Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Desempregada

Um blogue de lifestyle para todos os orçamentos!

Viajar grátis

mytaxi.jpg

POST ATUALIZADO A 23/01/2017

 

Quem vive em Lisboa, no Porto ou no Algarve sabe que os transportes públicos estão cada vez piores, por isso os transportes privados acabam por ser uma boa alternativa quando precisamos de ir a uma entrevista de emprego, ao aeroporto ou sair à noite depois da uma da manhã. Nesse sentido, partilho convosco três aplicações que me têm salvado a vida nos últimos tempos:

 

A Mytaxi, que é uma aplicação para chamar táxis "normais", cujos os preços são semelhantes aos praticados pela maior parte dos taxistas que não aderiram a esta app.

 

A sua grande vantagem em relação aos táxis "normais" é que não temos de ficar numa praça à espera de um táxi, eles vêm ter connosco onde nós quisermos. Para além disso, podemos fazer simulação do nosso percurso para calcularmos o preço da viagem.

 

Esta app só está disponível em Lisboa e se usarem o código graziela.cos recebem um voucher de 15€ para usarem na vossa primeira viagem.

Download: Android ou IOS

 

cabify-carro.jpg

A Cabify foi a primeira app deste género que eu usei e até hoje correu tudo bem, até porque os carros estão sempre limpos (habitualmente são BMW ou Audi), oferecem água, têm revistas para lermos e os motoristas são sempre bem educados.

 

As grandes vantagens são: se levarem bagagem não pagam nenhuma taxa extra, podem transportar animais desde que dentro da transportadora, não tem tarifa dinâmica (logo o preço não aumenta se estiver muita gente a pedir um Cabify) e podem determinar as vossas preferências de viagem (rádio favorita, ar condicionado, abertura de porta, etc).

 

Esta app está disponível em Lisboa e no Porto e se usarem o código grazielac1 recebem um voucher de 6€ para usarem na vossa primeira viagem (e mesmo que não gastem tudo, o saldo fica lá para a para a próxima viagem).

Download: Android ou IOS 

 

uber-2.jpg

Por último, a UBER, que por acaso até foi a primeira app a aparecer. Neste momento a UBER tem 3 tipos de frotas: X, Green e Black. A X é a frota de carros citadinos e a mais barata, a Green é a frota de carros ecológicos e a Black, a frota de carros de luxo. Eu já experimentei a X e a Black e fiquei satisfeita com ambas. 

 

As grandes vantagens é que estão por todo lado, por exemplo se eu pedir um UBER para minha casa nunca espero mais do que 3 ou 4 minutos, as malas não pagam taxas, também podemos transportar animais e claro, podemos fazer simulação do que vamos pagar pelo nosso percurso.

 

O único senão é que a tarifa é dinâmica, logo o preço pode aumentar consoante a procura, no momento em que pedimos o nosso UBER.

 

Novidade: A UBER POOL uma modalidade que permite dividir o carro com outra pessoa que vá para o mesmo local que nós pagando metade cada um.

 

Esta app está disponível em Lisboa, Almada, Amadora, Cascais, Loures, Odivelas, Oeiras, Sintra, Porto, Faro, Vilamoura e Albufeira, e se usarem o código ubergrazielac1 recebem um voucher de 5€ para usarem na vossa primeira viagem (e mesmo que não gastem tudo o saldo fica lá para a para a próxima viagem).

Download: Android ou IOS

 

NOTA: Todas as aplicações citadas acima requerem pagamento por cartão de crédito ou PAYPAL. Senão tiverem cartão de crédito aconselho-vos a criar um MBnet.

 

Depois, de usarem uma vez podem sempre recomendar aos vossos amigos e ganhar mais códigos de desconto. 

 

Uma dica: mesmo que não sejam de nenhuma das cidades acima podem sempre usar estes descontos quando forem visitar um destes locais. ;)

 

PS: Vejam aqui outras dicas de poupança.

Graziela

Conhecer São Miguel (Açores) em 2 dias

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9723.jpg

Fotos: Graziela Costa

 

Visitar uma ilha em dois dias é uma daquelas missões quase impossíveis, mas com um plano bem organizado é possível. Por isso, hoje partilho convosco algumas das coisas que pude visitar nos dois dias que estive em São Miguel (Açores). De notar, que toda a viagem foi organizada pela Terra Nostra, que me havia convidado a mim e a mais alguns bloggers para conhecer o "Programa Leite de Vacas Felizes".

