Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Ser turista na minha cidade - Parte 44: Museu Nacional da Música

Museu_da_Musica_Lisboa-0167.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Sempre ouvi dizer que debaixo do metropolitano de Lisboa existem grandes "tesouros" e é verdade, pois na estação do Alto dos Moinhos temos um: o Museu Nacional da Música. Um local onde podem conhecer diversos instrumentos musicais, e dos sopros, às cordas passando pelo piano podem encontrar aqui autênticas obras de arte. Eu estive lá um dia destes e fiquei encantada, por isso partilho convosco algumas fotografias da minha visita.

 

Se também quiserem visitar este museu podem fazê-lo de segunda a sábado das 10h às 18h. A entrada custa 3€, mas se forem no primeiro domingo do mês ou apresentarem a declaração do centro de emprego é grátis.

 

PS: Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui
Museu_da_Musica_Lisboa-0170.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0172.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0173.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0175.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0180.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0181.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0182.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0183.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0185.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0187.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0190.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0191.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0194.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0196.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0200.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0201.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0204.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0208.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0211.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0212.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0214.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0217.jpg

Museu_da_Musica_Lisboa-0221.jpg

 

Graziela

Onde vamos jantar esta noite? Picanha

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001354.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Uma das coisas que mais gosto de fazer é jantar/almoçar na companhia de amigas e desta vez, a convite da Zomato fui experimentar o Picanha. Um restaurante de comida brasileira junto ao Museu de Arte Antiga, em Lisboa.

 

Tinha visto algumas fotografias na Internet e quando marquei pedi um lugar perto de uma janela porque era melhor para as fotografias e não é que eles cumpriram, pois quando lá chegámos reparámos tínhamos mesmo a mesa com mais luz da sala.

 

A decoração é simples, mas combina bem com o espaço, que tem algumas paredes com azulejos muito antigos.

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001352.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001357.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001315.jpg

Em relação à comida, começámos a a nossa refeição com um couvert composto por queijo de ovelha amanteigado, doce de abóbora, azeite e pão quentinho. Aperitivos que nos souberam super bem!Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001323.jpg

Depois provámos os "Miminhos", cogumelos recheados com queijo e ervas aromáticas e à parte alguns molhos para acompanhar. Uma entrada agradável que ajudou a preparar-nos para o prato principal.Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001325.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001326.jpg

Estando no Picanha obviamente escolhemos dois pratos de carne, sendo que eu escolhi o Bife com molho da casa, que é acompanhado por batatas fritas e salada. Já a Paula, escolheu a Picanha à Antiga, que traz como acompanhamentos: arroz, feijão preto, batata a murro com queijo e salada.

 

Como amigas que somos, claro que provámos um bocadinho de todos os pratos, até porque eles nos facilitaram a tarefa servindo tudo em pratos/taças diferentes.

 

Destaco então: a picanha fininha, mas bastante suculenta, as batatas fritas estaladiças, a batata a murro com queijo a derreter e claro, o meu bife com um molho parecido ao cervejeira.


Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001331.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001333.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001334.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001336.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001339.jpg

Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001342.jpg

Para finalizar, escolhemos duas sobremesas diferentes: Apple Crumble do Bruce e Bolo de Chocolate da Sofia, duas belas escolhas, pois ambas estavam super saborosas e doces na medida certa.

 

Depois desta experiência tenho a certeza que vou voltar, até porque o staff era super simpático (digo isto pela forma como nos trataram e pela forma como vi tratar todos os clientes) e a comida é deliciosa!

 

Conclusão: está aprovado!
Picanha_Restaurante_Graziela_Costa-001347.jpg

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 39: Museu da Eletricidade

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9547.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Desde criança que tenho um fascínio por máquinas industriais e quando entrei pela primeira vez no Museu da Eletricidade fiquei completamente maravilhada. A imponência do edifício, a complexidade das máquinas e a sua escuridão natural eram fascinantes, por isso gosto sempre lá voltar.

 

Desta vez, aproveitei o facto de ir ver a "Lightopia", uma exposição que infelizmente já terminou, para tirar umas fotos ao núcleo permanente do museu e como podem ver pelas fotos abaixo vale a pena a visita.

