Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Receitas rápidas: Canelones à bolonhesa

 Fotos: Graziela Costa

 

Nos últimos dias não tenho tido tempo para nada, nem para cozinhar, mas mesmo assim quero partilhar a última receita que fiz para os meus amigos. Canelones à bolonhesa, uma receita simples e que a maioria das pessoas adora.

 

Ingredientes

1 embalagem de canelones simples

250g de carne de vaca picada

2 colheres de sopa de Azeite São Mamede

Sal qb. (Rui Simeão - Tavira Sal)

Queijo Vaquinha ralado

1 embalagem de molho bechamel 

Tabasco Red

 

Preparação

1 - Parta a cebola em pequenos cubos.

2 - Refogue a cebola no azeite.

3 - Acrescente a carne e a polpa de tomate, tempere com um pouco de sal.

4 - Vá mexendo até cozinhar.

5 - Encha os canelones com o preparado e coloque num pirex que possa ir ao forno.

6 - Verta o molho bechamel sobre os canelones.

7 - Rale o queijo sobre o preparado anterior.

8 - Leve ao forno a 180º durante mais ou menos meia hora.

 

Se estiverem sem tempo para fazer uma sobremesa podem sempre experimentar um daquelas sobremesas do mundo, da Nestlé. Eu experimentei fazer o tiramisù e correu bem.

  

 

 

 

 

 

 

Graziela

Receitas rápidas: Bucho da Sertã com salada fresca

 Fotos: Graziela Costa

 

Depois de dois fins de semana em que não parei um segundo, pois fui ao Mercado Gourmet, à ModaLisboa, à  BTL (e quem já foi sabe que se perde lá umas boas horas) e à Meia Maratona de Lisboa, ainda não tinha tido tempo para confeccionar receitas novas. Os meus pais vieram finalmente visitar-me e pude desfrutar de alguns miminhos dos papás.

 

O meu pai já não vinha a Lisboa há quase dois anos e meio, e como fez anos recentemente, decidi presenteá-lo com um almoço especial: bucho da Sertã com salada fresca. Deixo-vos aqui a receita.

 

Aproveito também para vos mostrar alguns produtos que trouxe dessas feiras e a verdade é que, cada vez mais me dá gozo conhecer pequenos produtores e produtos feitos com muito amor e dedicação.

 

Ingredientes

1 Bucho DOM Iguarias

1 embalagem de salada Gourmet 175g da Florette

2 copos de Arroz Carolino Bom Sucesso

Azeite al Canet

Molho Yogurt Florette

Sal grosso Rui Simeão

1 cebola

4 copos de água

 

Preparação

 

Arroz branco

1. Parta uma cebola em cubos e leve a refogar num fio de azeite.

2. Acrescente 1 copo de arroz, mexa e deite os dois copos de água.

3. Tempere com sal e deixe cozinhar em lume brando.

 

Bucho recheado

1. Retire o bucho do plástico, envolva em papel de prata e coloque num tabuleiro.

2. Leve ao forno a 200ºC durante cerca de 20 minutos.

3. Retire o papel de prata e parta em fatias.

 

Salada

1. Deite a salada numa saladeira.

2. Deite algumas gotas de azeite, molho de yogurt e sirva.

 

 

  

Para temperar a salada e para fazer o refogado do arroz usei azeite al Canet, que provém de azeitonas de oliveiras da região de Alcanede, junto ao Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

 

Este é um azeite virgem extra proveniente de oliveiras da variedade Galega, cultivadas em terrenos calcários. 

 

O azeite al Canet tem um baixo grau de acidez e as suas características sensoriais: sabor, aroma e cor, são fruto de vários factores, desde a variedade da oliveira, condições edafo-climáticas, maturação do fruto aquando da colheita e processo de extracção.

 

Este azeite pode ser encontrado em feiras como o Mercado Gourmet, mas também pode ser adquirido directamente ao produtor na sua página de Facebook.

 

 

O Bucho recheado é um dos enchidos mais tradicionais da gastronomia beirã e sendo eu da Serra da Estrela já o conheço bem. Os seus ingredientes principais são o frango, o arroz, o pão, a laranja, entre outros.

 

Nesta receita utilizei o DOM Bucho, que já vem cozido, bastando aquecer em forno a 200ºC, embrulhado em prata, aproximadamente durante 20 minutos.

 

Dependendo da região, também o acompanhamento pode variar: na Sertã acompanha com batata frita caseira e salada. Na zona da Guarda costuma acompanhar com batata e legumes cozidos (como grelos de couve ou nabo).

 

  

Para quem nunca provou Bucho, aviso-vos já que a pele também se pode comer e assim tostadinha ainda sabe melhor. Ah, um bucho destes dá para quatro pessoas e às vezes até sobra, como foi no nosso caso. 

 

Este Bucho é da DOM Iguarias e veio do Mercado Gourmet, no Campo Pequeno, mas podem adquirir este produto em diversas lojas em Lisboa e na zona Centro. Podem ver a lista de lojas aqui.

 

 

Recentemente, o Vida de Desempregada ofereceu packs de salada Florette e foi com essas saladas que eu acompanhei esta refeição. Neste caso, utlizei a salada Gourmet, uma mistura original que combina sabor intenso, cores variadas e legumes como a Escarola Frisada, o Radiccio e os Canónigos. E o melhor: já vem lavada, pronta a consumir!

Graziela

Receitas rápidas: Sopa improvisada

 Foto: Graziela Costa

 

Gosto sempre de ter sopa em casa porque às vezes chego tarde do estágio ou do curso de fotografia de Moda e não me apetece ainda ir cozinhar. Como a minha tendência natural é ir agarrar-me aos snacks, ter sempre uma sopa em casa é mesmo a melhor solução.

