Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Ser turista na minha cidade parte 16: Jardim Botânico d'Ajuda

_MG_7157aa.png

Fotos: Graziela Costa

 

No "Ser turista na minha cidade" desta semana apresento-vos o Jardim Botânico d'Ajuda. Um espaço que tive a oportunidade de visitar num shooting day do curso de Fotografia de Moda. 

 

Este jardim é conhecido por um dia ter feito parte dos jardins do Palácio Nacional da Ajuda (cujo post "Ser turista na minha cidade" podem ver aqui), pela sua beleza muito característica e pelos seus habitantes, os pavões, que se passeiam por toda a parte e com sorte deixam para trás uma pena, que vocês podem levar de recordação (mas, atenção nada de arrancarem penas aos pobres animais!).

 

No dia em visitei este local ia decorrer um casamento, pelo que todo o espaço estava bastante agitado, ainda assim este é o lugar ideal para um piquenique romântico. Até porque os banquinhos dispostos de forma artística por todo o jardim convidam a sentar e a assistir de camarote ao fantástico pôr do sol que dali se avista.  

 

Só tenho pena de não ter visto a parte da estufa, pois de certo devia ser fantástica, mas de certeza que um dia vou voltar, até porque o bilhete não é assim tão caro, 2 euros para adultos (as crianças não pagam) ou 1 euro para estudantes.

 

Já agora, o Jardim Botânico d'Ajuda está aberto todos os dias entre as 10h e as 20h (19h no horário de Inverno) e para lá chegarem o melhor é mesmo irem no eléctrico 18 ou nos autocarros 727, 729 ou 732.

 

Até lá vejam as minhas fotos e fascinem-se por este local!

 

PS: Podem ver outras visitas da série "Ser turista na minha cidade" aqui.

_SAM0524aa.png

_SAM0552aa.png

_SAM0526aa.png

_SAM0530aa.png

_SAM0531aa.png

_SAM0537aa.png

_SAM0536aa.png

_SAM0525aa.png

_SAM0541aa.png

_MG_8724aa.png

_SAM0540aa.png

_SAM0550aa.png

_MG_8763aa.png

Graziela

Pelos trilhos dos pastores

_SAM4154-2.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Quando era pequena adorava os domingos porque os meus pais levam-me sempre a passear pela Serra da Estrela. Conheci imensos lugares, mas entretanto cresci e muitos deles sumiram da minha memória, outros ficaram mesmo por descobrir. À medida que fui crescendo também os meus pais passaram a trabalhar mais e mais e a certa altura os passeios de domingo desapareceram. Agora, já não vivo lá e quando os vou visitar é sempre a correr, mas desta vez tive mais tempo e como o meu namorado foi comigo, eles fizeram questão de lhe mostrar a "Serra profunda", neste caso os locais onde foi filmado o documentário "Ainda há pastores".

 

É engraçado que apesar dos meus pais me dizerem que eu já tinha ido com eles às Penhas da Saúde ou a Manteigas eu não me lembrava, mas a "novidade" Casais de Folgosinho valeu realmente a pena, pois nunca tinha visto searas de centeio tão bonitas, principalmente porque quando lá chegámos estávamos na hora dourada, aquele momento antes do anoitecer em que os campos ficam iluminados por uma luz lindíssima. Adorei e agora só sonho com o dia em que possa alugar ali uma casinha e passar um fim de semana descansada com o meu namorado e Júlia. Aposto que ia ser brutal acordar com aquela vista e aquele silêncio que parece quase mágico.

 

Realmente, Portugal é bonito e às vezes apenas temos de lhe dar uma oportunidade!

_SAM4152-1.JPG

Mondeguinho (nascente do rio Mondego)

 

_SAM4167-5.JPG

Penhas da Saúde

_SAM4173-6.JPG

_SAM4181-8.JPG

_SAM4182-9.JPG

_SAM4190-10.JPG

_SAM4191-11.JPG

A minha mãe e a Júlia

_SAM4197-13.JPG

Vista sobre Manteigas

_SAM4200-14.JPG

O meu pai

_SAM4208-17.JPG

_SAM4209-18.JPG

_SAM4210-19.JPG

_SAM4212-20.JPG

_SAM4217-21.JPG

_SAM4219-22.JPG

 

_SAM4227-26.JPG

_SAM4229-27.JPG

_SAM4230-28.JPG

Graziela

Ser turista na minha cidade parte 10: Estufa Fria

_MG_1353aa.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Ontem foi dia de museus grátis, por isso hoje partilho convosco a minha visita à Estufa Fria em Lisboa. Há muito que queria conhecer este local, mas nos últimos anos esteve muitas vezes em obras e acabava sempre por adiar o meu passeio. 

 

A Estufa Fria é como que um pequeno paraíso no centro de Lisboa porque no meio de uma selva de betão encontramos este espaço verde fabuloso. Posso dizer-vos que passei lá umas belas horas a descobrir todas aquelas plantas e recantos escondidos no meio da vegetação. Tirei tantas fotos que era impossível colocá-las todas neste post, ainda assim partilho convosco algumas imagens.

 

Podem visitar este "jardim" gratuitamente aos domingos e feriados (excepto 1 de Janeiro, 1 de Maio e 25 de Dezembro) entre as 10h e as 14h. Aconselho uma visita com os vossos namorados para um passeio bem romântico.

 

Transportes

Autocarros: 702; 720; 727; 732; 738; 744; 748

Metro: Marquês de Pombal (Linha Azul e Linha Amarela)
 
 
Já agora, podem ver aqui outros posts das série "Ser Turista na minha cidade".

 

_MG_1197aa.jpg

_MG_1215aa.jpg

_MG_1218aa.jpg

_MG_1249aa.jpg

_MG_1281aa.jpg

_MG_1285aa.jpg

_MG_1316aa.jpg

_MG_1332aa.jpg

_MG_1338aa.jpg

IMG_1233aa.jpg

IMG_1252aa.jpg

IMG_1292aa.jpg

IMG_1314aa.jpg

IMG_1380aa.jpg

 

IMG_1242aa.jpg

 

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.