 

Começando pela viagem: voámos pela Ryanair apenas com mala de mão, o que nos poupou bastante tempo e mal chegámos ao destino tínhamos o nosso transfer à espera (para quem for sozinho/com o namorado/grupo de amigos aconselho a alugar um carro desde o continente, nós fizemos isso quando fomos à Terceira). Conduzidos pelo senhor José e guiados pelo senhor Jorge a nossa viagem começava agora e prontamente nos dirigimos para Capelas, uma Vila da Costa Norte de São Miguel onde fomos almoçar. 

 

Curiosamente não fomos almoçar a nenhum restaurante, mas sim à casa da dona Fátima, proprietária de um antigo solar cheio de história e memórias que nos dão vontade de saber mais sobre aquela família. Ao que parece, este conceito de almoçar em "casas de família" está bastante na moda (pelo menos, foi o que me disseram alguns amigos que vivem nos Açores) e permitiu-nos experimentar as receitas mais tradicionais da ilha.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9582.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9576.jpgUma casa cheia de história.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9554.jpg

Queijo fresco (o sabor e a consistência são completamente diferentes do queijo fabril) e umas espécie de torresmos.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9557.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9565.jpg

Morcela com ananás, feijão com chouriça da ilha, bacalhau à Brás foram algumas das iguarias servidas.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9570.jpg

Ananás das estufas que a dona Fátima tem no quintal (mais caseiro era impossível).Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9572.jpg

Barriga de freira (comia já outra vez).Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9573.jpg

A dona Fátima que tão bem nos recebeu.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9591.jpg

Depois estava de altura de vistar as Estufas de Ananases, em Ponta Delgada e eu estava eufórica, pois adoro este fruto e já sabia que ia dar fotos incríveis.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9602.jpg

Os Ananases passam por várias fazes de maturação/crescimento e nestas estufas tivemos a oportunidade de ver todos os estados deste fruto.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9607.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9613.jpg

14352051_10157389643330648_3100770209312666345_o.j

Rainha dos AnanasesAcores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9620.jpg

No final, podem sempre ir à loja da estufa e comprar um ananás ou provar o licor deste fruto (eu provei e adorei).Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9623.jpg

A seguir vimos a Lagoa das Sete Cidades vista do Miradouro Vista do Rei. A mais conhecida paisagem de São Miguel, que parece mesmo saída de um filme.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9631.jpg

Incrível a beleza desta paisagemAcores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9647.jpg

Mesmo ao lado do Miradouro Vista do Rei temos o Monte Palace, um hotel abandonado que faz as delícias dos turistas. Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9667.jpg

Apesar do seu estado de degradação vale a pena subir até ao terraço, pois a vista é fantástica!Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9670.jpg

A estradas parecem não ter fim e estão sempre "decoradas" com belas hortênsias.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9672.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9687.jpg

Estas plantas são da família do Gengibre e são ótimas, mas só provem na companhia de alguém que as conheça bem.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9696.jpg

A natureza em pormenor.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9704.jpg

Lagoa das Empanadas.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9705.jpg

Os Açores são conhecidos por terem as quatro estações do ano num dia, e claro tivemos um belo nevoeiro para dar mais atmosfera ao nosso passeio.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9720.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9727.jpg

É incrível como as crateras dos vulcões se transformaram em belas lagoas.
Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9784.jpg

Dormimos no Hotel Açores Atlântico, uma unidade hoteleira situada Avenida Marginal de Ponta Delgada.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9732.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9733.jpg

Infelizmente, o meu quarto não tinha vista para a marginal, mas ainda lá dei um pulinho para ver as vistas da zona.
Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9794.jpg

Pequeno almoço buffet onde escolhi maioritariamente produtos oriundos dos Açores (as outras coisas tenho o ano inteiro à disposição e como sabem adoro provar novos sabores e produtos).Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9741.jpg

O jantar foi no Restaurante Paladares da Quinta, em Lagoa. Um espaço moderno e com um aquário fantástico.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9762.jpg

Lapas de molho Afonso (provavelmente as melhores lapas que comi em toda a minha vida!).

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9773.jpg

Chicharrinhos com com batata cozida e salada (já tinha saudades de comer peixe fresco assim).

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9783.jpg

Queijada de Feijão de São Miguel (esta é ótima, mas se puderem provem também as queijadas de Vila Franca do Campo, pois são deliciosas).Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9761.jpg

Um aquário deslumbrante.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9898.jpg

Até eu que tenho medo de pássaros fiquei encantada com este céu.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9912.jpg

Campos de perder vista.
Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9897.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9909.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9917.jpg

Não podem ir a São Miguel sem verem vacas, aliás isso é pecado. No entanto, para as verem basta encostarem o carro na berma da estrada, pois o que não faltam é belos animais destes a pastar pela ilha. Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9962.jpg

Depois, vale a pena uma visita às Furnas, mas infelizmente apenas tivemos oportunidade ver o "cozido" já no prato. 

