Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Música às sextas: Rita Redshoes - Her

unnamed-1.jpg

A par da Lúcia Moniz e da Márcia, a Rita Redshoes é uma das minhas cantoras portuguesas favoritas, tanto que já lhe dediquei um post no "Música às Sextas" e até escrevi uma review do seu livro "Sonhos de uma rapariga quase normal", por isso não podia deixar de escrever sobre o seu novo disco.

 

Produzido por Victor Van Vugt (associado a nomes como Nick Cave, PJ Harvey ou Depeche Mode), "Her" foi gravado em Berlim e marca o regresso de Rita aos discos. "Her" é um álbum conciso, mas ainda assim arriscado, pois pela primeira vez, ela canta algumas músicas em português. No entanto, não me causou estranheza, pois já a tinha ouvido cantar em português em duetos com outros artistas. 

 

Em relação às músicas em si, posso dizer-vos que adorei "Bird Hunter" a faixa que abre o disco, "Take Me To The Moon", uma daquelas músicas para dançar bem agarradinho, "Life Is Huge", cujo vídeo foi realizado por Marco Martins e o qual podem ver no final do post, "Mulher" porque é uma música forte e "Hell, I'm In Love With You", que denota claras influências de PJ Harvey (uma das nossas cantoras favoritas, sei que a Rita também é fã). Destaque também para "Seahorse" que fecha o disco na perfeição e me lembrou Beach House nos tempos do álbum "Devotion".

 

Agora, só me falta mesmo ver um concerto da Rita Redshoes.

 

PS: Este disco também é uma bela prenda de Natal. ;)

 

"Life Is Huge"

Graziela

Passatempo Sonhos de Uma Rapariga Quase Normal / Vida de Desempregada

Capa-Rita_FINAL_300dpi.jpg

Lembram-se da minha review do livro Sonhos de uma rapariga quase normal" (Editora Guerra & Paz)? Pois é, este livro composto por 40 ilustrações e 40 sonhos, que são como que crónicas do que vai na mente da Rita Redshoes é tão fixe que eu perguntei à editora se podíamos oferecer um a um(a) leitor(a) do Vida de Desempregada, assim lanço agora um novo passatempo. 

 

Para se habilitarem a este prémio basta preencherem as entradas do formulário abaixo até ao dia 31 de julho de 2015 à meia noite. Atenção, todas as entradas são obrigatórias. Este passatempo só é válido para residentes em Portugal. O(a) vencedor(a) será apurado(a) via random e contactado(a) por email. Cada pessoa só pode participar uma vez por dia.

 

Boa sorte!

 

PS: Não se esqueçam de participar nos passatempos Tampax e Typesell.

 

Graziela

Sonhos de uma rapariga quase normal

_SAM4785-23.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Quando era mais nova li numa revista para adolescentes, salvo erro a Ragazza, que uma das coisas mais giras para libertar a nossa criatividade era ter um bloco na nossa mesinha de cabeceira para escrevermos os nossos sonhos quando acordássemos. Durante uns tempos até tive um bloco ao lado da minha cama, mas como tenho muitas dificuldades em adormecer e quando adormeço quero aproveitar todos os minutinhos do meu sono acho que nem chego a sonhar com nada. 

 

Recentemente, ouvi dizer que a Rita Redshoes tinha lançado um livro e como sou fã dela há muitos anos e até já lhe dediquei um post no "Música às sextas" fiquei logo curiosa para o ler.  Assim, mal ele chegou a minha casa tratei logo de o folhear. "Sonhos de uma rapariga quase normal" (Editora Guerra & Paz) é composto por 40 ilustrações e 40 sonhos, que são como que crónicas do que vai na mente desta cantora super talentosa.

 

Gostei especialmente do sonho "Ópera a 360 graus", pois relata um espectáculo moderno ao qual Rita "assistiu" e ao qual eu também não me importaria de ter assistido, mas além disso admiro-a por ter conseguido registar e ilustrar tantos sonhos, aliás muitos de nós nem se lembra do que sonhou ontem...