 

Uma nota, o Museu da Eletricidade vai passar a integrar o MAAT (Museu de Arte Arquitetura e Tecnologia), por isso só vai ter entrada livre no primeiro domingo do mês. No entanto, dia 5 de outubro, dia da inauguração de novo edifício a entrada é livre, por isso aproveitem. ;)

 

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9473.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9475.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9476.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9482.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9484.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9488.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9491.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9493.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9497.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9498.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9501.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9507.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9511.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9514.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9517.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9523.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9525.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9532.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9538.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9539.jpg

Museu_Eletrecidade_Lisboa-9543.jpg

*Fotos tiradas com a Canon 5D MarkIII

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 33: Museu do Dinheiro

Museu_do_Dinheiro000679-15.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Em tempos foi Igreja de São Julião, agora alberga o Museu do Dinheiro e é sobre ele que hoje vos escrevo. Imponente e impecavelmente remodelado este edifício conta-nos um pouco da história do "dinheiro". Do fabrico à distribuição, neste museu podemos ver máquinas, notas, moedas de vários países e até parte da muralha de D. Dinis. Tudo isto grátis de quarta a a sábado, das 10h às 18h. 

 

Para quem ainda não está convencido vejam as fotos abaixo. 

 

Para verem outros "Ser Turista Na Minha Cidade" entrem aqui

Museu_do_Dinheiro000654-1.jpg

_MG_9636-3.jpg

Museu_do_Dinheiro000661-5.jpg

Museu_do_Dinheiro000659-4.jpg

Museu_do_Dinheiro000677-13.jpg

Museu_do_Dinheiro000678-14.jpg

Museu_do_Dinheiro000680-16.jpg

Museu_do_Dinheiro000696-25.jpg

Museu_do_Dinheiro000682-18.jpg

Museu_do_Dinheiro000683-19.jpg

Museu_do_Dinheiro000666-6.jpg

Museu_do_Dinheiro000667-7.jpg

Museu_do_Dinheiro000671-9.jpg

Museu_do_Dinheiro000674-10.jpg

Museu_do_Dinheiro000685-20.jpg

Museu_do_Dinheiro000688-22.jpg

Museu_do_Dinheiro000689-23.jpg

Museu_do_Dinheiro000697-26.jpg

Museu_do_Dinheiro000698-27.jpg

Museu_do_Dinheiro000699-28.jpg

Museu_do_Dinheiro000701-29.jpg

Museu_do_Dinheiro000702-30.jpg

Museu_do_Dinheiro000703-31.jpg

Museu_do_Dinheiro000711-34.jpg

Museu_do_Dinheiro000712-35.jpg

Museu_do_Dinheiro000714-37.jpg

_MG_9632-1.jpg

_MG_9633-2.jpg

_MG_9654-4.jpg

_MG_9640-4.jpg

_MG_9643-1.jpg

_MG_9644-6.jpg

_MG_9645-7.jpg

_MG_9647-8.jpg

_MG_9648-2.jpg

_MG_9650-3.jpg

_MG_9656-12.jpg

_MG_9658-13.jpg

_MG_9659-14.jpg

_MG_9660-15.jpg

_MG_9664-5.jpg

Graziela

Mateus Rosé Sailing Experience

Mateus_Rose_Pequenas-2027000010.jpg

Fotos: Graziela Costa | Ana Correia | Joana Cardoso

 

Há pessoas que dizem que o nosso dia de anos é o mais "sortudo" do ano e este ano posso dizer mesmo que foi, pois estive rodeada de amigos, fui a duas festas e quando estava a ver o e-mail, qual não foi o meu espanto quando vi um convite para ir à Mateus Rosé Sailing Cup. Claro que, nem pensei duas vezes e aceitei logo. 

 

O pior ia ser mesmo acordar às 5h30 da manhã para ir para o aeroporto, mas eufórica como estava já sabia que mal ia dormir, por isso foi na boa. Chegada ao aeroporto lá estavam as minhas "companheiras" de fim de semana, o avião e o meu nervoso miudinho, mas lá me aguentei, até porque a viagem foi curtinha.

 

Assim que chegámos ao Porto fomos directas para o The Bird, um café super amoroso onde tomámos pequeno almoço. Nunca lá tinha ido, mas adorei a decoração feminina do espaço, o jardim e a comida deliciosa. A seguir fomos para a Marina da Afurada, onde tivemos um pequeno briefing antes de irmos para os barcos.

