Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

5 spots lisboetas para visitares com a tua mãe

17463745_drl08.jpeg

 Museu do Oriente

 

Adoro passear com a minha mãe, por isso reuni alguns dos melhores spots do "Ser turista na minha cidade" para vocês ficarem com uma ideia do que podem visitar grátis, com as vossas mães, este fim de semana. 

 

Começo pelo Museu do Oriente, um local onde podem encontrar peças decorativas, pinturas, vestuário e todo o tipo de objectos relacionados com a diáspora portuguesa. Atenção, este museu só é grátis à sexta feira, a partir das 18h. 

17523479_RRShR.jpeg

Palácio Nacional da Ajuda

 

Segue-se a nossa jóia da coroa, o Palácio Nacional da Ajuda, um local mágico pela sua beleza e pela sua história. Podem visitá-lo gratuitamente no primeiro domingo de cada mês.

17898551_sZzPF.jpeg

Museu Nacional do Traje

 

Depois, o Museu Nacional do Traje, que também pode ser visitado gratuitamente no primeiro domingo de cada mês, mas que acaba por ser um dois em um porque no mesmo local encontram também o Museu Nacional do Teatro

17923525_uts7R.jpeg

Castelo de São Jorge

 

O ex-líbris da cidade, o Castelo de São Jorge, grátis para quem é residente em Lisboa e um dos melhores spots para se ver o por do sol. No entanto, aconselho-vos a ir cedo porque as filas ao fim de semana são grandes.

17972348_YHO1n.jpeg

Estufa Fria

 

Finalmente, a Estufa Fria, um dos mais belos jardins em Lisboa e onde podem ver todo o tipo de plantas, para além disso é um local super giro para fazerem uma sessão fotográfica com a vossa mãe. 

 

Já agora, podem ver os outros "Ser turista na minha cidade" aqui.

Graziela

Sair à pala: concertos, cinema, teatro e exposições

 

Foto: Graziela Costa

 

Quem me conhece sabe que não resisto a um bom concerto, ir ver um filmezinho ao cinema ou mesmo a ir ao teatro. Mas, neste momento para mim pagar isso é impossível por isso, porque vejamos ir ao um concerto no Coliseu por exemplo é cerca de 30 euros, ver um filme nos cinemas Lusomundo ou mesmo Medeia nunca fica a menos de 5 euros, mesmo que a usar descontos e o teatro idem. É aí que entram os passatempos. 

 

Os sites especializados em música, os jornais e as rádios costumam oferecer bilhetes para concertos e festivais. Já para o cinema existem imensos sites sobre o assunto que têm sempre passatempos. Já para o Teatro o melhor é consultarem sites sobre cultura. Na secção leituras essenciais que está do vosso lado direito têm uma série de links para sites com passatempos, é só responderem a perguntas ou fazer frases. 

 

O Facebook também é um bom local para se conseguirem bilhetes, basta adicionar as páginas desses sites, jornais ou rádios que os passatempos vão surgindo. Mas, podem sempre usar o Google por exemplo se colocarem na pesquisa 'passatempo indie lisboa 2012' vão aparecer vários sites com passatempos depois é meter mãos à obra e concorrer (sim, porque este blog não é um blog de passatempos, mas im uma ferramenta para os vos ensinar a safarem-se sozinhos).

 

Para quem não tem paciência para concorrer a passatempos pode sempre ver quais os concertos que vão ter entrada livre aqui. Ou dar um pulinho aos auditórios das lojas Fnac, ao Lounge (Lisboa), à  PT Blue Station (Estação de Metro - Baixa - Chiado) etc. Por exemplo, agora em Maio começa o Out Jazz que decorre nos jardins da capital e é grátis.

 

Ver filmes também não é um drama por exemplo, o Geraldine (Lisboa) tem todos os meses um ciclo de cinema, o Cineclube de Lisboa, a Casa da América Latina (Lisboa), o Institut Franco-Portugais ou mesmo, a Casa da Achada - Centro Mário Dionísio (Lisboa)  têm também uma programação regular com entrada livre.

 

Podem sempre ir às bibliotecas da cidade e das vossas universidades. Lembro-me de quando estava de Erasmus, a biblioteca da minha universidade era quase um Clube de Vídeo e muitos filmes vi de borla. E mesmo agora na Restart onde estudo, já vi vários filmes da biblioteca.

 

Quanto a exposições têm o Museu da Electricidade, o Espaço Bes Arte & Finança, o MUDE, o Museu Berardo e podem aproveitar ao domingo entre as 10h e as 14h ir aos museus e monumentos da chancela do Instituto dos Museus e da Conservação. Já o Museu Bordalo Pinheiro tem entrada livre para os estudantes, bastando mostrar o cartão da universidade ou escola.

 

Atenção, que o dia internacional dos Museus é já a 18 de Maio e no dia a seguir têm a noite dos museus, onde a entrada é livre e muitos mais museus.

 

Para quem está desempregada(o) como eu e tem certificado do centro de emprego pode aproveitar os novos descontos. Vejam mais aqui.

 

Já agora, porque não vão também passear ao jardim é que apanhar ar faz bem à saúde e à mente. Por exemplo, a Estufa Fria é um dos mais importantes espaços verdes de Lisboa e apresenta espécies oriundas de regiões como a China, Austrália, México, Peru, Brasil, Antilhas, Península da Coreia, entre outras. Está aberta todos os dias das 9h às 17h (a última entrada é às 16h30) e ao domingo de manhã entre as 10h e as 14h tem entrada gratuita.

 

Recomendo também uma visita ao Jardim do Campo Grande, ao Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian, ao Jardim do Torel, ao Parque Eduardo VII (onde se encontra a Estufa Fria), ao Parque Urbano dos Moinhos de Santana, ao Parque Recreativo do Alto da Serafina, aos Jardins Garcia da Horta (Parque das Nações), ao Jardim da Estrela e ao Jardim do Príncipe Real. Locais onde podes encontrar diversas espécies de plantas.

 

Para conhecerem outras dicas de poupança consultem este post.

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.