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9969.jpg

O "cozido das Furnas" é bastante parecido com o tradicional "cozido à portuguesa", por isso aconselho-vos a beber algo que vos ajude a digerir este manjar, por exemplo um Kima de Maracujá e no final um chá Gorreana.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9979.jpg

Por fim, visitámos o Parque Terra Nostra, um espaço cheio de plantas e árvores, onde só nos apetece sentar e desfrutar da vista. Para além disso, este parque tem diversos tanques de água termal, cuja água é bem quente, pois vem das Furnas. Aproveitem para dar um mergulho! ;)

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9983.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-9993.jpg

Tanque de água termal.

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-0022.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-0034.jpg

Recantos mágicos.Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-0053.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-0059.jpg

Acores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-0062.jpg

 

A planta do gengibreAcores_Sao_Miguel_Graziela_Costa-0064.jpg

O senhor José (motorista) e senhor Jorge (guia): os nossos companheiros de aventuras em São Miguel.

 

*Fotos tiradas com a Canon 5D MarkIII

Graziela

Mateus Rosé Sailing Experience

Mateus_Rose_Pequenas-2027000010.jpg

Fotos: Graziela Costa | Ana Correia | Joana Cardoso

 

Há pessoas que dizem que o nosso dia de anos é o mais "sortudo" do ano e este ano posso dizer mesmo que foi, pois estive rodeada de amigos, fui a duas festas e quando estava a ver o e-mail, qual não foi o meu espanto quando vi um convite para ir à Mateus Rosé Sailing Cup. Claro que, nem pensei duas vezes e aceitei logo. 

 

O pior ia ser mesmo acordar às 5h30 da manhã para ir para o aeroporto, mas eufórica como estava já sabia que mal ia dormir, por isso foi na boa. Chegada ao aeroporto lá estavam as minhas "companheiras" de fim de semana, o avião e o meu nervoso miudinho, mas lá me aguentei, até porque a viagem foi curtinha.

 

Assim que chegámos ao Porto fomos directas para o The Bird, um café super amoroso onde tomámos pequeno almoço. Nunca lá tinha ido, mas adorei a decoração feminina do espaço, o jardim e a comida deliciosa. A seguir fomos para a Marina da Afurada, onde tivemos um pequeno briefing antes de irmos para os barcos.

 

Depois disso, seguiu-se uma das melhores experiências que tive até hoje: fiz vela e não caí do barco (vá houve lá uma altura que pensei que ia mesmo cair ehehe), mas olhem que a adrenalina esteve ao rubro porque não pudemos estar paradas um minuto. Tanto que a meio da viagem vieram trazer-nos mantimentos: Mateus Rosé fresquinho e uma tosta mista acabadinha de fazer. Nhami!

 

Finalizada a corrida era tempo de nos prepararmos para a Mateus Rosé Sailing Cup Party, por isso fomos para o hotel. E mal entrei no meu quarto pensei "estou num filme" e o que se seguiu foi mesmo aquela cena da miúda a mandar-se para cima da cama e a comer os chocolates que estavam em cima da mesa à espera de serem "devorados". Ahahah

 

Não fosse saber que tinha as minhas colegas e a festa à espera e tinha ficado ali a aproveitar o ambiente, mas festa é festa e não podia perder a oportunidade de experimentar os fantásticos cocktails que se podem fazer com Mateus Rosé, dançar, sentir o pôr do sol a aquecer-me a cara e pensar "sou mesmo sortuda"!

 

Com o ventinho a começar a tornar-se forte deixámos a festa e fomos para o Clérigos, restaurante onde provei um belo risotto de cogumelos, ri e conheci pessoas que até hoje só tinha falado pela internet.

 

No final, ficam as boas memórias e um novo hábito: beber Mateus Rosé com os meus amigos e brindar para que ainda tenhamos muitos momentos felizes!