 

Depois disso, seguiu-se uma das melhores experiências que tive até hoje: fiz vela e não caí do barco (vá houve lá uma altura que pensei que ia mesmo cair ehehe), mas olhem que a adrenalina esteve ao rubro porque não pudemos estar paradas um minuto. Tanto que a meio da viagem vieram trazer-nos mantimentos: Mateus Rosé fresquinho e uma tosta mista acabadinha de fazer. Nhami!

 

Finalizada a corrida era tempo de nos prepararmos para a Mateus Rosé Sailing Cup Party, por isso fomos para o hotel. E mal entrei no meu quarto pensei "estou num filme" e o que se seguiu foi mesmo aquela cena da miúda a mandar-se para cima da cama e a comer os chocolates que estavam em cima da mesa à espera de serem "devorados". Ahahah

 

Não fosse saber que tinha as minhas colegas e a festa à espera e tinha ficado ali a aproveitar o ambiente, mas festa é festa e não podia perder a oportunidade de experimentar os fantásticos cocktails que se podem fazer com Mateus Rosé, dançar, sentir o pôr do sol a aquecer-me a cara e pensar "sou mesmo sortuda"!

 

Com o ventinho a começar a tornar-se forte deixámos a festa e fomos para o Clérigos, restaurante onde provei um belo risotto de cogumelos, ri e conheci pessoas que até hoje só tinha falado pela internet.

 

No final, ficam as boas memórias e um novo hábito: beber Mateus Rosé com os meus amigos e brindar para que ainda tenhamos muitos momentos felizes!

Mateus_Rose_Pequenas-2041000024.jpg

Pequeno almoço no The Bird

Mateus_Rose_Pequenas-2052000035.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2061000044.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2063000046.jpg

graziela mateus rose-4108.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2065000048.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2074000057.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2081000064.jpg

Os detalhes fofinhosMateus_Rose_Pequenas-2090000073.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2099000082.jpg

A Marina da Afurada (Gaia) local de onde partiu esta regataMateus_Rose_Pequenas-132734.jpg

Vamos lá à aventura!Mateus_Rose_Pequenas-143624.jpg

A bebida perfeita para esta regata, um Mateus Rosé bem geladinho.Mateus_Rose_Pequenas-145114.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-145853.jpg

Omg nem acredito que fiz vela!Mateus_Rose_Pequenas-150554.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2105000088.jpg

O hotel
Mateus_Rose_Pequenas-2033000016.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2110000093.jpg

O meu fantástico quarto no Hotel Eurostars Porto DouroMateus_Rose_Pequenas-2114000097.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2117000100.jpg

Ser recebida assim Mateus_Rose_Pequenas-2124000107.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2142000125.jpg

MiminhosMateus_Rose_Pequenas-092307.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-092329.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2151000134.jpg

 A vista do meu quarto

Mateus_Rose_Pequenas-2100000083.jpg

A festa!Mateus_Rose_Pequenas-2103000086.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-204310.jpg

Um brinde a vós!

Mateus_Rose_Pequenas-204509.jpg

E um brinde a nós!Mateus_Rose_Pequenas-210711.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-203708.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2175000158.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2179000162.jpg

Mateus_Rose-2163000146.jpg

O look para a Mateus Rosé Sailing Cup PartyMateus_Rose-2169000152.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2181000164.jpg

O jantar no Clérigos

Mateus_Rose_Pequenas-2187000170.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2193000176.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2194000177.jpg

Risotto de cogumelos, nhami!Mateus_Rose_Pequenas-2198000181.jpg

A sobremesa

Mateus_Rose_Pequenas-2208000191.jpg

 Com uma vista assim nem dava vontade de ir dormir

Mateus_Rose_Pequenas-2158000141.jpg

 A sala do pequeno almoço

Mateus_Rose_Pequenas-125303.jpg

A hora da despedida 

 Por último, partilho um vídeo desta nossa experiência. 