 

Finalmente, também achei giro o facto de ela ter criado uma banda sonora para quando estamos a ler o livro. "Dreaming" não me deu sono, mas é engraçado ler um livro com música a acompanhar. 

 

Para quem tal como eu é fã da Rita Redshoes, "Sonhos de uma rapariga quase normal" (Editora Guerra & Paz) é um livro obrigatório e já se encontra à venda nas livarias de todo o país.  

_SAM4786-24.JPG

Graziela

Eventos grátis para este fim de semana

Para preparar a chegada do Verão, a TSF organizou um evento muito especial e assim, hoje às 22h, a Rita Redshoes e os MESA vão actuar no Terreiro do Paço (Lisboa). A entrada é livre.

 

Já agora, nos próximos tempos a Rita Redshoes vai estar a dar concertos pelas Fnacs de todo o país. Aqui ficam as datas

 

21/06 SAB 18H30 CASCAISHOPPING

21/06 SAB 23H55 COLOMBO

27/06 SEX 18H00 SANTA CATARINA

27/06 SEX 22H00 MAR SHOPPING

28/06 SAB 17H00 NORTESHOPPING

28/06 SAB 21H00 CHIADO

 

 


Dia 21 de Junho, entre das 16h e as 22h realiza-se a Festa do Japão 2014, um evento que dá a conhecer a cultura japonesa, celebrando a amizade luso-nipónica. A entrada é livre.


Sabe mais sobre a iniciativa aqui.

 

 

Já o Pinic Btt é uma oportunidade única para conhecer melhor os caminhos de Monsanto. O passeio que vai sair do Bairro da Boavista (onde se fará uma inauguração simbólica da nova oficina Bike POP no Bairro da Boavista) e depois segue para Monsanto. A inscrição é gratuita e pode ser feita em lisboa@bikepop.pt 

 

 

Também amanhã, dia 21 de Junho, às 10h51 começa o Verão e para comemorar esse acontecimento, a TSF, a OLÁ e a EDP vão oferecer gelados e pipocas a crianças. Os gelados vão ser oferecidos no Terreiro do Paço (Lisboa) entre as 10h e as 12h, sendo que o stock é limitado a 500 gelados.

Graziela

Música às sextas: Rita Redshoes - Life Is A Second Of Love

 Fotos: Graziela Costa

 

O "Música às Sextas" tem andado um pouco desaparecido, vá bastante, mas hoje estamos de volta. Ontem, eu e uma série de amigos fomos ao Lux ver o concerto de apresentação do terceiro álbum da Rita Redshoes, "Life Is A Second Of Love" e foi como recordar velhos tempos.

 

É engraçado porque quando saiu o "Golden Era", o primeiro álbum da Rita Redshoes, eu estava no segundo ano da faculdade e lembro-me de cantar todas as músicas do disco de cor e salteado. Também me lembro de andar montes de vezes com collants vermelhos e de receber nos anos os meus primeiros sapatos de salto alto, vermelhos claro.

 

Entretanto cresci e depois daqueles sapatos vieram muitos outros sapatos, mas também a Rita cresceu e ao terceiro disco e depois de assistir a muitos concertos seus, noto que agora ela é uma cantora cheia de confiança e com composições mais maduras. "Woman, Snake" foi uma das minhas favoritas. 

  

 

A nossa ida ao concerto foi uma agradável surpresa, pois algures em 2008 eu inscrevi-me na newsletter da Rita Redshoes e há uns dias atrás recebi um email que dizia que se enviássemos email a dizer "Eu quero ver a Rita Redshoes no... Lux ou Hard Club" teriamos acesso gratuito ao concerto. Claro que mandei email e aproveitei para avisar os meus amigos e lá fomos nós divertirmo-nos. 

 

Vi há pouco no Facebook da Rita, que ainda têm convites para o Porto e por isso, aproveitem. Vejam aqui como fazer.

 

PS: Obrigada pelos convites Rita Redshoes! Adorámos!

 

 Já agora, estas foram algumas das fotografias que tirei no concerto de ontem.

 

 

 

 

 Aqui fica "Broken Bond" o primeiro single deste novo álbum.

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.