

(*Nota: quantidades variáveis de acordo com os valores de composição corporal de cada indivíduo)

 

Sugestões Pós-treino:

- Mousse: 1 banana + 1/2 abacate + 1 scoop proteína chocolate + 1 c. sopa cacau magro + 1 c. sopa manteiga amendoim (http://mastermusculos.blogspot.pt/)

- 7 barras proteína (http://www.musculacao.net/)

- Barras proteicas (http://www.ladolcerita.net/)

- Barras proteicas Nuno Feliciano (https://www.youtube.com/watch?v=vFBjujpyteI)

- Barra proteica chocolate e banana (http://dicasdemusculacao.org/)

 

Outra dúvida que muitos de nós também temos é: o que comer entre as refeições?

 

Assim, aqui ficam também algumas dicas de snack’s para a meio da manhã ou tarde, pequeno almoço e antes de deitar:

- Granola (nunca antes de deitar)

- Panquecas para comer como snack (também serve para pequeno almoço): 230g de brócolos cozidos no vapor bem picados e passados, tipo puré + 150g de queijo cottage + 3 ovos + óleo de coco

  1. Numa tigela misture os brócolos, queijo e ovos.
  2. Leve ao lume médio numa frigideira e adicione 1 colher de sopa de óleo de coco. 
  3. Deite a massa da panqueca na frigideira – deixe-a dourar cerca de 2 minutos de ambos os lados.
  4. Faça 3 doses.

- Gelatina de caseína para comer antes de deitar quando dá a fome,

- Hambúrguer de grão e batata doce (nunca antes de deitar)

 

Agora, que já sabem o que comer antes e depois do treino, toca a aplicar estes ensinamentos.

 

Bons treinos!

Graziela

Matar as gordurinhas - Parte 11: Quando te baldas ao ginásio...

13669766_10157126155920648_468138963318176009_n.jp

Ir ao ginásio é uma daquelas atividades em que facilmente perdemos o rumo. É porque o trabalho acaba tarde, é porque apetece ir sair com as amigas, é porque temos de ir passear a cadela, bem desculpas há muitas e preguiça também e eu confesso que desde que os festivais começaram que tenho ido menos ao ginásio. Claro que, os resultados ressentem-se logo e quando dei por mim as minhas pernas estavam mais flácidas, a minha capacidade de resistência e tudo o resto tinha diminuído. O peso continuava igual, eu é que não, por isso tenho feito um esforço para ir ao Fitness Hut pelo menos duas vezes por semana, até porque não quero perder os bons hábitos que adquiri ao longo deste último ano e meio.

 

Para além disso, agora até tenho motivação uma extra porque durante os meses de verão o Fitness Hut está mais vazio, o que faz com que consiga sempre vaga nas aulas. Recentemente, também recebi um equipamento da Avon super giro. Assim, naqueles dias em que estiverem mais preguiço(a)s pensem naquilo que já conquistaram e no que ainda podem conquistar, comigo costuma funcionar. ;)

13445265_10156946106010648_5523486690654843682_n.j

O meu novo equipamento da Avon e uma motivação extra para treinar
13906604_10157158620480648_3124849224650726311_n.j

As aulas de Bodystep nunca falham13507282_10156982286435648_5678149438639182104_n.j

 A minha segunda "casa"

Graziela

O meu primeiro PT Day, no Fitness Hut

12968639_947253975392389_96694292_n1.png

Uma das coisas que mais gosto no meu ginásio é o facto de ter eventos que nos permitem abraçar novos desafios. Por isso, hoje mostro-vos algumas imagens do PT Day, uma iniciativa do Fitness Hut que permite aos seus sócios fazer um treino grátis com um dos seus personal trainers.

 

Quando entrei para o meu clube não fiz a avaliação inicial (se bem que eles recomendam) e isso fez com que ao longo deste último ano tenha feito as aulas de grupo que gosto, mas sem ter em conta aquilo que o meu corpo necessita. Por exemplo, atualmente noto que as minhas pernas estão "modeladas", mas os meus braços continuam sem forma e flácidos. Ou seja, se tivesse "consultado um especialista" provavelmente já tinha melhores resultados! Por isso, quando vi que ia acontecer mais um PT Day inscrevi-me para ter uma aula com o Gonçalo Magalhães.

 

Confesso que ia com um pouco de receio porque já sabia que ia "sofrer", a verdade é que sem sofrimento não há resultados e posso dizer-vos que a minha aula de 30 minutos foi puxada, tanto que no dia a seguir mal me mexida, mas isso também quer dizer que trabalhei aquilo que queria e agora já sei que exercícios devo fazer para começar a modelar os meus braços e coxas. Claro que, para resultados mais rápidos deveria fazer aulas personalizadas mais vezes, mas como o meu orçamento atual não me permite. Pelo menos vou fazer a avaliação inicial, pois isso vai-me dar-me um plano elaborado consoante as minhas necessidades e que posso conjugar com as aulas que já faço. 