Mateus_Rose_Pequenas-2041000024.jpg

Pequeno almoço no The Bird

Mateus_Rose_Pequenas-2052000035.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2061000044.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2063000046.jpg

graziela mateus rose-4108.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2065000048.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2074000057.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2081000064.jpg

Os detalhes fofinhosMateus_Rose_Pequenas-2090000073.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2099000082.jpg

A Marina da Afurada (Gaia) local de onde partiu esta regataMateus_Rose_Pequenas-132734.jpg

Vamos lá à aventura!Mateus_Rose_Pequenas-143624.jpg

A bebida perfeita para esta regata, um Mateus Rosé bem geladinho.Mateus_Rose_Pequenas-145114.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-145853.jpg

Omg nem acredito que fiz vela!Mateus_Rose_Pequenas-150554.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2105000088.jpg

O hotel
Mateus_Rose_Pequenas-2033000016.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2110000093.jpg

O meu fantástico quarto no Hotel Eurostars Porto DouroMateus_Rose_Pequenas-2114000097.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2117000100.jpg

Ser recebida assim Mateus_Rose_Pequenas-2124000107.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2142000125.jpg

MiminhosMateus_Rose_Pequenas-092307.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-092329.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2151000134.jpg

 A vista do meu quarto

Mateus_Rose_Pequenas-2100000083.jpg

A festa!Mateus_Rose_Pequenas-2103000086.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-204310.jpg

Um brinde a vós!

Mateus_Rose_Pequenas-204509.jpg

E um brinde a nós!Mateus_Rose_Pequenas-210711.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-203708.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2175000158.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2179000162.jpg

Mateus_Rose-2163000146.jpg

O look para a Mateus Rosé Sailing Cup PartyMateus_Rose-2169000152.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2181000164.jpg

O jantar no Clérigos

Mateus_Rose_Pequenas-2187000170.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2193000176.jpg

Mateus_Rose_Pequenas-2194000177.jpg

Risotto de cogumelos, nhami!Mateus_Rose_Pequenas-2198000181.jpg

A sobremesa

Mateus_Rose_Pequenas-2208000191.jpg

 Com uma vista assim nem dava vontade de ir dormir

Mateus_Rose_Pequenas-2158000141.jpg

 A sala do pequeno almoço

Mateus_Rose_Pequenas-125303.jpg

A hora da despedida 

 Por último, partilho um vídeo desta nossa experiência. 

Graziela

Pela rota do xisto: Piódão

_MG_8039-16.JPG

Fotos: Graziela Costa

 

Com o fim de semana mesmo à porta partilho convosco algumas fotos de um passeio que fiz com os meus pais à aldeia do Piódão. Uma localidade relativamente perto da minha e que há muito queria visitar, mas que até agora ainda não tinha tido oportunidade.

 

Ora, esta aldeia fica no coração da Serra do Açor e basicamente é feita em Xisto, com excepção da Igreja Matriz. Nela podemos ver casinhas a amontoarem-se pelas colinas e a perderem-se na imensidão verde deste paraíso natural. Para além disso, podemos ver rebanhos a passearem-se pelas suas ruelas apertadas e com sorte ainda vemos algum artesão a fazer as tradicionais casinhas de xisto. Acima de tudo vale a pena a visita pelo sossego e paz que lá podemos atingir. No entanto, se estiverem a pensar visitar este local aconselho-vos a irem bem cedo, porque o caminho até lá é difícil (ainda que compensador) e assim podem aproveitar a paisagem sem estarem preocupados com o regressar antes de anoitecer.

 

PS: Se forem no verão aproveitem para dar um mergulho na Praia Fluvial (é lindo). Já na altura do Natal eles costumam fazer sempre um presépio fantástico, por isso têm mesmo de visitar o Piódão.

_MG_8035-14.JPG

_MG_8048-20.JPG

_MG_8047-19.JPG

_MG_8051-21.JPG

_MG_8054-22.JPG

_MG_8056-23.JPG

_MG_8058-24.JPG

_MG_8059-25.JPG

_MG_8076-27.JPG

_MG_8080-28.JPG

_MG_8087-32.JPG

_MG_8088-33.JPG

_MG_8090-34.JPG

_MG_8091-35.JPG

_MG_8092-36.JPG

Graziela

Fui de férias - Parte 1: Paris

_SAM4823-4.JPG

Fotos: Graziela Costa e João Pontes

 

Como sabem a minha carreira profissional como a de qualquer outra jovem da minha idade não tem sido muito estável, pelo que fazer férias é um pouco complicado. No entanto, em fevereiro deste ano arranjei emprego e todos os meses tentei colocar de parte um dinheirinho.