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 31: Lisboa ao largo

_MG_4152-21.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Hoje trago-vos um "Ser Turista Na Minha Cidade" diferente do habitual, pois desta vez mostro-vos Lisboa vista do Tejo. Aproveitando o facto de ter ido fazer uma sessão fotográfica num mini cruzeiro pelo rio tirei algumas fotos para vos mostrar o quão bonita é a "nossa" cidade vista do lado de lá. E como podem ver pelas fotos o tempo estava tão bom que só apetecia ficar ali a tomar "banhos" de sol até ao escurecer.

 

Já agora, sei que esta experiência não é para toda a gente, eu própria só tinha visto assim o Tejo quando andei de cacilheiro, mas entretanto descobri que a Odisseias costuma ter umas promoções para este tipo de passeios, por isso vale a pena espreitar.

 

Para verem outros posts da série "Ser Turista Na Minha Cidade" basta entrarem aqui.

_MG_3841-1.JPG

_MG_3842-2.JPG

_MG_3946-4.JPG

_MG_3912-3.JPG

_MG_3958-9.JPG

_MG_3967-11.JPG

_MG_3972-12.JPG

_MG_4036-16.JPG

_MG_4047-17.JPG

_MG_4107-19.JPG

_MG_4130-20.JPG

_MG_4154-22.JPG

Graziela

A Rota de Tapas já começou!

_SAM8374aa.png

Boca Café (Tapa Boca)

Fotos: Graziela Costa

 

Até 5 de junho, Lisboa, Porto e Braga recebem a 7ª edição da Rota de Tapas Estrella Damm. Um evento que promove a fusão de aromas/sabores e nos dá a conhecer novos cafés/restaurantes.

 

Passar bons fins de tarde a comer "tapas" com os meus amigos é umas coisas que mais tenho saudades dos meus tempos de Erasmus e agora também posso fazê-lo em Portugal e o melhor é que até é mais barato porque por apenas 3 euros tenho direito a uma tapa e uma cerveja Estrella Damm (0,25l). 

 

Em Lisboa existem 54 estabelecimentos, no Porto 29 e em Braga 21, por isso o melhor é irem já ao Facebook da Estrella Damm ou ao Zomato e verem por onde começar. Eu já tive a oportunidade de experimentar 3 tapas: a do Prego na Peixaria (o Mini Motard), a do El Clandestino (a Quesadilla de cogumelos e flor de courgette) e a do Boca Café (o Tapa Boca). Cada uma bastante diferente da outra, mas o Mini Motard foi mesmo o meu eleito.

 

Ah e para que possamos disfrutar ao máximo desta Rota, a Estrella Damm também disponibiliza Tuk Tuks, para apanharem boleia num basta terem 2 carimbos no vosso mapa da Rota de Tapas. Depois ainda têm um passatempo que vos pode valer uma viagem a Barcelona. Vá toca a participar!

 

_SAM8344aa.png

_SAM8353aa.png

Prego na Peixaria (o Mini Motard)

Vazia maturada, chouriço de barrancos e ovo de coderniz em caco de cebola

_SAM8357aa.png

El Clandestino (a Quesadilla de cogumelos e flor de courgette)

Cogumelos, flor de courgette, cebola e oaxaca.

_SAM8367aa.png

 Boca Café (Tapa Boca)

Brusqueta com guacamole e boqueron marinado em vinagre de cidras.

Graziela

Pela praia de Espinho

Espinho_Pequenas-8302.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Uma das melhores coisas do meu estágio é mesmo poder conhecer locais e empresas que nem fazia a mínima ideia que existiam. Assim, recentemente tive a oportunidade de ir a Espinho para uma reunião de trabalho. Como depois da mesma ainda faltavam duas horas para o comboio chegar, aproveitei para ir almoçar fora e conhecer a praia. E mesmo não tendo fato de banho nem toalha para me "esparramar" ao sol posso dizer-vos que se estava muito bem. Por isso, aqui ficam umas imagens com um visto de ansiedade pelo verão/vontade de sair à aventura.