 

Este mês chateei-me e decidi que não ia às compras até esvaziar o frígorífico e assim tem sido (sábado lá tenho eu de  ir ao supermercado). Com o tempo, as coisas foram desaparecendo e, a certa altura, já só tinha dois ou três legumes em casa. Assim, decidi inventar e fazer uma sopa improvisada e curiosamente não ficou nada má (isto, segundo as pessoas que também a provaram).

 

Decidi então, partilhar a receita porque às vezes pensamos que a sopa só se pode fazer se tivermos batatas como base, mas na verdade, a sopa pode fazer-se com tudo e é uma grande fonte de nutrientes.

 

Ingredientes:

100g de favas

200g de couve portuguesa

1 cebola

Salsa

Orégãos

Azeite

Flor de Sal (usei Flor de Sal Rui Simeão)

 

Preparação

 

1. Lave os legumes e descasque as favas.

2. Corte as couves em pedaços pequenos como se fosse para caldo.

3. Pique a cebola e a salsa.

4. Ferva 1 litro de água, acrescente todos os ingredientes para o tacho e tempere com uma pitada de flor de sal.

5. Deixe cozinhar e quando estiver tudo cozido passe com a varinha mágica.

6. Deite um fio de azeite e os orégãos e deixe ferver.

Graziela

Receitas rápidas: Arroz de marisco

 

Fotos: Graziela Costa

 

Este fim de semana fui turista por Lisboa... O meu namorado levou-me a mim e à Júlia a gozar a prenda do dia dos namorados e como retribuição fiz um dos pratos favoritos dele: arroz de marisco. Aqui fica a receita e espero que gostem.

 

Ingredientes

 Mistura de marisco

2 copos de Arroz Agulha (usei Bom Sucesso Agulha, mas devia ter usado Carolino para ter mais goma e molho)

Flôr de Sal (usei Rui Simeão)

Tabasco Red

1 Cebola

Salsa

Azeite

Polpa de Tomate

Alho em pó

Água

Orégão

 

Preparação

 

1. Deixe a mistura de marisco a descongelar no dia anterior.

2. Parta uma cebola em cubos e leve a refogar num fio de azeite.

3. Adicione água a ferver e deite a mistura de marisco (separe as delicias do mar para mais tarde adicionar), polpa de tomate e umas gotinhas de Tabasco Red.

4. Deixe ferver o preparado e adicione dois copos de arroz,  orégãos e salsa (também pode colocar no final a enfeitar o prato).

5. Coza em lume brando durante 15 minutos e depois adicione as delicias do mar.

 

Para beber, recomendo-vos um Alo Confort porque é leve e bem docinho.

 

 

 

 

 

Graziela

Receitas rápidas: Lasanha Graziela

 

No dia dos namorados saí do estágio já passavam das 19h, estava a chover e não sabíamos o que íamos fazer. Para além disso com a vinda da Júlia (a minha cadelinha) tem sido difícil ir jantar fora. Assim, decidi improvisar com o que tinha em casa e fiz uma lasanha à minha maneira. Deixo-vos aqui a receita e se quiserem experimentem depois partilhem na nossa página de Facebook.

 

Ingredientes

Placas de lasanha

Pimentos verdes e vermelhos

Tabasco Red

Flor de Sal Rui Simeão

Presunto

Paio

Salsa

Azeite

Água

1 embalagem de Molho Bechamel

Polpa de tomate

1 Cebola

Queijo flamengo

 

Preparação

 

1. Lave os pimentos e corte-os em fatias grossas.

 

2. Parta em cubos uma cebola, algumas fatias de presunto (convém ser presunto de peça e não às fatias) e paio.

 

3. Leve a cebola a alourar num fio de azeite e acrescente o paio e o presunto em cubos.

 

4. Deite água a ferver e polpa de tomate. Pode ainda acrescentar umas gotinhas de Tabasco Red.

 

5. Deixe cozinhar e enquanto isso, vá colocando placas de lasanha no fundo de um pirex.

 

6. Deite o preparado sobre as placas de lasanha e cubra com mais uma camada de placas.

 

7. Seguidamente, deite o molho bechamel sobre as mesmas e polvilhe com queijo "esfarelado".

 

8. Leve ao forno a 180º durante 20 a 30 minutos.

 

 

 

Nesta receita usei flor de sal pela primeira vez e gostei muito do resultado. Segundo li, deve-se utilizar flor de sal no fabrico de manteigas, queijos e culinária de alto gourmet (vamos pensar que a minha lasanha está neste patamar), adicionando-se um pouco antes de confeccionar e um pouco mais depois dos alimentos já confeccionados.

 

Neste caso utilizei, flor de sal Rui Simeão proveniente das salinas da Ria Formosa (Tavira), mas também fabricam sal "normal" e esse vou utilizar numa próxima receita. Já agora, se quiserem espreitar mais sobre estes produtos podem fazê-lo através do site http://www.ruisimeao.com/

 

Utilizei também Tabasco Red, o qual já havia utilizado nos Bifes com arroz de alho e pimentos guisados, neste caso utilizei-o para que o sabor do pimento saísse realçado.

 

 

 

 

 

 

Recentemente, descobri os sumos Alo, fiquei fã e decidi partilhar convosco. Os Alo existem em três sabores Allure, Confort e Appeal sendo que, todos têm por base o aloé vera. O Allure combina o mangostão com a manga, o Confort, o doce da melancia e do pêssego, já o Appeal traz-nos a frescura dos citrinos combinando o pomelo, a toranja e o limão. Estes sumos estão à venda em diversos cafés e ginásios e têm poucas calorias. Algo que, toda a gente gosta não é?

 

Para este prato sugiro o Alo Allure, sumo de polpa de aloé vera, mangostão e manga.

 

 

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.