 

Como o meu contrato é de seis meses, em meados de abril avisaram-me que tinha de tirar férias até ao final do mesmo. Falei com o meu namorado, discutimos alguns destinos mediante as nossas poupanças e finalmente chegámos à conclusão que Paris e Amesterdão eram os ideiais porque, na primeira cidade podíamos ficar com os meus tios e poupávamos no alojamento e depois já podíamos gastar mais na segunda.

 

Os meus tios e primos vivem há quase 30 anos em França, mas apenas lá tinha ido uma vez e por umas horas, quando em 2008 ganhei uma viagem para o Europavox e o meu avião aterrava e partia de Paris. Na altura apenas vi as redondezas da casa deles: o Moulin Rouge, o Sacre Coeur e um pouco do bairro de Montmatre. Desta vez tirámos quatro dias: três para Paris e um para ir à Disney. 

 

No primeiro dia como apanhámos o avião muito cedo chegámos a França super cansados, pelo que andámos a passear apenas pelas redondezas, tanto que eu aproveitei para rever o Sacre Coeur, o Moulin Rouge e ver os Grands Boulevards, uns armazéns que eu tinha visto num filme e queria muito ver ao vivo. No segundo dia, os meus tios levaram-nos à festa dos imigrantes da Rádio Alfa e foi bastante engraçado porque até encontrei uma rapariga da minha terra.

 

Finalmente, no terceiro e último dia em Paris passeámos imenso e vimos o Arco do Triunfo, a Torre Eiffel, a Notre Dame, o Museu do Louvre (mas, só de fora porque precisamente nesse dia estava fechado), o Campus da Justiça, o Palais Royal, a Pont de Bir-Hakeim (onde filmaram o filme "A Origem"), fizemos um mini cruzeiro de barco (16 euros e podiamos andar o dia todo, pareceu-me bem em conta) e à noite fomos tomar um chá no café onde filmaram o "Fabuloso de Destino de Amelie Poulain".

 

Ainda assim e apesar de ter visto muita coisa sinto que Paris ainda tem muito por descobrir e gostava imenso de lá voltar para poder ver os fantásticos museus daquela cidade. Até lá partilho convosco a minha experiência e mais tarde a da Disneyland e Amesterdão.

 

Agora, deixo-vos algumas fotos da minha viagem, mas também podem ver o álbum completo na minha página de fotografia.

_SAM4824-5.JPG

_SAM4828-7.JPG

Grands Boulevards

_SAM4834-8.JPG

_SAM4835-9.JPG

_SAM4836-10.JPG

_SAM4841-12.JPG

_SAM4842-13.JPG

_SAM4844-14.JPG

_SAM4845-15.JPG

_SAM4851-16.JPG

_SAM4854-18.JPG

Sacre Coeur

_SAM4859-20.JPG

Montmatre

_SAM4870-23.JPG

Sacre Coeur

_SAM4907-27.JPG

_SAM4909-29.JPG

Festa da Rádio Alfa

_SAM4916-110.JPG

Boné: VIPortuguese | Óculos: Firmoo

_SAM4913-30.JPG

_SAM4939-34.JPG

Moulin Rouge

_SAM4971-36.JPG

Arco do Triunfo

_SAM4976-37.JPG

Torre Eiffel

_SAM4983-38.JPG

_SAM4985-39.JPG

_SAM4992-40.JPG

_SAM4997-41.JPG

_SAM5006-44.JPG

_SAM5018-47.JPG

_SAM5020-48.JPG

Pont de Bir-Hakeim (onde filmaram o filme "A Origem")

_SAM5023-49.JPG

_SAM5037-52.JPG

Tribunal de Paris

_SAM5042-53.JPG

Catedral de Notre Dame

_SAM5047-54.JPG

_SAM5064-58.JPG

_SAM5086-61.JPG

_SAM5092-62.JPG

_SAM5113-66.JPG

_SAM5128-71.JPG

Palais Royal

_SAM5137-72.JPG

_SAM5151-79.JPG

_SAM5184-86.JPG

_SAM5186-88.JPG

_SAM5254-96.JPG

_SAM5232-111.JPG

Óculos: Firmoo

_SAM5240-112.JPG

Camisa: SheInside

_SAM5265-97.JPG

Relógio: Sammydress

_SAM5267-98.JPG

_SAM5282-99.JPG

_SAM5306-100.JPG

_SAM5316-102.JPG

_SAM5159-81.JPG

Museu do Louvre

_SAM5321-103.JPG

_SAM5331-104.JPG

Ópera de Paris

_SAM5338-105.JPG

Café onde foi filmado o "Fabuloso de Destino de Amelie Poulain"

_SAM5348-107.JPG

Graziela

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.