12966655_947253878725732_1604565295_na.png

 

Treinar, treinar, treinar!

12939646_947253868725733_2014493500_n1.png

 

Graziela

O meu primeiro Move Day

1797535_10156585903810648_3233600308493340345_n.jp

Desde que entrei para o Fitness Hut que sempre ouvi falar no Move Day, mas nunca tinha tido a oportunidade de ir. Até porque tinha sempre grandes desculpas: estava fora de Lisboa, estava cansada, em última instância não ia por preguiça. 

 

No entanto, quando anunciaram a data do novo Move Day pensei: é desta! Assim, no dia 19 de março lá fui eu treinar. Confesso que me custou muito sair de casa porque era o meu primeiro "dia do pai" sem o meu pai, mas o tempo que lá passei ajudou-me a distrair e a não pensar no quão triste me sentia. Para além disso, tive a oportunidade de experimentar as novas coreografias do Body Attack, Body Step, Sh'bam e até tentei o Body Combat. E o melhor é que como ninguém sabe as coreografias até é mais divertido e nem nos sentimos inibidos por errar. Por isso, no próximo Move Day lá estarei! Ah e se quiserem ir comigo digam, pois posso levar amigos mesmo que não esteja inscritos no Fitness Hut, já que a ideia deste evento é dar a conhecer as novas coreografias e o ginásio em si.

10399811_852666891526630_4545632461265546724_n.jpg

12909414_852665044860148_1706578314469137907_o.jpg

12916101_852667011526618_527240939095008105_o.jpg

12916783_852665108193475_7460541403640710091_o.jpg

 

 

Graziela

Matar as gordurinhas - Parte 10: Sentir-me orgulhosa

1897896_10156473832080648_2490671767123924285_n.jp

Hoje, sinto-me orgulhosa e sinto-me assim porque finalmente estou a recuperar a minha resistência física e consequentemente a ganhar uma motivação extra. Para além disso, a primavera está aí à porta e mais um par de meses e chega o verão. Não que esteja a trabalhar para o biquíni, pois neste momento interessa-me perder peso e ganhar mais resistência, mas sim porque quero ir para os festivais e pode carregar o meu material fotográfico às costas sem dores. Claro, que ainda tenho um longo caminho para percorrer, mas com força de vontade e muitas aulas no Fitness Hut vou conseguir. Por isso, verão 2016, me aguarde!

 

PS: Já agora, Vitor 360 desafio-te para um treino conjunto!

12715675_10156452702880648_5886170677028757358_n.j

Graziela

Matar as gordurinhas - Parte 9: voltar às rotinas

12274299_10156198470480648_4440933578398344511_n.j

2015 não foi um bom ano para mim, pois apesar de ter realizado um dos meus sonhos, ir à Disneyland Paris, conhecer Amesterdão e ver uma das minhas melhores amigas casarperdi um emprego que adorava, um dos meus cães e por último o meu pai. Já tinha perdido familiares próximos como tios e avós, mas a dor de perder um pai ou uma mãe é completamente diferente e apesar de já ter passado um mês estou longe de aceitar que o meu pai não volta. Sinto que desde dia 12 de dezembro de 2015, que uma parte de mim me foi roubada, mas não consigo compreender porquê. Aliás, provavelmente nunca vou compreender, mas todos me dizem que a dor vai ficar mais suave e que voltar às minhas rotinas vai fazer com que isso aconteça mais rápido. Assim, decidi retomar este blogue e outra das coisas que no último ano me deu mais prazer: ir ao ginásio. Ir ao Fitness Hut não só me ajudou a perder peso, como também me ajudou a sentir bem comigo própria, a esquecer os problemas durante as horas que treino, a rir-me de mim mesma quando me engano nas coreografias do Zumba e acima de tudo fez com que conseguisse dormir melhor porque saio de lá tão cansada que quando chego a casa durmo muito mais facilmente. Assim, posso dizer-vos que voltar ao ginásio é uma daquelas resoluções de ano novo que para mim já está ganha. Só gostava era que as minhas articulações me ajudassem mais, pois no final do ano passado fiz uma lesão. Claro que, com calma, de certeza que vou conseguir voltar a fazer três aulas de bodyattack por semana, mas até lá treino mais devagar e não desisto!

12509647_10156322529145648_937088224113236215_n.jp

12509831_10156340896385648_5423266019329615660_n.j

Graziela

Matar as gordurinhas - Parte 8: as minhas aulas de ginásio favoritas

FotorCreated2.jpg

Hoje quando saí da aula de bodyattack lembrei-me que nos últimos meses escrevi bastante sobre a minha dieta e a minha rotina no Fitness Hut. No entanto, nunca vos falei sobre as aulas que faço e o porquê de não fazer "máquinas".