Espinho_Pequenas-8234.JPG

Espinho_Pequenas-8240.JPG

Espinho_Pequenas-8276.JPG

Espinho_Pequenas-8279.JPG

Espinho_Pequenas-8297.JPG

Espinho_Pequenas-8300.JPG

Espinho_Pequenas-8303.JPG

Espinho_Pequenas-8311.JPG

Espinho_Pequenas-8320.JPG

Espinho_Pequenas-8224.JPG

Espinho_Pequenas-8227.JPG

Graziela

Ser turista na minha cidade - Parte 30 - Miradouro do Arco da Rua Augusta

Tryp_Oriente_Originais-8138.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Apesar destes últimos dias não estarem a ser tão convidativos quanto o dia em que fui visitar o miradouro do Arco da Rua Augusta, não quis deixar de vos mostrar uma das melhores vistas de Lisboa. Pois de lá podem ver toda a zona ribeirinha, a baixa pombalina e Alfama. Lugares que um dia também serão "alvo" de posts do "Ser Turista Na Minha Cidade". Até lá partilho convosco algumas fotografias que de certo vos vão deixar cheios de vontade de visitar este local.

 

PS: Podem visitar o miradouro do Arco da Rua Augusta todos os dias das 9h às 19h, sendo que a entrada custa 2,50€. 

 

Para verem outros posts da série "Ser Turista Na Minha Cidade" basta entrarem aqui.

Tryp_Oriente_Originais-8123.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8127.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8128.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8130.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8140.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8142.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8143.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8144.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8145.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8148.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8149.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8169.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8115.JPG

Tryp_Oriente_Originais-8116.JPG

Graziela

Semana gastronómica italiana, no Tryp Lisboa Oriente

Tryp_Oriente-1379.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Trabalhar no Parque das Nações é muito giro, mas se nos esquecermos do almoço facilmente gastamos mais do que 10€ por uma refeição. Por isso, sabe sempre bem conhecer alternativas de qualidade e a bom preço. Por isso, hoje escrevo-vos sobre a Semana gastronómica italiana, do Bistrô & Tapas, no Tryp Lisboa Oriente. Um local por onde tenho passado todos os dias nos últimos seis meses, e é engraçado que por várias vezes reparei que têm semanas grastronómicas dedicadas, mas nunca tinha tido a oportunidade de experimentar. Assim, na sexta-feira passada lá fui eu experimentar o menu criado pelo chef Augusto Gemelli, que por 10 euros inclui: prato principal, água, sobremesa e café. No entanto, naquele dia tinhamos também à nossa disposição um grande buffet de entradas regionais italianas (paga-se mais 4€ euros, mas vale a pena experimentar porque as saladas com queijos são fantásticas), três pratos principais (Risoto de Choquinho Guisado com Tomate, Linguini com Mexilhão à Tarantino e Carbonata de Novilho com Vinho Tinto) e diversas sobremesas. Eu escolhi o Carbonata de Novilho e estava bastante saborosa, mas com uma pitadinha de sal extra na cane ficava ainda melhor. Para finalizar escolhi o Tiramisù e posso dizer-vos estava delicioso, principalmente porque era bastante cremoso e eu gosto desta sobremesa assim mais a puxar para a textura da mousse.

 

Para quem quiser experimentar o menu da Semana gastronómica italiana, pode fazê-lo até dia 6 de maio, no Bistrô & Tapas, do Tryp Lisboa Oriente. Uma nota, o período de almoço começa às 13h e o período de jantar tem início às 20h. Ah e bem sei que termina já amanhã, mas acreditem é uma experiência bem interessante, até porque o ambiente do restaurante é muito agradável

Tryp_Oriente-1407.JPG

O restaurante Bistrô & Tapas, do Tryp Lisboa OrienteTryp_Oriente-1408.JPG

Tryp_Oriente-1402.JPG

Tryp_Oriente-1410.JPG

O chef Augusto Gemelli

Tryp_Oriente-1380.JPG

Tryp_Oriente-1381.JPG

Tryp_Oriente-1382.JPG

Tryp_Oriente-1383.JPG

Tryp_Oriente-1384.JPG

Tryp_Oriente-1385.JPG

Tryp_Oriente-1386.JPG

Tryp_Oriente-1394.JPG

Carbonata de Novilho com Vinho Tinto

Tryp_Oriente-1391.JPG

Tryp_Oriente-1396.JPG

Risoto de Choquinho Guisado com Tomate

Tryp_Oriente-1399.JPG

Linguini com Mexilhão à TarantinoTryp_Oriente-1403.JPG

Tryp_Oriente-1406.JPG

 Tiramisù

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.