 

Bem, a verdade é que eu sou um pouco preguiçosa e sem orientação e motivação rapidamente me farto de treinar sozinha. Assim, quando entrei para o ginásio a minha estratégia foi começar a fazer aulas de grupo porque aí não podia desistir senão toda a gente ia reparar. Para além disso, como sou um pouco descoordenada fazer aulas de grupo ajudou-me a melhorar a minha orientação e atualmente até já consigo seguir algumas coreografias. 

 

Claro que, já passaram nove meses desde que entrei para o Fitness Hut e aprendi imensa coisa, mas nunca pensei que teria tanta força de vontade para seguir o compromisso que fiz comigo própria. Aliás, às vezes nem acredito que já consigo passar 60 minutos numa aula (intensa) sem fazer figura de "velhinha", o que me orgulha imenso!

 

Ao longo destes meses tive também a oportunidade de experimentar bastantes aulas podendo assim escolher as de que mais gosto e nas quais noto mais resultados face aos objetivos que quero atingir, por isso já posso dizer-vos porque é que não podem perder uma aula de: bodyattack, bodystep, bodypump ou zumba. No entanto, aconselho-vos também a darem uma oportunidade ao: sh'bam (aula de dance com músicas pop), ao bodybalance (pois, ajuda a relaxar e a corrigir a postura) e ao spinning (se tiverem perninhas para isso, eu pessoamente ainda não lhe apanhei o jeito).

 

Agora, apresento-vos os meus eleitos:

Bodyattack: uma aula que mistura aeróbica com exercícios de força e estabilização. Posso dizer-vos que quando forem fazer esta aula pela primeira vão sair de lá "mortos", mas se no dia a seguir quiserem voltar é sinal que foram contagiados porque estas aulas são mesmo viciantes. Aliás, inicialmente eu só fazia esta aula uma vez por semana, mas atualmente faço entre três a quatro vezes e acreditem que é mesmo a minha aula favorita!

 

Conselhos: levem sapatilhas de corrida, água e toalha porque vão suar imenso! Já agora, esta aula esgota sempre, por isso devem estar à coca para marcar.

Bodystep, tal como o nome indica é uma aula em que trabalhamos com steps. Consoante o professor vão notar diferenças, principalmente se eles derem a versão atlética, que para mim é muito menos divertida e tem coreografias menos dançáveis. 

 

Conselhos: levem sapatilhas confortáveis, água, toalha e sigam todos os conselhos do professor porque um pé mal colocado pode dar origem a uma grande queda.

Bodypump: o meu calcanhar de Aquiles! Bem, eu tenho pouca força nos braços e quando vejo aqueles senhores todos musculados nas máquinas do ginásio sinto um pouco de vergonha, por isso um dia decidi experimentar fazer esta aula e até gostei. O problema foi no dia a seguir, pois mal me conseguia mexer. Curiosamente as dores que tinha eram nas pernas, os braços estavam ok. Assim, voltei a fazer mais umas vezes, mas como as aulas de bodyattack começaram a "bater" com estas deixei esta modalidade um pouco para trás. No entanto, quero voltar à carga porque 2016 está quase aí e eu tenho de começar a trabalhar para os festivais porque o material fotográfico é pesado e eu preciso de ter força para o transportar. 

 

Conselhos: Façam tudo o que professor diz, porque por exemplo eu já me aleijei por não prestar atenção à explicação e acreditem que a dor durou semanas. 

Zumba: aquela aula que quase todas as mulheres gostam e que sim é divertida, mas não queima assim tantas calorias. Aliás, quando conhecidas minhas me vêm dizer "ai eu agora ando na zumba e vou perder imenso peso" eu sorrio, mas não acredito muito.

 

É verdade que dançamos e consoante a coreografia até podemos vir a suar, mas só isso não chega, por isso sempre que forem fazer esta aula tentem fazer mais uma. 

 

Conselhos: não usem sapatilhas de corrida nesta aula senão não vão conseguir "girar".

 

Finalmente, espero um dia ver-vos numa destas aulas!

Graziela

Fitness Hut Move Day

12027645_919809494765767_1011893620327630450_n.jpg

Gostavam de experimentar as aulas do Fitness Hut, mas sem compromissos? Então inscrevam-se já no próximo Move Day, a decorrer no dia 26 de Setembro.

 

Esta ação vai decorrer nos clubes: Amoreiras, Cascais, Arco do Cego, Odivelas, Picoas, Olivais, Loures, Linda-a-Velha, Trindade, Braga e Setúbal e nela terão a oportunidade de experimentar as diversas aulas que o Fitness Hut tem para vos oferecer. A participação é gratuita e podem inscrever-se aqui.

 

Vá venham daí fazer exercício!

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.